quinta-feira, 30 de junho de 2016

Eu e o Omelet.

Oi girls and boys, Vi, escrevendo ..

Queridas e queridos o título é uma brincadeira entre eu e Pepa, porque todas as vezes ela pergunta acabou de ler  o "Omelet"?

Adivinhou o que eu estava lendo?

Ler peças teatrais não é minha praia, não gostei de Romeu e Julieta e Hamlet foi um sacrifício.

Fiz esse "sacrifício" de tanto ouvir Leandro Karnal comentar positivamente sobre o livro.

Você já leu Hamlet, assistiu a peça?

Pinterest1

Basicamente a historia é sobre a cobiça de um homem que mata o irmão que é rei e se apossa não só do trono, como da mulher dele um mês depois.

O rei tinha um filho adulto, o Hamlet, que desconfia que o pai foi assassinado, mas não tem certeza, até ver o fantasma do pai que pede que ele se vingue.

Hamlet arma uma "ratoeira" (armadilha) para o tio, para ter certeza que o fantasma que viu dizia a verdade; uma lição importante para nós, não dar credito a tudo que ouvimos e vemos.

Desenrola a história, e no final todos envolvidos diretamente com o personagem Hamlet, inclusive ele, tem um fim trágico.

Pinterest3
Shakespeare escreve sobre poder e quem detêm o poder, do que as pessoas são capazes de fazer para ter o poder.

Matam os da própria família, não respeitam valores morais e sociais, engendram crimes e tantas outras barbáries, vocês estão vendo alguma semelhança com nossos políticos?

Li o livro todo querendo saber porque a mãe do Hamlet se casou com o tio de Hamlet um mês depois da morte do rei (seu esposo).

Pois o Hamlet afirma que ela era muito apaixonada pelo rei.

Pensava, teria sido para preservar o filho(Hamlet) afinal se o tio já tinha matado o irmão, podia matar o herdeiro legitimo ao trono.

Pinterest2
Teria sido para preservar o Reino, afinal o filho era muito jovem e talvez não tivesse condições de governar.

Mas no final, chego a conclusão que todos personagens são egocêntricos, mesmo quando parecem estar lutando por uma causa justa e digna.

A mãe de Hamlet, amava o rei, não importa que rei fosse, desde que ela fosse a rainha, ela casou rapidamente com o cunhado para continuar rainha.

O fantasma pai, aparece ao Hamlet, pede vingança, sem se importar o  quanto isso poderia prejudicar o próprio filho.

Pinterest4

Hamlet, demonstra ser racional, finge loucura, maquina a vingança friamente, descarta a mulher amada, porque essa, naquele momento seria um empecilho para seus planos, mas tenta assegurar que se seu plano desse certo, poderia ter ela de volta.

Fica  a questão, se Hamlet queria vingança do pai assassinado, ou queria o trono usurpado pelo tio de volta?

Tenho impressão que o livro tem o intuito de desmascarar a natureza humana, o que realmente está dentro do homem.

Portanto, na minha opinião, Hamlet queria o trono de volta, vingar o pai seria um meio para justificar seus atos.

Vou me despedindo de vocês
Obrigada pelo carinho e Atenção ..

 muitos beijos ..
Meu carinho para vocês:
Pinterest5
Tchau,Vi

terça-feira, 28 de junho de 2016

Macchiato Caramel, melhor que o do Starbucks

Que foi ? Eu achei que ficou melhor, rsrsrsrs

Sem contar que ficou beeem mais barato também. Claro que não tem o "gramu" de copinho escrito seu nomezinho, mas me fala ? Cê não tem caneta e papel ai não ?

Faz uma plaquinha e pronto, srrsrsrs 

Escreve seu nome e depois pode se deliciar todo dia com essa maravilha !
E claro, dar a volta no quarteirão todo dia também, porque o trem não é light, mas vale cada golinho !


A onda é fazer o caramelo em casa, nem me venha dizer que vai usar aqueles industrializados, que ai o bicho vai pegar...

Esse na verdade é o único trabalho que você vai ter, depois é só guardar num potinho e fazer seu Macchiato Caramel a hora que quiser.

Bora aprender ?

Caramelo
(que serve para qualquer coisa)

300 gramas de açúcar
5 colheres de água

Misture bem e leve ao fogo até que fique com cor de guaraná mais escurinha, abaixe o fogo e acrescente :

3 colheres de sopa de manteiga, mexa bem e adicione :
200 ml de creme de leite de caixinha, mexa por mais dois minutos e pronto.

Guarde em pote hermético na geladeira e na hora de servir pode aquecer no micro.



É claro que quando você faz em casa, capricha mais, eu adicionei um chantilly honesto no topo e fui feliz !!

Macchiato Caramel

 80 ml de café coado (eu uso o de filtro, mas se você usar cápsula use 2 shots)
 1 xícara de Leite vaporizado
 (espia aqui pra ver como eu faço o meu ) mas se não tiver esse apetrecho, vai sem mesmo, srsrrsr
Caramelo
Chantilly

Coloque no fundo da caneca uma colher generosa de caramelo (e  se quiser 1 colher de café de extrato de baunilha, eu não uso) coloque o café bem quente, o leite fervendo com a espuminha , complete com o chantilly e decore com mais caramelo !

Eu uso o café sem açúcar, já que o caramelo é bem doce, mas isso vai do seu gosto !!

Com esse friozinho, nhammmm !!! É lógico que se estivesse calor, isso não seria empecilho pra eu tomar essa pequena maravilha não é mesmo ?? srrsrsrs

Espero que vocês tenham gostado, nos próximos posts vou trazer o pão do Outback !! Que foi ? É a crise né gente, temos que fazer as coisas em casa, srsrrsrs


Bjus 1000

domingo, 26 de junho de 2016

Como fazer chantilly, manteiga e buttermilk ?

Essa semana postei no IG uma foto de manteiga caseira...

Claro que teve gente que confundiu a pobre menina com pamonha, srrsrsrsrs


Mas pior fui eu que olhando pra foto pensei numa coxinha...


Manteiga e buttermilk, o buttermilk é um subproduto da manteiga e é muito usado em receitas gringas de bolo, inclusive o Red Velvet que eu ensinei aqui é feito originalmente com esse buttermilk.

Dessa mesma manteiga pode sair a manteiga clarificada ... 


Manteiga Clarificada,  é o óleo purificado da manteiga, onde toda a água e os elementos sólidos e toxinas da gordura do leite e lactose são completamente removidos.

Pra facilitar gravei um videozinho , porque assim você aprende a fazer chantilly também !


Aproveita e te inscreve no canal e me conta o que você gostaria que eu ensinasse nos vídeos !

Bjus 1000

sábado, 25 de junho de 2016

A onça preguiçosa.

Oi girls and boys, Vi, escrevendo ..

Queridas e queridos festa junina, lembra infância, músicas caipiras (sertanejas), e a grande Inezita Barroso.

Meu primeiro "contato" com Inezita foi através de um disco compacto onde ela contava e cantava uma historinha, A  onça preguiçosa, eu devia ter quatro anos.

Era muito bom ouvir aquela "encenação" da historia, os personagens, nas minhas memórias, posso "ouvir" a voz da dona onça, do cachorro do mato, da oncinha, e do macaco, a voz da Inesita como onça é inesquecível.

Foto: Recanto Caipira
A história era sobre uma onça que não gostava de trabalhar que tinha um roçado (terreno), cheio de urtigas que tinha que ser capinado.
A onça faz um plano, onde se compromete a dar um bode (não tenho certeza se era esse animal) para o bicho que conseguir capinar o roçado sem se coçar.
Como ela era muito preguiçosa foi dormir e deixou a sua filha oncinha vigiando.
Diversos animais foram capinar, mas quando se coçavam a oncinha denunciava e a onça comia o animal.

Até que o macaco muito esperto, passou a perna na oncinha, quando a urtiga roçava no seu corpo ele perguntava para a oncinha: o bode que sua mãe vai dar tem uma mancha assim no joelho, e nisso ele aproveitava para coçar o joelho.
E dessa forma o macaco capinou todo roçado ganhou o bode e dona onça ficou frustrada.

O vídeo abaixo é da música que ela cantava na historinha, não achei um vídeo da historinha.


Inezita foi uma grande exemplo para nós mulheres, vejo muita gente admirando muitos personagens internacionais (que não tem um terço do curriculum de Inezita), e não valorizando o que temos aqui no Brasil.

Ela começou a carreira com 7 anos, foi discriminada, pois naquela época mulher não tocava viola e mesmo assim se destacou e fez um trabalho maravilhoso divulgando nosso folclore e músicas regionais.

Foi admirada e respeitada por ser uma profissional competente e talentosa.

No Recanto Caipira tem uma biografia de Inezita, tem também a discografia e a relação de filmes que ela fez. 



Vou me despedindo de vocês
Obrigada pelo carinho e Atenção ..

 muitos beijos ..
Meu carinho para vocês:
Foto: Pinterest
Tchau,Vi

terça-feira, 21 de junho de 2016

Bullet Journal - O que é e como fazer

Como eu já falei muitas vezes não sou a rainha da organização !

Mas tem quem seja ? Ah, tem, rsrsrs

Eu comecei a acompanhar umas "gringas ninja" nesse quesito no Instagram . E olha, é uma coisa viciante, srrsrsr

A gente começa a ver aqueles cadernos todo fofolentos , desenhadinhos, arrumadinhos e fica pensando :

- Será que se eu fizer um caderno assim todo trabalhado na fofurice vou conseguir ser mais organizada ?

Não que eu seja desorganizada, mas sabe aquela pessoa que consegue cumprir todos os horários e prazos, fazer tudo o que a cabeça planeja, colocar em prática todos os "pins" interessantes , testar pelo menos 30 daquelas 1800 receitas guardadas no Pinterest ?

Então, essa definitivamente não sou eu. 

E isso é meio desanimador. Porque eu sou do tipo que enquanto espera o sono chegar não consigo contar carneirinhos, eu fico pensando em coisas pra fazer até 2058, e no dia seguinte minha cabeça está tão cheia, que o máximo que consigo fazer é levantar e tomar café, rsrsrrsr (tá, eu faço mais algumas coisas, mas é nesse nível )

Já tentei agenda, post it, planejadores, enfim... já tentei de tudo.

E agora resolvi tentar o Bullet. Porque "nóis" é brasileiro e não desiste nunca, srrsrs 


Vou resumir bem basicão , porque na verdade acho que a graça do negócio não é ficar amarrado em um monte de regra, porque vamos combinar ? Ser organizado é uma coisa, ficar neurótico é outra bem diferente.

Você vai precisar de um caderno (de preferência com folhas quadriculadas) e canetas.

Bom, já ficou mais fácil né ?

Como eu não queria comprar mais um caderno (porque sou a rainha dos cadernos) fiz o meu com folhas sem pauta ... 


(Dobrei as folhas ao meio e depois costurei, fiz uma capa xuxuzinho e pá ! Caderno pronto para as anotações .)

Pra que as coisas fiquem organizadas você precisa antes de mais nada numerar as páginas do seu caderno, como se fosse um livro e depois fazer um índice. 

O índice não precisa ser preenchido de cara, aos poucos enquanto você vai usando e fazendo suas anotações e listas , você vai anotando em que página eles estão.

Outra coisa legal são os ícones que você coloca ao lado das tarefas (espia a primeira foto) assim, você prioriza o que é importante , o que pode ser adiado, pode usar esses símbolos para facilitar a execução das tarefas .

Depois disso, começa a diversão...


Além das tarefas diárias, você pode criar listas , espia a página que fiz dos livros lidos em 2016.

Mas Pepa, em plena era tecnológica você me vem com essa de caderno e caneta ? Eu diria que sou old school, mas quando comecei a pesquisar esse mundo #bujo (abreviação fofa para bullet journal) vi que tem muita meninada envolvida.

E descobri que escrever é melhor do que digitar, pois envolve muito mais sentidos o que facilita a aprendizagem e a memorização. (Fonte)

Além do que podemos guardar esses cadernos além do próximo ano. Tipo um caderno de recordações de tudo que realizamos (ou não) naquele ano.

Também não é preciso esperar um ano novo para começar, pode começar agora mesmo se a idéia é se tornar mais organizado.

É legal que você pesquise, e não fique neurótico tentando copiar tudo o que os os outros fazem. Eu acho que a prática constante é que vai facilitando e você precisa adaptar o seu estilo de vida ao seu bullet, e a graça é se divertir.

Afinal a gente só pega um hábito se ele se tronar prazeroso .

Se você quiser acompanhar a evolução do meu #bulletjournal, me segue no IG, lá sou @liagio.

Bjus 1000  
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo