quinta-feira, 6 de abril de 2017

Mão boba.

Oi Girls and boys, Vi, escrevendo..

Queridas e queridos vamos comentar sobre o assunto do momento, o ator que surtou e "bulinou" com a funcionária da mesma empresa que ele trabalha.
Foto: pinterest1
O que leva uma pessoa a fazer o que ele fez, vejamos, ele é casado, pai, e estava no ambiente de trabalho, será que resolveu arriscar tudo por acreditar na impunidade, por acreditar que ninguém daria atenção para uma simples funcionária, sem a mesma influência que ele?
Foto: Pinterest2
As pessoas quando detêm algum tipo de poder começam acreditar que estão acima do bem e do mal, e que podem fazer tudo que seus instintos determinarem.
Em muitos casos, esse tipo de violência, o prazer nem está no sexo, mas no fato de poder humilhar, desmerecer, desqualificar a outra pessoa.
Foto: taringa.net
Depois do episódio chocante, depois do ator negar, ele resolveu assumir seu erro.
Eu li a carta com pedidos de desculpas.
E achei interessante esse trecho: "Tristemente, sou sim fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas. Não podem. Não são". Fonte O globo

Foto: Youtube
Achei um absurdo o ator culpar sua geração, conheço muitas pessoas da geração desse senhor que nunca fariam tal coisa, trabalhei com muitos homens, aliás no exercício da minha profissão eu só trabalhava com homens, e muitos eram da mesma geração desse ator e  nunca vi eles se comportando de tal maneira.

Pessoas normais procuram dominar seus instintos.
Afirmar que uma geração é machista e tarada é disseminar o preconceito.

Ele errou, deveria procurar um psiquiatra, um psicologo, se tratar, assumir seu erro individualmente, não querer enrolar todos homens com mais de 60 anos nesse comportamento doentio.

                                 Vou me despedindo de vocês
Obrigada pelo carinho e Atenção ..
 muitos beijos ..
Meu carinho para vocês:
Foto: Pinterest

Tchau,Vi




6 comentários:

  1. Isso é o fim da picada! Atitudes idiotas, imbecis e merece o nosso desprezo e nojo! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Vi, ridículo da parte dele querer responsabilizar uma geração inteira, ou seja, quer repartir a culpa... é um doente.
    bjk

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente foi um carta meio que comprada para dar o efeito de desculpa. Não acho que ele realmente escreveu, mas se tal o fez foi apenas para dar uma satisfação e não para realmente se desculpar. Jogar a culpa na educação é absurdo. Duvido que a mãe dele concorde com o que ele fez, duvido até que o tenha ensinado assim. Vamos continuar unidas e de olho para que nunca mais coisas assim voltem a acontecer, e que, caso aconteça, a vitima tenha coragem de denunciar na hora. Deixar passar o tempo esfria um pouco a culpa do outro. Vamos denunciar sempre, na hora. E não tenham medo de dar um tabefe no patife que fizer isso.

    ResponderExcluir
  4. Desculpas, balelas, papo furado...duvido que se arrependeu, homens assim só merecem desprezo.
    E ainda culpa a geração,animal? Isso sim é da índole machista dele.
    Espero que tenha aprendido a lição.

    Nojo de homens assim.

    abraço

    ResponderExcluir
  5. Duvideodó desse arrependimento.Não assumiu nem a culpa, que não tem desculpa...Ainda falta muito para a mudança de mentalidade desses machões machistas, infelizmente.
    Beijocas, querida!
    Ana

    ResponderExcluir
  6. Oi Vi! Penso que sempre houve e haverá cafajestes que não sabem ouvir um NÃO. Vejo meninos jovenzinhos postando cada coisa machista que me assusta.
    Esses homens garanhões na mocidade, quando chegam na 3ª idade continuam a se achar o tal e esquecem que já não são tão "apetitosos" para seus alvos...O que era conquista se torna uma presa.
    Bom final de semana, beijos!

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo