sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Gente metida, apanha e mente!

Oi Girls and boys, Vi, escrevendo..

Queridas e queridos as vezes fico lembrando de historias da minha vida, e algumas merecem ser contadas, já contei algumas como das Tartarugas, da Dona Amarga, mas tem muito mais..

Então resolvi chamar essas historias da minha vida de "Causos da Vi".

E hoje vou contar um "Causo", de quando eu tinha uns nove anos..

Eu tinha uma vizinha (já falei dela), que tinha filhas mais ou menos da minha idade, uma delas já tinha uns doze anos e já era da "pá virada".

Hoje em dia as meninas começam a namorar cedo, mas há uns 40 anos atrás isso não era tão normal.

E essa menina (vamos chama-la de Moderninha), já tinha namorado muito, vivia nos bailinhos da vida, etc e tal.

Claro que chama-la de Moderninha é uma gentileza da minha parte, pois ela recebia outros adjetivos não tão lisonjeiros.


Mas não bastava ela ser moderninha, ela era "criativa", para não chama-la de mentirosa, vivia inventando historias, fazendo intrigas..

Fazia intriga  até entre o pai e a mãe dela.
Ela descobriu que o pai pulava a cerca, e ameaçou o pai, que se ele não levasse ela aos bailinhos, (ela era menor, só entrava acompanhada), ela contava tudo para mãe.

Ela gostava de parecer o que não era, ela era a ostentação em pessoa, só que era pobre.

Vivia inventando para as colegas que o pai tinha sitio, casa na praia, que fazia viagens e etc.


Um dia ela se envolveu com o namorado de uma amiga, e claro, isso não ficou barato, ela levou uma surra, ficou toda marcada.

O corpo ela escondeu as marcas da surra com roupas, mas no rosto não tinha jeito.

Mas isso não foi problema para ela, pois ela contou para todo mundo, que escorregou e que bateu com a cara na quina da porta da Brasilia do pai dela.



O pai dela não tinha Brasilia, alias ele só veio ter um veiculo quando se aposentou, mais de 30 anos depois desse fato.

Brasilia, era um veiculo que tinha acabado de ser lançado no mercado nacional, era um veiculo extremamente caro para os  padrões de vida que nos tínhamos, dizer que tinha uma Brasilia, era como dizer: sou rica.

O problema da Moderninha é que o mal dela era hereditário, pois a mãe dela também tinha "mania de grandeza", além de mentir, vivia dando calote nos outros, comprava e não pagava.

Vivia exibindo as roupas novas, o tapete novo, o fogão novo e etc, e se escondendo dos cobradores.

E você conhece muitas pessoas que gostam de ostentar o que não é?
De contar lorotas? compram e não pagam?

Vou me despedindo de vocês
Obrigada pelo carinho e atenção..
 muitos beijos..
Meu carinho para vocês:
Tchau,Vi

24 comentários:

  1. Oi Vi!
    Fala sério! Quem não conhece alguém assim, né?! (capaz que a "Moderninha" não conheça. Ela não deve conhecer "gentinha"! kkkk)
    Ótima história, boa pra gente aprender o quanto é feio fazer determinadas coisas. Boa pra não esquecer!
    Beijos e um lindo dia para você,
    Cris

    ResponderExcluir
  2. oi Vi querida! Desculpe minha ausência, mas tive alguns problemas familiares e não tive nem animo de fazer nenhuma visita! Mas estou bem melhor e vamos ao que interessa. Olha sinceramente , nunca conheci alguém assim, muito mentirosa, conheci uns tipos assim, muito dados aos escândalos! Eheh! Mas não tinha amizade, só ouvia os comentários soltos e pra quem quisesse ouvir! Mas acho que eles emendaram, pois não ouvi falar mais nada!kkkk
    Amiga querida um beijo carinhoso pra você e pra Pepa!
    bjssssssssssss
    Nina

    ResponderExcluir
  3. Putz,Vi! Tá cheio de gente assim. Come m...e arrota caviar! Pobres de espírito, coitados! Teu causo bem contado! bjs, lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  4. Oi adorei o causo eu também conheço gente assim mas graças a Deus estão bem longe de mim hoje em dia beijos Eliane Lima

    ResponderExcluir
  5. Acho que todo mundo já teve uma vizinha assim, não é mesmo? Ô coitada! Será que hoje ela tem uma brasília amarela? Bjs

    ResponderExcluir
  6. Sempre tem uma Moderninha por aí,com alguns ou todos esses adjetivos,né???Eu me entristeço com essa cultura da ostentação que rola forte hoje em dia...pra mim é uma bola de ferro no pé...é tão libertador ser a gente mesmo,não acha???

    ResponderExcluir
  7. Olha infelizmente conheço sim, e o pior de tudo e a cara de pau dessas pessoas né...kkkkk

    bjs

    ResponderExcluir
  8. OI, Vi
    Tem muitas pessoas por ai com este perfil de ostentação rsrsrs Adorei a história e ela é bem atual!!Vamos ser nós mesmo...

    bjokas, Sheyla.

    ResponderExcluir
  9. Olá Vi,
    Infelizmente, existem muitas pessoas assim...
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Vi, adoro seus causos!
    Eu conheço uma pessoa assim, lamento muito por ela. Algumas pessoas têm necessidade em se mostrar ao mundo com uma realidade que não condiz com a que vive. Tentar ajudar é difícil, porque normalmente são maldosas, como no caso de sua vizinha, então a gente acaba se sentindo impotente diante dos fatos, nos resta apenas pedir para que um dia seus olhos realmente enxerguem o real sentido de se viver e que consigam entender que as únicas coisas que levamos desta vida são os sentimentos, sejam ruins ou bons.
    Mas enfim...vamos vivendo e aprendendo a cada dia e nos esforçando para convivermos bem uns com os outros!
    Beijos Vi! Beijos Pepa! Adoro vocês meninas, não sabem o quanto!!! :) :)

    ResponderExcluir
  11. No meu tempo de criança não lembro de nada parecido.
    Mas agora mais velha conheço várias.
    São pessoas dignas de pena.
    Gostei desse caso, mas não sabes o que aconteceu com ela agora na fase adulta e honesta?kkkk
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Ixxxxiiiiiiiiiiiiiii gente ostentação é o que não falta....Mas voltando à história da Brasília, meu pai teve uma (mas na época que ele teve já era carro de pobre). A dita era azul calcinha, sabe qual é?...kkkk Pois é. E para piorar as coisas, bati a desgraçada várias vezes. E amassava pra caramba, enferrujava, pois era de lata, lata, não de plástico como são todos os carros de hoje em dia. Pois é, acabei eu contando um causo da Maristela. Bjs Vi.

    ResponderExcluir
  13. Oi queridas

    Adorei a história verdadeira da Moderninha. E como tem Moderninhas, né?

    beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  14. En todos los lugares hay personas que quieren ostentar y parecer lo que no es , siempre es bueno ser sencillo y auténtico

    ResponderExcluir
  15. Olá, Irmãs! É sabido que o tempo passa inexorável, com sua cadência própria, alheio a tanta coisa medíocre. Aproveito o ensejo e convida-ás para conhecer meu blog: www.gravatacombatom.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá Vi!
    Nossa estou rindo até...tem coisas que não mudam né?! E sempre tem e sempre terá pessoas assim, rsrsrs...
    Lindo Fim de semana para vcs duas!

    Um super bjo!

    Alê- Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  17. Oi Vi,

    Ah... ri muito! E claro me lembre de muita gente assim, eu tinha duas amigas que agiam dessa forma, parece que disputavam pra ver quem tinha mais que a outra... eu não falava nada só observava as duas mentirem, que coisa feia...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Meninas, moro em cidade pequena e...trabalho no Fórum.
    Vcs não imaginam o que vejo de gente montada num carrão e já tô sabendo que tem mandado de busca e apreensão expedido, por falta de pagamento, só esperando o juiz assinar, pra fulano ter que descer do salto, ou melhor, do carro.
    E os que ficam ostentando no Face, mostrando festas, jantares e viagens e eu tendo que assinar "carta convite" (intimação) pra ir pagar a dívida...abafa!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Vi,
    Com certeza todas nós conhecemos uma pessoa assim. E eu detesto gente assim, pra que isso né? Mentira é feio demais. E essa de ostentar sem ter, pior ainda! Tenho é nojo de gente assim!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  20. Vi querida,
    Nós rimos prá valer e acredito que o nosso figado ficou desopilado kkkkkkk.Acredito que todo
    mundo conhece, o pior é a pessoa mentirosa,essa tem que correr as léguas.Amiga,continue
    contando os causos,vc é muito pitoresca!Um abençoado final de semana.
    Grande beijo

    ResponderExcluir
  21. Oi Vi
    Fala sério! acho que todas nós conhecemos ou já conhecíamos no passado uma pá de "moderninhas" desse naipe.
    Boa história...kkkk

    Bjo amiga

    ResponderExcluir
  22. Atire a primeira pedra quem nunca conheceu uma família assim!
    Nos "velhos tempos" e atualmente também.
    Pior é que todo mundo sabe das mentiras e ri muito.
    Vi querida, adoro seus "causos". Conte sempre rsrsrs
    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Oi, Vi, eu gostei dos seus "causos" desde o primeiro que li. Continue a rememora-los e a conta-los pra nós. Depois que o tempo passa, tudo fica divertido, não é?
    Abraço!

    ResponderExcluir
  24. Sempre haverão "moderninhas" por aí, rsrs...O tempo passa elas evoluem também...Lembra do caso do "filho do dono da Gol"? Andou de helicóptero, se hospedou em hotéis estrelados, frequentou a alta sociedade...Nesses dias, vi um depoimento dele, contando que os ricos o mimavam porque pensavam que ele tinha muita grana...Deduzo que os iguais se atraem, onde tem ostentação, frequentam os "moderninhos", rsrs...
    Adoro causos, desde pequena!
    Beijinhos, Ana

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo