quinta-feira, 25 de maio de 2017

O que não devemos falar aos filhos.

Oi Girls and boys, Vi, escrevendo..

Queridas e queridos outro dia li no Face um post que gostei muito, como leio muitas coisas, não consigo definir quem foi a autora, ela escreveu algo mais ou menos assim: todas as vezes que minha mãe brigava com meu pai ela ficava dizendo: seu pai não vale nada.
Eu tinha vontade de dizer: você deveria ter escolhido melhor com quem se casou, porque eu não pude escolher meu pai.

Muitos pais enfrentam problemas com filhos "revoltados", e uma frase que a maioria dos filhos usam para confrontar os pais é: você não me ama.
Os pais ficam indignados e afirmam, eu trabalho 24 horas, dou tudo para meu filho e mesmo assim ele diz que eu não o amo.
Tem pais que vivem dizendo aos filho, eu te amo, mas isso soa nos ouvidos dos filhos como algo falso, porque?

Por causa das comparações.
Fomos educados assim de gerações em gerações, a sermos comparados com alguém, tanto negativamente, como positivamente e como isso vai interferir na vida dos nossos filhos. 
A mãe briga com o pai,(ou vice-versa) e fala um monte de coisas horríveis a respeito do pai, e demonstra grande mágoa, as vezes rancor e em casos mais radicais até ódio,
Quando o filho comete um deslize, a mãe diz você é igualzinho seu pai.
Na cabeça do filho a mensagem foi: eu te odeio. 
Essa criança passa enfrentar um conflito porque ela ama ao pai, mas não quer ser igual ao pai, para não ser rejeitado pela mãe, ele tenta ser outra pessoa, não consegue, passa a ser frustrado, se achar derrotado, e desenvolver baixa auto-estima, pois não consegue deixar de ser igual aquela pessoa ruim que a mãe odeia.


Esse negócio de dizermos a alguém: você é igualzinho a uma pessoa  que na nossa opinião não vale-nada é extremamente ofensivo e carrega uma carga emocional negativa muito grande quando envolve sentimentos.

Existe a tal comparação que parece ser positiva, tipo, porque você não é igual ao fulano que é tão estudioso?

A pessoa deu um parâmetro para o filho, no primeiro momento ele vai se esforçar para ser igual ao fulano, ao descobrir que é impossível, ele vai se rebelar contra os pais, porque, na cabeça dele, o pai ou a mãe só vão ama-lo se ele for igual ao fulano e para "punir" os pais pela falta de "capacidade" de ama-lo como ele é, ele vai se afastar cada vez mais dos pais e procurar quem o aceite e veja qualidades nele.

Apesar da nossa sociedade nos tratar como números, somos indivíduos, diferentes, mesmo irmãos nascidos de mesmos pais, são diferentes.



Podemos definir regras igualitárias dentro da nossa casa, como por exemplo as leis de trânsito, que são iguais para todos, mas leva em consideração que nem todos são iguais, existem regras diferentes para pedestres, deficientes e etc

Por exemplo, todos devem lavar a louça, cada dia um lava, mas nunca devemos falar para um dos filhos: por que você não lava a louça tão bem como o seu irmão? ou, seu irmão é muito mais caprichoso que você.

Se a louça ficou mal lavada, diga para lavar novamente, ou ensine como fazer corretamente, mas não faça comparações.

E muito menos sobrecarregue quem faz direito, alguns pais para evitarem o desgaste emocional, acabam explorando o filho que faz tudo certo, fazem elogios, dão presentinhos para compensar o trabalho bem feito.

Tudo parece bem, mas não esta, o certinho se sente explorado e nutre pelo irmão "preguiçoso", raiva, desprezo.

O irmão que não consegue ser igual ao certinho, se sente desprezado, e tem raiva do irmão perfeito que os pais demonstram ter predileção.

Exalte as qualidades individuais sem comparações.
Se tiver que corrigir, não faça comparações, se limite a falar sobre o problema e buscar uma solução.

Vou me despedindo de vocês
Obrigada pelo carinho e Atenção ..
 muitos beijos ..
Meu carinho para vocês:
Tchau,Vi
Imagens: Pinterest

domingo, 21 de maio de 2017

Aquele bolinho de laranja que você respeita

 

(nesta foto tinha acabado de cortar, assim que saiu do forno)

Sabe aquele bolo de laranja, com muito sabor de laranja que deixa um cheirinho maravilhoso pela casa enquanto assa ?

É esse !!!

E claro que é daqueles master fácil de fazer... só bater tudo no liquidificador e pá...

Ele leva óleo na massa, o que faz com que fique macio mesmo se for guardado na geladeira , na receita original mandava usar duas xícaras de açúcar, eu usei só uma e achei que ficou no ponto de doçura.

Não sei vocês , mas ultimamente tenho achado os doces , excessivamente doces. 
Outro dia fui comer um bolo de chocolate comprado e o doce era tão doce, que minha garganta começou a arder. E eu não consegui sentir o sabor do chocolate do recheio. 

Mas as pessoas ao meu redor comeram e repetiram, então acho que o problema era comigo.


(nessa foto tirei uma fatia depois de frio, ele ficou ainda mais fofo e com aroma mais intenso de laranja)

Desde que começamos a usar o açúcar demerara orgânico, notamos que o consumo diminuiu bastante em relação ao refinado.

Eu acho que ele adoça mais com menos. Não sei se procede, mas parece.

Untei a forma com manteiga, e polvilhei o açúcar demerara, criou uma 
casquinha cheia de glamour !!

Anota ai :

Bolo de laranja

3 ovos
1/2 xícara de óleo
1 xícara de suco de laranja
1 colher de sopa de raspas de laranja
1 xícara de açúcar 
2 xícaras de farinha
1 pitada de sal
1 colher de sopa de fermento em pó

Bater no liquidificador, ovos, suco, óleo, açúcar e sal. Bata bem até ficar bem espumante.
Adicione o restante dos ingredientes. E por último o fermento, misture de leve.

Coloque na forma untada e leve ao forno pré aquecido até que fique douradinho.

Se quiser pode fazer uma calda com 1/2 xícara de suco de laranja e uma xícara de açúcar refinado, ferva até engrossar e cubra o bolo (eu dispensei, porque queria um bolo bem sequinho pro café)

Difícil né ? Só que não ! rsrsrsrsrsrs

Se fizer me conta o que achou do sabor ?


Bjus 1000 !!!

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Qual o sexo dos papagaios?

Oi Girls and boys, Vi, escrevendo..

Queridas e queridos diferente dos humanos, nos pássaros, geralmente os machos são mais bonitos (mais emplumados, coloridos e maiores), porque eles cortejam a fêmea.
Quando era criança, meus pais ganharam um papagaio, ou melhor papagaia.
Imagem: Conjur
O amigo que deu, falou que era uma papagaia e disse que além da plumagem ser diferente, elas falam bem menos.

Ele tinha um papagaio lindo e super falante, podia ser locutor..kkkkk

Nossa Lora só falava o básico, assobiava, mas era super arteira e ria muito quando fazia suas travessuras.

Somos levados acreditar que os bichos são totalmente desprovidos de inteligência, mas quando convivemos com eles observamos que eles tem alguma capacidade.

Os papagaios são amorosos, mas também são rancorosos, quando não gostam de alguém, eles aprontam.

Imagem: G1
Naquele tempo tinha um pedreiro trabalhando em casa, e a Lora por algum motivo não se bicava com ele.

O pedreiro chegava para trabalhar e ia se trocar no cômodo que ficava o poleiro da Lora, ela resmungava muito.

O pedreiro pendurava a roupa dele em um prego e como era época de chuva, em outro prego sua capa de chuva.

Passado alguns dias, quando chegava a hora do pedreiro ir embora a Lora começava a rir muito, e os olhos ficavam mais brilhantes, denunciando alguma travessura.

Ficamos curiosos, mas aparentemente não havia nada anormal.

Aparentemente, pois certo dia minha mãe viu a capa do pedreiro cheia de coco de papagaia.

Imagem: R7
A danada saia lá do poleiro dela que ficava em outra parede, ia se pendurando pelas falhas do reboque (casa antiga) até chegar na capa do pedreiro e sujar muito, ela fazia muito mesmo.

Tivemos que remove-la para outro cômodo, pareceu que ela ficou meio chateada, afinal, ela estava adorando melecar a capa do seu desafeto. 

Lora era muito apegada ao meu pai, e quando ele se foi, ela ficou triste e algum meses, depois morreu.

Sobre a Lora, ela tinha um olho perfurado, prática comum em quem comercializa animais.
Esse amigo que nos deu, achou ela dentro de uma caixa de contrabando, e se ela fosse devolvida a natureza, com sua visão parcial não teria chances de sobreviver, seria alimento de algum predador.
Minha mãe plantava girassóis para dar as sementes para Lora.

Imagem: G1
Quando alguém compra um animal silvestre, ele alimenta esse tipo de barbaridade.

Animal não é  como carro, roupa, obra de arte, não é um objeto, que a pessoa sai por ai, "ostentando riqueza".

Quer ostentar?

Sai pelado com uma melancia no pescoço.

Mas deixa eu avisar, pelado sem photoshop, ninguém ostenta nada, sempre vai ter alguém para achar defeito, e nunca o defeito vai estar na melancia.

Vou me despedindo de vocês
Obrigada pelo carinho e Atenção ..
 muitos beijos ..
Meu carinho para vocês:
Imagem : Pinterest


Tchau,Vi

terça-feira, 16 de maio de 2017

Banoffee Pie Cupcake ou Bolinho da Pepa Preguiçosa




Este é com certeza o bolinho mais sem vergonha do mundo... poderia se chamar : Bolinho da Pepa Preguiçosa, porque olha... nunca na história desse blog um bolinho foi tão fácil de fazer e cof, cof... sem falsa modéstia ? Ficou um espetáculo de gostoso. 

Ele é master fácil, mas tem alguns segredinhos que tem que ser seguidos á risca tá ?

Pra depois ninguém dizer que o Bolinho da Pepa Preguiçosa não é bom...

O segredo mora nos ingredientes, quem já acompanha o blog sabe que sou muito adepta das comidas de verdade, detesto as coisas "tipo" ... tipo manteiga, tipo doce de leite, tipo chantilly... comigo é manteiga, manteigaaaa, chantilly ou é nata ou nada (óia, até rimou, rsrsrs) 

Mas é sério, tudo muda quando usamos produtos mais naturais . 

A receita do bolinho é coringa, tem manteiga e extrato de baunilha ( que se você não sabe como fazer, a gente te ensina aqui  e aqui , aproveita e te inscreve no canal !!!)

Com esse bolinho você pode fazer o cupcake que quiser, só mudando o recheio e a cobertura.


(mas pode comer assim, purinho... nhammm)

Bolinho de baunilha

1/2 xícara de manteiga em temperatura ambiente
1 xícara de açúcar
2 ovos 
1 colher de chá de extrato de baunilha
1/2 xícara de leite + 1/2 colher de sopa de suco de limão (deixe a mistura descansar por 20 minutos)
1 e 1/2 xícara de farinha de trigo peneirada
2 colheres de chá de fermento em pó

Bata a manteiga e o açúcar até ficar homogêneo (pode ser na mão, não precisa batedeira) adicione os dois ovos, o extrato de baunilha e misture bem.
Adicione a farinha e o leite alternadamente.
Acrescente o fermento e misture bem.
Coloque nas forminhas e asse até dourarem.

Deixe esfriar e reserve.

Pronto o bolinho, bora pra parte difícil, rsrsrsr


Sabe aquele doce de leite de responsabilidade que você tem no armário ? Essa é a hora de usar. Eu usei o Aviação (mas só use se for o pote de vidro, não me pergunte por que, mas ele é bom, o de pote plástico é ruim #prontofalei, rsrsrs)
Se não tiver , vale cozinhar a lata de leite condensado na panela de pressão por 40 minutos, deixar a lata esfriar totalmente e utilizar (não me abre essa lata quente, pelamor... )


Pique algumas bananas em cubinhos e coloque sobre o doce ...


Finalize com uma camada generosa de chantilly (eu uso nata, que é a mesma coisa) .

Gente, é bolinho de preguiçosa... mas o sabor é gourmet !!!

Faz ai e depois me conta. Esse não tem desculpa né ? É fácil demais sô !!


Bjus 1000


domingo, 14 de maio de 2017

Blog ? em pleno 2017 ? Quem ainda lê ?

Muita gente caro colega !! Outro dia encontrei uma pessoa que lia o Tacho... sério, até eu fiquei surpresa, porque sempre que escrevo aqui não me dou conta de que esse material pode percorrer o mundo... que muitas pessoas podem ler, se inspirar, aprender e ensinar através dos comentários .

Mas a pergunta do título desse post é muito pertinente quando a gente pensa em como as pessoas assimilam a informação.

Uma foto legal não precisa mais ser acompanhada de um texto bacana, o Instagram tá aí pra provar isso. É só tirar uma foto, postar e pronto ! Zilhões de curtidas em tempo recorde.

Quem mais para pra escrever um texto, contando a saga que foi por exemplo fazer aquele bolo maravilhoso da foto ?

Quem mais "perde" tempo lendo um post enorme, contando uma uma viagem, com o Youtube ai, mostrando em tempo real, com detalhes que talvez a escrita não reproduza (mas que também não faz a mente trabalhar pra criar aquela paisagem descrita com tanta clareza no texto )

Quem mais consegue ler um "textão" num blog, enquanto o Twitter tá ai pra contar tudo em 140 caracteres ?


Quem gosta de blog ! 

Para esses, assim como os livros que nunca perderam seus postos, os blogs são fonte de diversão, aprendizagem, conhecimento e principalmente identificação.

Quem gosta de blogs gosta de quem escreve . Se lê, é porque se identifica com o autor.


Se os blogs vão acabar ? 

Acho que não, é como dizer que a raça humana vai ser extinta. Como ? Se todo dia nasce um monte de bebê fofinho ?

Pode procurar, todo dia nasce também um monte de blog fofinho !!

Então se você tem vontade de criar um blog, crie ! Tem tanta ferramenta que facilita, tem tanta gente ensinando , eu indico os tutoriais da Elaine Gaspareto, que é a master diva desses assuntos. Depois de pronto é só sair escrevendo, deixando sua história pra posteridade. Deixando arquivos para que as próximas gerações conheçam o que era viver em 2017, rsrsrsrsrsrsrs


Bjus 1000 !!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo