quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Não leve multa.

Oi Girls and boys, Vi, escrevendo..

Queridas e queridos é tanta noticia ruim por ai, que a gente vai sentindo um esgotamento mental e físico.

E ainda pegamos uma gripe e nossa gatinha quase teve a perna devorada por um gato tubarão (veja o vídeo que gravamos aqui).



Então, fiquei pensando sobre o que vou falar com minhas amigas?

Porque não quero falar sobre desgraceiras politicas e artísticas.

Vamos falar sobre vagas de idosos em estacionamento.

Como existem muitas pessoas que não obedecem a legislação, e não respeitam as vagas destinadas a idosos e deficientes, agora nos supermercados, shoppings, farmácias e etc, quem estacionar na vaga reservada a essas pessoas vão ser multadas. 

O supermercado é obrigado a fiscalizar, pois se existir uma denúncia de negligência na fiscalização, o comércio também sera multado.



O supermercado aciona o Órgão da prefeitura para fazer a autuação.

E não basta ter mais de 60 anos para estacionar nas vagas, tem que ter o cartão do idoso.

No site da prefeitura tem informações como solicitar o cartão do idoso.

Mudando de assunto, por causa da gripe e da doença da Pitilica estou devendo algumas visitas, mas em breve vou tomar um "chá" no blog de vocês.

                                    Vou me despedindo de vocês
Obrigada pelo carinho e Atenção ..

 muitos beijos ..
Meu carinho para vocês:
Imagens: Pinterest

Tchau,Vi

domingo, 15 de outubro de 2017

Vida louca vida...

..., vida breve Já que eu não posso te levar Quero que você me leve Vida louca vida, vida imensa Ninguém vai nos perdoar Nosso crime não compensa Se ninguém olha quando você passa Você logo acha Eu tô carente, eu sou manchete popular Tô cansado de tanta babaquice, tanta caretice Dessa eterna falta do que falar Se ninguém olha quando você passa Você logo acha Que a vida voltou ao normal Aquela vida sem sentido, volta sem perigo É a mesma vida sempre igual Se ninguém olha quando você passa Você logo diz: "Palhaço!" Você acha que não está legal Corre todos os perigos, perde os sentidos Você passa mal
(Cazuza)

Não tem outro título para esse post que não esse..., depois de ver esse post no IG, fiquei tão chocada... como a nossa juventude ( e também vejo umas mulheres da minha idade ) estão obcecadas pelo corpo, fazendo maluquices e o pior disseminando como natural...

O importante é só ser magro ! Se a causa for um câncer ? Beleza ! Afinal vou ter uma barriga tanquinho.

( Fonte : Treta das Blogueiras)

Pode ser que eu esteja muito sensível esses dias, mas ainda assim,fico chocada com essa obsessão. 

Só quem já ficou doente, ou já teve um ente próximo internado em um hospital público sabe o quão importante é ter saúde.

Precisamos mudar nossos conceitos, ou vamos acabar com uma geração.

Além de ficarem ensandecidos em busca de um corpo "perfeito" que não existe, fazendo loucuras em academias, outro dia passei na frente de uma e um monte deles fazendo exercícios debaixo de um sol de mais de 40 graus... e não eram exercícios comuns, era quase um treinamento para o exército, ainda ingerem substâncias que com certeza trarão suas sequelas daqui alguns anos.

E o pior , mesmo se conseguirem alcançar esse corpo perfeito, a cada dia o sacrifício para mantê-lo exige cada vez mais e chega um momento que o corpo pede socorro.

Tristeza pelos nossos jovens. Tristeza porque viramos só isso. Só um corpo e nada mais !

Bjus 1000

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Que lembranças você tem da sua infância?

Oi Girls and boys, Vi, escrevendo..

Queridas e queridos vamos aproveitar que hoje é dia da criança, (aqui no Brasil) e comentar sobre nossas lembranças do tempo que nosso corpo era uma criança, estou frisando isso, porque o tempo passa, nosso corpo envelhece, mas muitas vezes estamos pensando e agindo como criança.

Aqui em casa não tínhamos condições financeiras para ter brinquedos industrializados, meu pai era funcionário publico federal em um tempo que os funcionários públicos não ganhavam super salários e que a maioria era honesta, portanto eramos pobres ( ou classe media baixa, como preferirem).


Devia ter um ano
 Então nossas brincadeiras era com aquilo que criávamos e          inventávamos ou as brincadeiras tradicionais como amarelinha, esconde-esconde, passa-anel e etc

Brincávamos de casinha, nosso fogão era um tijolo, nossas panelas umas latinhas, nossos filhinhos eram os cachorros ou os gatos.

Boneca eu ganhei uma quando era bem pequena e só brincava com ela no Natal e depois quando fiz nove anos ganhei uma Suzi.

Brincar com bola? só quando algum vizinho arrumava, no máximo podíamos brincar de peteca, porque podíamos "fabricar" as 
nossas.


Correndo no quintal, bem loirinha, tinha seis anos
Como aqui sempre teve árvores no quintal, subi muito em árvores (e continuo subindo em arvores graças a Deus), chupei muita jabuticaba, laranja-lima no pé, comi muita goiaba sentada lá no galho bem alto, acho que as frutas ficam mais saborosas quando você come elas assim, sentada em um galho da árvore, sentindo a brisa no rosto e o prazer de usufruir da natureza.

Pobre brinca muito com imaginário, por isso desde pequena me identifiquei com o livro do Monteiro Lobato, Reinações de Narizinho (ou Sitio do Pica Pau-Amarelo).

Também gostava do livro do Peter-Pan, o menino que não queria crescer, eu não queria crescer, sempre achei a vida muito dura.

Eu não fui uma criança arteira, mas minha mãe tinha um método educacional, ela avisava duas vezes, na terceira, era uma surra com espada de São Jorge, para isso tinha uma moita plantada debaixo da Jabuticabeira que eu conservo com carinho.


Na escola, oito anos
Conforme ela batia com as folhas dessa planta, ela ia se desfazendo e a gente ia ficando verdinho.. kkkkkkkk, era bem dolorido, a gente não gostava de apanhar, mas acho que tinha um capiroto instigando a gente fazer travessuras, a desobedecer.

Claro que só falei dos momentos bons, existem momentos de dor, angústia, tristeza, que são as perdas de quem a gente ama, as dificuldades financeiras, doenças e etc.

Hoje olhando meu passado posso compreender que sou hoje o que fui moldada na infância.

Observo que muitos adultos tem muitas angústias, medos, depressão, ausência de auto-estima por terem marcas profundas de algo que aconteceu na infância.

Fatos que talvez nunca venham ser externados em palavras, mas são revelados pelo comportamento, pelas atitudes agressivas e destrutivas.


E você, qual lembrança você tem da sua infância?

                                  Vou me despedindo de vocês
Obrigada pelo carinho e Atenção ..

 muitos beijos ..
Meu carinho para vocês:

Tchau,Vi

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Pequenos Delitos (livro)

Oi Girls and boys, Vi, escrevendo..

Queridas e queridos Pequenos Delitos é um livro que sempre estou lendo, ele e da Marta Medeiros, Feliz por nada, porque é um livro com varias historias curtas, crônicas, contos.

Aqui em casa lemos no banheiro, então esses livros ficam lá, e por isso são constantemente lidos.

O fato de um livro estar no banheiro aqui em casa não é demérito, pelo contrario, se o livro fosse chato lá não estaria.



Pequenos Delitos foi escrito por Walcyr Carrasco, um livro de 207 paginas de leitura fácil e agradável.

A descrição da editora:  

Um livro de crônicas que encanta, enternece, surpreende e diverte! Os textos de Walcyr Carrasco são retratos rápidos, fotografias instantâneas da metrópole e de seus personagens. Cada crônica é uma nova revelação: ou mostra facetas da vida despercebidas na correria de todos os dias ou coloca em palavras, pensamentos e sensações compartilhados silenciosamente por todos nós, homens e mulheres urbanos. Carrasco escreve em primeira pessoa. Falando de si, fala de todos ? e desperta a imediata simpatia do leitor. As crônicas são, antes de tudo, exercícios da arte sutil do equilíbrio: bem-humoradas e irônicas, não perdem a elegância delicada, não resvalam para a pieguice implacáveis na descrição dos costumes da sociedade brasileira, são também generosas, compreensivas, repletas de doçura e humanidade.

Espero que gostem. 



                                      Vou me despedindo de vocês
Obrigada pelo carinho e Atenção ..

 muitos beijos ..
Meu carinho para vocês:

Tchau,Vi


terça-feira, 3 de outubro de 2017

Espaguete de abobrinha e bolo de abobrinha ? What ??


Quem gosta de abobrinha já é freguês desse espaguete . 

Mas quando postei lá no IG , muita gente pensou que era uma massa de farinha de trigo com abobrinha... não gente, isso é só abobrinha mesmo, eu só usei aqueles cortadores de legumes bem Xing-ling, tipo esse :


E dá certinho. 

O negócio todo se resume a : lavar bem a abobrinha e no sentido do comprimento ir tirando o "espaguete ", o melhor é tirar só até chegar ao miolo, não usar toda a abobrinha, pois o miolo é muito macio e na hora de passar na água quente ele acaba derretendo.

Coloco uma panela com água e sal para ferver, e assim que ferver coloco sobre a abobrinha e deixo 3 minutos. Escorro e sirvo com o molho da preferência bem quente.

É gostoso ? Éééé... não é um espaguete da nona, mas é bonzinho, 
aqui quem gosta é a Virginia... eu ? dispenso, rsrsrsrs

Mas eu amooooooo, bolo de abobrinha, que inclusive já postei aqui no blog, mas vou repostar aqui de novo, porque né ? Eu goxxto , srrsrs.


Daí eu uso o miolo da abobrinha, que é bem macio e vai deixar esse bolo muito úmido e não vai dar "gosto" de abobrinha no bolo.


Chocolate Zucchini Cake

Ingredientes:

1 1/2 xícaras de abobrinha ralada
1 xícara de farinha de trigo comum
1/2 xícara de cacau em pó
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/4 colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
1/2 xícara de óleo de canola
1/2 xícara de açúcar
1/2 xícara de açúcar mascavo
2 ovos
1 colher (chá) de extrato de baunilha
3/4 de xícara de gotas de chocolate meio amargo

Modo de preparo:

Comece untando e enfarinhando uma forma de bolo inglês média. Ligue o forno a 180ºC e deixe-o aquecendo.
Na batedeira, despeje o óleo, os açúcares e a baunilha e bata até combiná-los. Acrescente os ovos e a abobrinha e bata mais.
Em outra tigela, peneire juntos a farinha, o cacau em pó, o sal, a canela, o bicarbonato e o fermento. Adicione lentamente os ingredientes secos à massa úmida, batendo até incorporá-los. Adicione então as gotas de chocolate, misturando-as manualmente com uma colher de pau.
Coloque na forma e leve para assar, faça o teste do palito... na receita original, diz que leva uma hora, o meu foi bem mais rápido...

Ele fica chocolático e bem saboroso, se eu sou você, faria !!

Bjus 1000 !!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo