13 de fevereiro de 2020

Heróis, mitos, ídolos

Oi Girls and boys, Vi, escrevendo.. 



Queridas e queridos o que me levou fazer esse post foi o comentário que a Chica fez no post da semana passada, que seria a banalização do uso de certas palavras.


Em certo ponto acredito que exista uma banalização do uso de certas palavras, como por exemplo, amor, hoje em dia tudo é amor.

Também existem outras palavras que serviriam para designar pessoas com um caráter especial, mas são usadas para definir pessoas que são péssimo exemplo no quesito moral, mas que são idolatradas por um grupo de pessoas.
   


Mas não vejo só banalização no uso das palavras, acredito que algumas pessoas estão criando para si, heróis, mitos e ídolos, acreditando que estes vão lutar por elas, defende-las, protege-las (mas como esperar isso de pessoas que tem uma moral duvidosa?).

E isso foi o que  me motivou a escrever este post, pessoas que estão idolatrando homens e religiões (principalmente judaicos cristãs) que estão sendo atraídas por políticos para negociar o voto dos seus membros.

Quem pensa que a idolatria é um fenômeno recente, está enganado, quem conhece um pouco de história, ou quem lê a bíblia(que não conta só a historia do povo Hebreu, mas dos Egípcios, Assirios, Babilônicos, Medos, Persas, Romanos) sabe que sempre houveram ídolos e como esses ídolos influenciavam o comportamento de cada povo e a escolha dos governantes.


No livro do profeta Isaías capitulo 44, Deus condena quem coloca sua confiança em ídolos feitos por mãos humanas, o contexto histórico é o seguinte, o povo precisava visualizar o seus ídolos para crer na existência deles, então faziam ídolos de metal, de argila, de pedra, de madeira, e se prostravam diante daquela escultura e pediam que essa lhe protegesse, desse livramento, então Deus fala ao povo: 
Nada sabem, nem entendem; porque tapou os olhos para que não vejam, e os seus corações para que não entendam.
E nenhum deles cai em si, e já não têm conhecimento nem entendimento para dizer: Metade queimei no fogo, e cozi pão sobre as suas brasas, assei sobre elas carne, e a comi; e faria eu do resto uma abominação? Ajoelhar-me-ei ao que saiu de uma árvore?
Apascenta-se de cinza; o seu coração enganado o desviou, de maneira que já não pode livrar a sua alma, nem dizer: Porventura não há uma mentira na minha mão direita?



No livro do profeta Jeremias capitulo 17, Deus condena quem coloca sua confiança em homens, o contexto histórico é o seguinte, todas vezes que o povo de Israel era perseguido por uma nação inimiga, ele procurava fazer alianças com outras nações, se sujeitando a elas em troca de proteção, então Deus repreende o povo e diz: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor!

Deus condena quem coloca sua confiança em uma criatura, objeto ou qualquer outra coisa que não seja exclusivamente Nele.

Outra vez em Isaías 42, Deus afirma: Eu sou o Senhor; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei.



Portanto, o homem que deposita sua confiança em outro homem, ou até em si mesmo, que cria para si heróis, mitos, ídolos esta distante de Deus e da sabedoria.

Como citei acima a pessoa que segue ídolos fica sem entendimento, está em uma espécie de cegueira, transe, alucinação, em relação ao seu ídolo(herói ou mito), não consegue entender que aquilo que venera, é um ser humano falho, cheio de erros ou um objeto inanimado.

Mesmo que evidências, fatos, comprovem que aquele ídolo era uma farsa, a pessoa que venera ídolos, vai negar a realidade para se apegar em mentiras, por isso que os heróis, mitos, e ídolos mesmo depois de desmascarados continuam com inúmeros seguidores.



Temos dois exemplos do Brasil, do herói da cineasta e de outros brasileiros, que insistem em negar que o seu herói roubou a nação, negam evidências, dizem que foi armação de promotores e juízes.
O surpreendente dessa ficção, é que advogados pagos a preço de ouro, inclusive um ex ministro do STF, não conseguiram provar a inocência do herói, mas tentam liberta-lo por jurisprudências e interpretações da lei ou tentando usar gravações de hackers (criminosos) para desqualificar o trabalho da policia, promotores e juízes. 


Do outro lado temos o mito, que a principal promessa de campanha, era o combate da corrupção e estamos assistindo ele se aliando aos corruptos e através de projetos, minar todas investigações e punições de corruptos.
Tudo porque? o filho do mito aparece em uma planilha junto com outros corruptos por exigir parte dos salários dos funcionários dos gabinetes.

Qual a diferença entre o herói e o mito?

Eu não vejo nenhuma! lembro, que o herói, quando era líder sindical, dizia que era preciso acabar com os 300 picaretas do congresso, depois de eleito, virou líder dos picaretas no quesito corrupção, o desejo de se perpetuarem no poder também é igual, e sempre usam o mesmo argumento, o bem da nação, dos mais pobres, sempre a mesma ladainha.



Até seguidores do herói e do mito atuam com a mesma agressividade, ofendendo que ousa questionar qualquer coisa.

Os seguidores do herói rotulam quem questiona os erros, de elite, fascista, coxinha, os seguidores do mito rotulam de comunista, isentão, melancia.

Quem coloca sua confiança em heróis, mitos e ídolos, não conseguem perceber que eles só defendem seus próprios interesses e como diria um personagem do Chico Anísio, o Justo Veríssimo, que interpretava um politico corrupto, esses tipos de heróis e mitos, querem que 'o povo se exploda'.



Vou me despedindo de vocês

Obrigada pelo carinho e atenção..

muitos beijos..


Meu carinho para vocês :
Tchau,Vi

3 comentários:

  1. Vi, que bom que te inspiraste. Ficou perfeita tua colocação e é exatamente isso o que vemos aqui acontecendo. Heróis ou mitos? Melhor não apostar nem em um ,nem em outro. Prefiro sempre observar os ditos ,os que prometem, prometem e podes prestar atenção numa coisa: quem tem fala molhada, quase se cuspindo ao falar, em geral, tá enrolando... "Sabedoria" e experiência de vida isso, de olhar, perceber,rs... E aqui no Brasil, presta atenção nisso... Vais rir ao atentar pra esse ponto!rs... beijos, lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Vi! Quem vive pela cabeça do outro, não questiona os fatos, compra verdades prontas, certamente está fadado a acreditar em mitos, heróis e deuses. É muito mais fácil colocar a culpas no diabo e as glórias em deus. E no MEU político de estimação.
    Ao votar em A ou B, o correto é você cobrar quando ele errar, hoje as pessoas defendem o seu "voto certo" ignorando o mal que X atitude está causando na sociedade.
    Saudade do tempo que a gente votava e pouco sabia do voto alheio, se fosse uma porcaria a pessoa se questionava, não tinha vergonha de se arrepender, quase ninguém sabia mesmo seu voto. Hoje defende com unhas e dentes seu voto "inteligente". Pode acabar com o que resta uma floresta do planeta e estarão aplaudindo.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Oi,vim avisar que acabam de entrar céus de vocês por lá! Obrigadão! Podem ver:

    https://ceuepalavras.blogspot.com/2020/02/ceus-da-lia-astrid-e-ana-paula.html

    beijos, chica

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Subir