quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Dois pesos e duas medidas.

Oi Girls and boys, Vi, escrevendo..

Queridas e queridos, reclamamos muito da justiça brasileira, e muitas vezes, com razão..

Mas nós, sabemos ser justos?

Sabemos ser imparciais?

Sabemos ser coerentes?


É fácil ser "justo" com o filho do vizinho, com o colega de trabalho, com o desconhecido..

Mas quando se trata, do nosso filho, do amor da nossa vida, do amigo, do nosso "ídolo",  de nos mesmos.. 

Ai, a porca"torce o rabo", porque a justiça fica tendenciosa, fica parcial, fica incoerente (atitude diferente do discurso).

Tinha uma vizinha que a filha de todo mundo era prostituta (ela falava aquela outra palavra com P), mas as filhas delas, que eram mais rodadas que odômetro* de taxista', eram santas..
(*Odômetro é aquele instrumento no painel dos veículos que marca a quilometragem rodada)



E não é porque ela não via o que as filhas faziam, mas porque a balança dela tinha dois pesos e duas medidas..

Elas podiam tudo, as outras moças, não podiam nada..

Infelizmente estamos vivendo esse novo padrão ético e moral..

Tanto que certos políticos, se dizem inocentes dos mesmos crimes, que acusam  e acusaram seus colegas de terem cometido..


Já observei, diversas vezes, em redes sociais, pessoas criticando certas atitudes das outras, e após alguns dias essa pessoa estava lá, fazendo a mesma coisa que criticou..

Tipo: a Beltrana faz criticas horríveis da Fulana, que estava se lamentando por seus problemas.. depois de uns dias, a Beltrana que criticou a Fulana, estava lá, fazendo mimimi, choramingando, igualzinho a Fulana..

Já observei pessoas defendendo o indefensável, por que ela admira a pessoa que cometeu um erro, ou um delito..

Tipo: Beltrana gosta muito daquele ator que estava dirigindo depois de tomar algumas cervejas, e quando parado pela policia, se nega fazer teste do bafômetro..
Então a Beltrana defende o ator, com unhas e dentes, diz que ele não tinha mesmo que fazer o teste, que o policial é truculento e etc..


E chegam a levantar calunia de alguém que elas não "vão com a cara"..

Tipo: divulgar informações falsas sobre pessoas que não gostam, como se fossem verdades absolutas.

São essas atitudes que fazem as pessoas caírem no meu conceito..

Eu não observo se a pessoa é rica ou pobre, se é letrada ou inculta, se é bonita ou feia, magra ou gorda..

Eu observo atentamente o caráter da pessoa, e quando digo atentamente, é atentamente mesmo..


Nunca fui na casa de alguém, fiquei reparando se estava tudo limpinho, organizado, e etc.. porque para mim, isso não tem valor nenhum..

A pessoa pode ter mania de limpeza, mania de organização, mas ser um tremendo mau caráter..

Eu observo as atitudes da pessoa, o que ela fala, o que ela faz em relação aos outros, eu observo o conteúdo da pessoa..

Sei que estou na contra-mão do atual conceito ético e moral da nossa sociedade..

Pois na nossa sociedade, só tem valor quem é rico, bonito, jovem, magro, e  esteja "bem relacionado" com pessoas influentes, (mesmo que essa pessoa influente seja um criminoso)..


Vou me despedindo de vocês 
PS: obrigada pelo carinho no post que fiz sobre a Tuica, vocês são lindas.
Obrigada pelo carinho e atenção..
 muitos beijos..
Meu carinho para vocês:
 Tchau,Vi

30 comentários:

  1. adorei o post, é bem assim mesmo, apontar o dedo é muito facil mas ser apontado aff... bjs amigas lindo dia!

    ResponderExcluir
  2. Será que preciso dizer mais alguma coisa??? Você falou tudo...

    Teu texto está perfeito.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente com suas palavras, temos que dar valor ao que tem valor e Caráter é, na minha opnião, o que se pode ter de maior valor na vida, ninguém te tira isso, nunca!!!
    E nunca devemos julgar ninguém!!!

    "O homem é dono do que cala e escravo do que fala."

    "Quando Pedro me fala sobre Paulo, sei mais de Pedro que de Paulo."

    Sigmund Freud
    Mil Beijos!!!
    Helen P.
    Obs: ( Coloquei Helen P. , lembrei do "P" ... que a mulher chamava as meninas, quase morri de rir, hahahahaha)

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde Vi!!!
    Boa tarde Pepa!!!
    Acabei de ler o texto e é por isso que gosto de vir sempre por aqui. Quando vocês resolvem "colocar a boca no trombone" sempre tem razão no que falam/escrevem. Confesso que não sou perfeita, mas estou em busca de melhorar a cada dia.
    Agora, quanto a beleza...melhor nem comentar...(risos) não estou lá essas coisas por estes meses....rsrsrs
    Tenham um dia feliz e abençoado!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  5. Pessoas são mesmo coisinhas difíceis! Muito difíceis! Adorei o texto. Acho que sou meio alienada nesse mundo virtual porque só encontro pessoas maravilhosas como você e a Pepa. Ou sou protegida pelos anjos. Obrigada pelas flores. São sempre lindas. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Vi! Também estou sempre na contra-mão...Contava minha mãe uma história, que a Fulana proclamava aos quatro ventos: Minha filha casou bem! Marido faz todas as vontades, leva café na cama...Já o filho, coitado! Casou com uma fulaninha que quer café na cama e é cheia de vontades...Esses dois pesos são velhos, só muito mais valorizados atualmente...Ando me sentindo tão estrangeira ultimamente, aff...
    Beijinhos doces pra você, minha querida amiga, sempre tão ética!
    Ana

    ResponderExcluir
  7. oi Vi, certa vez, quando eu tinha uns 12 anos, o diretor da minha escola disse para mim e para outras duas amigas que deveríamos "ser e parecer", não bastava apenas "parecer", tudo isso porque éramos consideradas as alunas exemplares, mas havíamos rabiscado nossas carteiras. E este post me lembrou dessa passagem.
    bjk

    ResponderExcluir
  8. Vi,
    Também não gosto de ficar "metendo" o pau nos outros, pois posso muito bem estar fazendo o mesmo daqui a algumas horas. Então é melhor eu ficar na minha. Melhor não julgar. Ou melhor, não comentar o que a outra faz e criticar. A lingua, ah essa lingua!!! Como a gente acaba mordendo....rsrs... Por isso melhor ficar quietinha!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  9. No face vemos sempre isso,as vezes dá vontade de sair de lá por causa de coisas assim. É gente pedindo respeito e desrespeitando as outras...e por aí vai. Beijos Vi.

    ResponderExcluir
  10. Eu me cobro muito Vi...
    Procuro seguir a linha.
    Mas confesso que ás vezes saio do tom.
    Sou totalmente contra propina...mas já fui obrigada a pagar..por isso tenho me calado para meter o pau nos politicos, por que de uma certa forma (tá bem menor) sou igual....rss.
    Eu também observo pra caramba...chego a ser chata...
    Daí que eu costumo falar que só sei como vou reagir a determinada ação quando ela ocorrer...rs
    Por que falar é bonito...fácil....mas fazer meu bem....não é fácil não.
    Já cheguei a estar defendendo minha posição para minha mãe (sempre com ela) de alguma situação como se eu não fizesse aquilo de forma algum e vir na hora na minha mente algo que agi que em proporção menor ou não eu também fiz de errado.
    Então...tenho procurado cala-te boca...por que só algo que eu não faça nunca eu posso dizer.
    Por exemplo...não roubo.
    Não desejo o mal de ninguém...rs...ou como diz a música...não desejamos mal a quase ninguém..rs
    Não reparo na vida alheia...mesmoooooo...
    Enfim...tem coisinhas que posso dizer, já outras...cala-te boca.
    Beijos Vi.

    ResponderExcluir
  11. ótimo texto!!! Sabe, eu penso que a maior dificuldade que temos em sermos equilibrados (ou justos, para usar o termo do texto) é que a gente não consegue tomar a distância necessária para isso. A gente está envolvido e vê de um ângulo que nem sempre é o que os outros veem. Algumas pessoas que eu admirava antes, hoje me causam ojeriza. Foi necessário um afastamento para que eu percebesse o que eles faziam e que era nocivo para mim. O tempo e a distância podem apagar memórias, mas também podem nos fazer ver melhor.
    beijoooo

    ResponderExcluir
  12. Tem uma frase de Philemon, que levo sempre comigo, na alma:
    "Julgar os outros é perigoso. Não tanto pelos erros que podemos cometer a respeito deles, mas pelo que podemos revelar a respeito de nós."
    E vc disse tudo, Vi. Tem muito "sujo" falando do "mal lavado" por aí. Com a internet, as coisas só pioraram neste sentido, onde todo mundo de acha o dono da verdade.
    Bjns
    :)

    ResponderExcluir
  13. Oi Vi...........saudade de andar por aqui, mas estava literalmente de férias.

    Pois é, quando bate no nosso quintal, como voce disse ! a porca torce o rabo.

    Bem o que conta é o caráter da pessoas o resto é consequência.

    Manda um bj pra Pepa.

    Bjks pra você.

    Sonia

    ResponderExcluir
  14. Oi Vi !

    Não acho que você esteja na contra mão...os outros é que estão fora de centro! Acho importante termos, convicções, caráter, acho que essas coisas trazemos de criança, da educação que recebemos, nossa formação. E é uma pena que muitas pessoas não dêem mais valor...
    Adorei o post.

    beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  15. Muy buen post amiga que tenga un óptimo fin de semana

    ResponderExcluir
  16. Oi Vi! Somos uma metamorfose ambulante. Ás vezes para mudarmos precisamos de um incentivo, que seja um tapa na cara. Lendo o texto lembrei de coisas que fiz ou disse e que hoje não faria novamente. Gosto de pensar que estou melhor hoje. Nada me incomoda mais que carregar comigo um pedido de desculpas que não disse. Somos impregnados de preconceitos e o negamos a todo o momento. Quando alguém se expõe acompanhamos quase sem querer, liberamos os demoninhos porque o grupo nos suporta. Mas quando o outro "ataca" nossas bases protestamos veementemente. Se lermos atentamente só mudam as causas porque é texto o mesmo. Muito obrigada por essa oportunidade de reflexão. Bjim!

    ResponderExcluir
  17. Oi Vi,
    É aquilo do quadrado, cada um no seu.
    Julgar é mole.
    Você não está na contra mão, está do lado certo de quem sabe viver, sem julgar pelas coisas aparentes, e sim dando valor ao que são.
    Tem muita gente que tenta colocar roupa bonita no caráter, mas não 'cai bem' ,
    Vou andar na contra mão, os meus valores eu não mudo.
    bjs
    Ótimo finde pra vocês!

    ResponderExcluir
  18. Ufa...que post oportuno, hem? Mandou bem, Vi! Concordo plenamente. E é impressionante como a gente observa isto entre as pessoas "comuns", se repetindo... Abraço e ótimo findi pra vocês!

    ResponderExcluir
  19. Oi Vi gostei muito do seu post, aliás gosto muito de tudo que vc escreve, sempre com muita sabedoria.
    Aqui onde moro a cidade é pequena e todo mundo conhece todo mundo, não sei até que ponto isso é bom, é tal de falar da vida alheia que não tem jeito, igual macaco que senta em cima do rabo e fala do outro...rsrsrsrs...é um ditado mineiro viu!!!! E tem muito disso de julgar os outros e quando a coisa vira pro seu lado aí muda completamente o julgamento. Só sei que sempre eduquei meus filhos para fazer sempre o bem e nunca se conformar com as coisas que a sociedade impõe e que antes de falar de alguém se colocar no lugar dela pra ver se o julgamento seria o mesmo, bom fiz e faço assim pensando ser o certo, espero que esteja fazendo a diferença nesse mundo.
    Bjos pra vc e pra Pepa.
    Fiquem com Deus,
    Marlene

    ResponderExcluir
  20. Oi Vi, muito bom e pertinente o seu texto!,
    É isso, somos movidos por paixão ou ódio, falta consistência, falta ética e coerência!
    Muitas vezes vemos algo com o olhar que o outro não vê, é o caso de respeitarmos e não pesar com medidas injustas.
    Adorei e vou compartilhar no Face, quanto mais as pessoas pensarem sobre isso, melhor para a convivência em geral.

    Ótimo fim de semana para vocês, beijos!!

    ResponderExcluir
  21. OI Vi
    Ótimo texto.
    As vezes vejo tantas frases por aí e algumas delas as vezes guardo, pois são oportunas para os acontecimentos e situações da rotina.
    Vi essa num salão de beleza...rsr:
    Você tem que se acostumar a ser julgado pela a sua aparência, afinal de contas seu caráter não está estampado na sua testa.
    É exatamente o que falou as aparências..
    ,....se está com a unha sem fazer e cabelo sem estar escovado a pessoa já te julga que não tem dinheiro ou é mesmo desleixada...
    Imediatamente o julgamento vem firme forte e acaba com a auto-estima da pessoa.
    Ninguém pensa que aquela pessoa poderia ter usado o dinheiro do salão para alguma doação, ou matar a fome de alguém., naquele momento?...
    Tô contando esse exemplo, porque eu vi a história acontecer na minha frente.
    E quando a pessoa que julgou soube da história perdeu o rumo, a cara caiu no chão e as máscaras tbm.
    Julgamento é coisa séria. Devemos sempre nos policiar, inclusive os pensamentos, pois qdo. ele começa a fazer o caminho da língua já é tarde....Frase da minha saudosa avó.
    Espero que a contra mão perdure, pois estou nela. tbm.

    bjs e ótima tarde
    Paty

    ResponderExcluir
  22. Oi, Vi!
    Estamos em sintonia, pois falamos do mesmo assunto. Caráter não se compra na esquina, ele vem de berço. Muito se aprende dentro de casa, como é o caso da sua vizinha que tem dois pesos e duas medidas. Quem sabe ela está de olho na concorrência? (rs*) Muitos dão desculpas, pelos tempos difíceis e que muito do que acontece atualmente é por causa da sobrevivência, mas no passado, vivia-se com bem menos e todos eram mais completos e felizes.
    Beijus,

    ResponderExcluir
  23. É, Vi, eu nem gosto dessa expressão "não vou com a cara", pois na verdade quem diz isso nem conhece direito a pessoa a quem se refere. Infelizmente, quem tem caráter nada mesmo contra a corrente no mundo em que vivemos. NO mundo, mas não DO mundo, no mundo, mas livres do mal.
    Abraço!
    P.S.: Vc e a Pepa estão lindas na foto que apresenta quem faz o blog!

    ResponderExcluir
  24. É Vi, é um assunto muito delicado, só se conhece realmente uma pessoa, quando se convive e, mesmo assim, o lobo só mostra a cara, quando lhe convém. O que mais vemos são os políticos que dançam conforme a música, por pura conveniência. Mau caráter, hoje, é letrado, formado e especializado em golpes. ~´E muito triste, abraços carinhosos Maria Teresa

    ResponderExcluir
  25. Vi querida, você não está só. Também sou assim, igual a você. posso passar a tarde, o dia inteiro com uma pessoa que no final não vou te saber dizer o que ela estava vestindo ou calçando. Isso pra mim não vale nada. Sou tão "coió" que quando vou em shoppings muito caros e ditos "chiques", me sinto mal, mas mal mesmo. Mas ó, pode me convidar para ir na 25 que lá eu não passo mal não....kkkk. você é maravilhosa. Bjs

    ResponderExcluir
  26. Vi
    se você está na contra mão, eu quero andar junto! rsrs. também penso assim .
    Eu quando adolescente sempre fui gordinha, balofinha, etc
    Agora sou uma senhora, gorda , balofa e velha. Nesse país de rótulos. onde pessoas dizem: você tem um rosto até bonitinho, por que não emagrece? (...)
    Pra mim, não importa se são gordos, magros, ricos ou pobres.
    Mas sempre tem alguém preocupado com minha gordura, rsrs Foi a vida toda assim
    No blog, aparece a minha foto de rosto. Mas eu logo aviso, sou gorda, (peituda, rs) mas sou dona de um carinho e de um caráter que você só saberá quando me conhecer de verdade.
    É isso, Nada de pre julgamentos. Podemos ter opiniões , mas sair atirando sem saber para onde, corre o risco do tiro sair pela culatra.

    beijo Zizi

    ResponderExcluir
  27. Oi, Vi,

    Desde que anunciaram este post no FB, eu percebi que teria de lê-lo, mas só agora pude vir aqui, rsrs. Pessoalmente eu acho que há uma tremenda crise moral no mundo hoje. Pela História das civilizações a gente percebe que o mundo nunca foi um lugar fácil, mas de vez em quando parece que os comportamentos irregulares sobrepujam tudo, chegando mesmo às raias do absurdo, até que acontece alguma coisa que faz com que as pessoas voltem a refletir no que seria o comportamento ideal, passando eventualmente a adotá-lo. Eu não me iludo, sei que nenhum de nós é perfeito, porém, acho que quando a gente se sente tolhida até para agir com equilíbrio e sensatez, em certos meios, a coisa já está passando dos limites. Mas o fato é que ninguém ganha com a desonestidade. O desonesto aparentemente ganha alguma coisa, no momento, mas em seguida ele é confrontado com as consequências dos próprios atos. O mundo é um lugar curioso, porque é um verdadeiro caos, mas é como se houvesse uma força invisível trabalhando incessantemente para organizar o caos. A gente vê esta força justamente quando acontece a ação reflexa, como consequência dos atos de cada um.
    Outra coisa curiosa é a Internet, pois aqui lidamos com pessoas que não vemos, mas que se revelam de modo até mais profundo do que em certos círculos de convívio, não é verdade? rsrs. Gostei muito da sua reflexão e hoje mesmo pensei nesse assunto. E isso porque me lembrei da frase do Dalai Lama: "Não deixe que o comportamento dos outros tire a sua paz", mas está difícil não se deixar afetar por certos comportamentos, rsrs.

    Um beijo, bom domingo e boa semana, pra você e a Lia!

    ResponderExcluir
  28. Olá!!!
    Posso te fazer companhia? Também estou na contra-mão e, concordo com o que você disse.
    E, ainda faço coro a colega Maristela, não me sinto bem em locais muito "chiques", me incomoda e muito, rsr
    Tenham um ótimo domingo e uma semana muito abençoada.
    beijos

    ResponderExcluir
  29. Olá queridas!
    Excelente tema que traz muitas abordagens, gostei! :)
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir
  30. Olá queridas!
    Excelente tema que traz muitas abordagens, gostei! :)
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo