segunda-feira, 20 de abril de 2015

Ai que carooooo ...

Ô frasezinha "duzinfernu" pra quem produz artesanato no Brasil né ?

Eu falo no Brasil, porque é aqui que nasci e vivo...

Outro dia recebi um email que dizia :

"Achei bonitas as suas bonecas, mas está um pouco caro...
 você  faz um desconto se eu comprar três  ? "

Porque será que as pessoas quando vêem o artesanato pensam que se for em maior quantidade o preço tem que diminuir ?

Será que elas pensam que  uma peça é feita pelo artesão e as outras pelas "fadinhas costureiras que trabalham de graça" ?

Em um outro email uma pessoa perguntou :

" Quero cinco bonecas iguais a essas (e mandou a foto) só que com 20 cm. "

Mandei a resposta, junto com o preço, e a pessoa :

"nossa, mas ela tem metade do tamanho original, custa a mesma coisa ?"

Tá certinho amigahhhh... diminui o tamanho, mas o trabalho aumenta... pense costurar minúsculas peças ...

Mas tentar explicar isso para quem não valoriza artesanato é meio que perder tempo... que é uma coisa que a gente não tem muito " né mesmo " ?

Só quem cria , sabe o tempo que leva para que o produto final fique pronto. 

Temos dois tipos de pessoas que buscam o artesanato, a que valoriza o "único", o "exclusivo" e aquela que acha que "se é feito a mão" tem que ser mais barato.

Eu pensava que só eu passava por esses emails sem noção, mas hoje encontrei com a Marion do Criações em Família e como empreendedoras (ela, bem mais do que eu, srrs) conversamos bastante  a esse respeito... e vimos o quanto é necessário que quem produz, valorize seu trabalho.

Eu sei que ás vezes no afã de vender, "fazer uma dinheirinha" nos rendemos aos pedidos sem noção de certos clientes... 

Eu aprendi com minha mãe que  "quanto mais abaixamos mais o @#$% aparece"... e é assim mesmo, você faz um ajustezinho aqui, outro ali e de repente está trabalhando de graça e o pior se sentindo desvalorizado.

Para que algo seja valorizado, você tem que dar o valor merecido. Se você acha que seu trabalho de noites á fio vale uma merreca, quem vai valorizar ?

Quando abri a caixinha que Marion trouxe pra gente, babei ...

Quando você pega um produto como esse, de acabamento perfeito e que pode ser guardado para gerações futuras, tem como comparar com aquele feito em série que não vai durar até o próximo feriado ? 


É artesanal, é arte...


E por incrível que pareça, eu que não sou chegada em pinturas assim, tô doidinha pra pintar essas matrioscas... sabe comichão ?? Então, tô tendo, srrsrs

 

O mais top da Criações prá mim é essa preocupação em explicar como tudo é feito, desde a idéia até a criação, tipo obra de arte mesmo...

Marion e toda equipe do Criações são o exemplo de artesãos que valorizam seus produtos, valorizam seu trabalho.

É fácil chegar nesse patamar ? Não é fácil... principalmente se você lidar com muitas pessoas que tem o péssimo hábito de dizer que seu trabalho é caro !

Mas como lidar com tais "pessoas" ??... amoooor, você não tem que lidar !!!

É seu trabalho ? Seu preço é justo ? Pronto !!

Você não tem que desmerecer seu trabalho porque alguém quer ter um trabalho de primeira pelo preço que ele acha que vale...

Quem coloca o preço é você !! Compra quem quer !

Artesanato, arte, não é remédio nem comida, portanto eu não tenho peninha quando as pessoas choramingam precinhos mais camaradas. Geralmente, quem chora muito é quem menos precisa de desconto !

O artesanato precisa ser valorizado, principalmente por quem faz artesanato !!!

Agora me conta, você que faz artesanato já recebeu emails sem noção assim ?

Se te contar cada um que recebo, você ia ficar impressionado, srrsrsrsrs

Bjus 1000 e uma semana linda para todos








29 comentários:

  1. Oi Pepa!

    Antigamente eu também dizia essa frase...até conhecer um monte de artesãs! Com o blog conheci lindos e valorosos trabalhos, sei o quanto vocês "ralam" para fazer um produto único e bonito.
    Muito fofo o "kit de pintura".

    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  2. Êeeeeeh, mas isso que é energia...caminhar pela loucura da 25 e depois ainda conseguir fazer um post cheio de verdades! Isso gurias, nós ainda vamos fazer muuuuitoooo artesanato e fazer valer. Será sonho de consumo de muita gente!!!! Beijão gurias - espero chegar em casa com energia amanhã. Nesse menti tô de pernas pro ar, curtindo os sobrinhos! Bjooooo pras duas! E, Virgínia, obrigada por acompanhar - e desculpa pela esperadinha na esquina, com as sacolas! Fico devendo essa!

    ResponderExcluir
  3. Oi meninasssss!
    Eu não faço artesanato, mas se tem uma coisa que aprendi desde cedo, foi valorizar o trabalho das pessoas. Aliás, eu faço uns biquinhos nos meus panos de prato e sei que me dão um trabalho danando. Vocês precisam ver os biquinhos kkkkkkk
    Parabéns pelo post!
    Bjssss queridas e uma semana linda e abençoada p/vcs

    ResponderExcluir
  4. Oi queridas, tudo bem?

    Adorei esse post, muito bem feito. Concordo em todas as palavras.

    beijos carinhosos

    ResponderExcluir
  5. Lia, eu não sou artesã de pano mas sim de blog.
    Acredite em mim, o choro por preço está em todo lugar.
    Comigo acontece pouco, você sabe como sou, digamos, acessível, mas acontece de vez em quando.
    Já vivi um caso em que a pessoa agendou comigo, daí achou um "profissional" mais baratchenho e fez com ele.
    Daí uns tempos voltou, me pedindo coisas que queria e a outra pessoa não sabia fazer. Porque não é só o preço que a gente deve olhar, mas o que ele agrega.
    As pessoas esquecem que preço e valor são coisas diferentes mas em artesanato são interligadas.
    Se é bom, bonito e bem feito não há como ser barato. Se tem valor por ser único, bem feito, caprichado e especial, tem que ter o preço compatível.
    Barato, precinho de mãe, no desapego... nem na 25 de março, made in China...
    Né?

    ResponderExcluir
  6. Olha eu morro de amores pelas peças que você, Cici, Kaku, Marion, e tantas outras fofas já fizeram pra mim.
    A maioria eu ganhei de vocês, por que, Deus é um lorde em minha vida e só traz gente maravilhosa como vocês, mas eu sei e acho que costurar, pintar, bordar são coisas que dão um trabalho gigantesco, tecido, linha, botões, e tudo mais é caro e o trabalho então....
    Vi então, a bandeja linda que ganhei, a caixinha mega especial que mora no meu coração, que trabalho primoroso...
    A bolsa que a Marion me presenteou .... costura impecável, ideias criativas....
    Trabalho "quase" escravo só não é, por que, é feito com amorrrrr e amorrrr não tem $$$ que pague.
    Sou abençoada por ter vocês em minha vida, ser amigas, adoro as coisas que me deram por que elas foram feitas com esse amorrrr que não tem preço.
    Amo....amo...amo....
    Preciso fazer um post novo...tá meio abandonadinho meu blog...mostrando as novas lindezas que moram aqui...
    Beijos lindas.

    ResponderExcluir
  7. Nossa que texto perfeito deveria ser introdução de um manual para o bom artesão, porque olha!! Vejo artesão cobrando tão pouco e se desvalorizando que até me desanimo.. É triste falar isso, mas a culpa de recebermos tais e-mails sem noção seja da própria classe que não se valoriza, o cliente vê artesão cobrando bem barato e acha que todos são assim.. É preciso se valorizar, reconhecer seu trabalho e empenhar sempre para que seja valorizado e que todos entendam de uma vez que é algo único e feito com o melhor de todos os materiais/ingredientes, o amor!! BjoO e uma linda semana!!

    Att; Wesley Felício
    Made in Brazil Art e Artesanato

    ResponderExcluir
  8. Amei esse post!!!! vou compartilhar no face!!!..e tipo ó tá caro? procura o barato então..por que já dizia a frase, o barato sai caro!!!!

    ResponderExcluir
  9. Perfeito, perfeito, perfeito.
    Falou tudo.

    http://casaarteedesign.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Lia! O post foi perfeito! Já passei por isso quando bordava ponto cruz. E quem dizia essas coisas eram "amigas". Seremos ainda reconhecidas e nosso trabalho valorizado. Tenho também uma das obras primas do Criações em família e morro de medo de pintar e estragar. Elas fazem um trabalho primoroso. Beijos

    ResponderExcluir
  11. Lia sua história não é diferente da minha, ou de qualquer pessoa que faça artesanato, eu já postei no face várias vezes: " Acha caro, então faça!!!".
    Suas palavras foram muito motivadoras, as vezes penso em desistir de tudo isso! Vamos lá querida, obrigada por nos incentivar!!!

    ResponderExcluir
  12. Falou tudo! Só porque é artesanato pede o valor para certas pessoas. Houve época em que eu fazia patch e poucas pessoas valorizavam meu trabalho. Essas pessoas não entendem nada de artesanato, não sabem o trabalho que dá produzir uma peça que por sinal é única, né? Temos que valorizar cada pontinho que fazemos. É isso! Bota preço e compra quem quer. Bjs e sucesso.

    ResponderExcluir
  13. Arrasou, Lia Anjo! E pontificou! Não há mais nada a ser dito!

    Beijos,

    Eneida

    ResponderExcluir
  14. Peço sua licença para imprimir esse texto e ler para as baunilhetes amanhã, na nossa reunião semanal. Toda artesã precisa ler isso. Obrigada, sempre.

    Beijos,

    Eneida

    ResponderExcluir
  15. Ai que lindo!!! Ai meninas que lindo presente!! A Marion é mesmo uma artesã maravilhosa e tem uma equipe sensacional! bjssssssss e bom feirado,
    !
    Nina

    ResponderExcluir
  16. Olha se eu ti mostrar a minha caixa de emails vc vai infartar.....kkkkkk, eu trabalho com artesanato e faço muito miniatura costuradas a mão e a reação das pessoas quando mando o orçamento é muito engraçada "Nossa mas a bailarina cabe na minha mão e custa tudo isso?!!!!, mas se as pessoas soubessem como é fazer uma mini bailarina com minusculos sapatinhos,brinquinhos e outros detalhes elas jamais me pediriam desconto. Mas enfim eu concordo com vc temos que valorizar nossa trabalho eu passo o orçamento se quer ok se não que procure mais barato pq eu não abaixo o valor do meu trabalho e dedicação.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Boa tarde!
    Estou rindo até agora "das Fadinhas que trabalham de graça" hehehehe
    Vc disse tudo no seu post...eu estou nesse momento...me valorizando, estava trabalhando de graça apenas para poder dizer que tinha encomenda...parei, e sabe como decidi? Qdo cair na real, que uma pessoa pagava um certo $$$$ por algo e no meu caso sempre ficava choramingando, demorando para pg e tal, ai, na próxima encomenda da pessoa, cobrei o valor Justo! Nossa...nunca mais tive encomenda dessa criatura....e ai caí na real!!!!!
    hehehehe....meu trabalho é lindo qdo é dado de presente!!!!!
    Ótimo feriado!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  18. Aiiiiii, não tem como, vou ter que compartilhar em todo os lugares que conseguir rsrsrsrrs.
    Amei sua frase:
    "O artesanato precisa ser valorizado, principalmente por quem faz artesanato!!!"
    Cabe muito na minha nova forma de lidar com os clientes, te juro antes eu ficava com dó e tentava ao máximo negociar muitas vezes deixei de ganhar por dó. AGORA JAMÉ.
    Não faço isso de modo algum, cheguei ao ponto de falar para uma cliente pra ela fazer a peça e me vender pelo preço que ela queria comprar, muito desaforo.
    Agora sou a que mais dá valor no meu trabalho, pois sou uma ARTESÃ.
    Bjs e até a próxima!
    Blog Maria Faceira

    ResponderExcluir
  19. Também já recebi emails assim, rsrs...Fora aqueles que especificam tudo na peça, e pedem orçamento, quando você manda, a "cliente" some...É a turma que quer cobrar seu preço, ou tem preguiça de fazer contas, aí disfarçada de cliente, pede o tal orçamento...
    Sua mãe tinha razão, e a minha também, rsrs...Botei na cabeça que sou profissional no que faço, e aprendi a valorizar meu trabalho, acabaram os descontos sem razão.
    Beijinhos e uma linda semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  20. Ui, cabeça falhando, rsrs...Esqueci de comentar, que a Marion é uma especialista, sou super fã!
    beijinhos pra ela também!
    Ana

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. Oi Pepa,
    Amei tudo, arrasou! Gosto muito do seu blog.
    bjs.
    Angelita

    ResponderExcluir
  23. Pepa querida,
    É isso aí,senti firmeza no que falou ...seus trabalhos são belos e perfeitos,não deixem
    desvalorizar suas coisas,quem não quer pagar não compra.Uma maravilhosa semana.
    Um super beijo

    ResponderExcluir
  24. Pepa ,amo tudo por aqui e sempre dou minhas espiadinhas ,gosto de entrar nos grupos de artesãs e uma coisa eu aprendi ,que vc não pode por o preço em suas peças e sim o VALOR do seu trabalho !!!
    uM GRANDE ABRAÇO!!!

    ResponderExcluir
  25. Menina, como entendo você! Cada uma que me aparece. Alguns emails e mensagens eu tenho vontade de mandar colocar numa moldura, para a posteridade! rsrs.
    Cobro o justo, nem um centavo a mais mas,também, não dou descontinho!
    Bjks e antes que me esqueça, a Marion é mesmo artesã nota 10!!!

    ResponderExcluir
  26. Hoje em dia nem discuto preço. Digo quanto cobro e pronto não gosto, procura outro.
    Chego mesmo a dispensar.
    Vi passei por uma situação muito louca a algum tempo.
    A pessoa mandava os panos e eu pintava como ela queria nem discutia muito o preço.
    Pintei um pacte com 10 pagos na entrega tudo ok, veio o 2º pintei novamente tudo certo no 3º pacote a vaca foi pro brejo rsrsrsrs eu pintava e não assinava, não assinava por puro descuido meu e alguns até passou batido e ela não viu. mas o 3° pacote empolgada com uma caneta nova Assinei todos!!!Mandei entregar e a dita não pagou disse que precisava falar comigo, hummm. Fui num fim de mundo com lama até o topo do carro ver oque ela queria. Adivinha eu não podia assinar minha pintura!!!!! ela indignada disse que assim não queria mais eu nem me abalei disse tudo bem eu te devolvo os panos a, dita quis dar pit e disse que não podia esperar até que eu devolvesse os panos ai perdi as estribeiras e disse que pintava por prazer que se ela não queria os panos eu ficava com tudo fui no carro e tirei um pacote lacrado de panos pus na mesa e fui embora com os meus sem olhar pra traz!
    mas não acabou ai.
    tempo depois presentei uma cunhada com uma dessas pinturas com um bico feito por mim. e adivinha só tive uma encomenda de um igual .
    tIve o maior prazer em negar era pra mesma pessoa que só queria copiar o modelo. Nesse mundo vemos de tudo alem do descontinho tem quem só quer mais barato pra poder copiar.
    Um beijo da Eliane.

    ResponderExcluir
  27. Olá, minha Pepita!!!

    Como entendo o que vc escreveu! E como acontece, né?
    Mas vc falou bem: o trabalho artesanal tem que ser valorizado, principalmente, por quem faz!!! E ninguém tem que atender aos choramingos de pessoas que, na verdade, querem se favorecer do trabalho e da criação alheios!
    Muito boa postagem, aliás, excelente!
    Bjsssssssssssssss, quérida!
    Deus as abençoa!

    ResponderExcluir
  28. Olá meninas!
    Te entendo muito bem , trabalhei mais de 20 anos com artesanato, passava horas a fio fazendo com carinho meus crochês e tricô, e qdo os levava a feirinha ouvia muito essa frase , " Cruzes que caroooo" ou Tem ouro nessa peça?
    Mas temos muitas artesãs que acabem se rendendo ao apêlo do cliente apenas para voltar pra casa com algum dindin, e assim desvalorizando seu trabalho.
    Imagine a Pepa que me mandastes, vai atravessar gerações...kkkk minhas filhas estão de olho e minha neta também.
    Tenho peças de crochê feita por minha avó para minha mãe e agora eu herdei , e vão durar uma eternidade...então meninas vamos valorizar o artesanato!

    bjssssss!

    ResponderExcluir
  29. Oi Pepa, houve um tempo que vendi pães de mel, chocolates, bolos...Acabei desistindo porque não dá para concorrer (pelo menos no meu bairro) com os preços mais populares, as pessoas gostam, mas acham caro porque fulano, o mercado, a padaria vendem mais barato...Trabalhava com bons ingredientes, tirava pelinha da gema, tirava a casca do bolo...ficava delícia mesmoooo. Cansei, até tomate tem que ter preço justo, quer preço de padaria da esquina, vá comprar lá, quer pagar caro em um pão de mel mixo de tamanho e sabor lá na Cacau S, vá lá e compre. Não ganho, mas tbm não perco.
    Sou quase mineira, tenho muito isso de pechinchar, mas sempre com bom senso, vendo se é justo ou não pedir um "descontinho".
    Sempre digo, na maioria das vezes, não é caro, eu que não tenho dinheiro, é isso, como no caso do melompan lá da Liberdade, vale cada centavo, mas não tenho dinheiro para comprar lá toda semana, simples assim.
    Você está certíssima em valorizar seu trabalho, só vc sabe o quanto gastou, se dedicou e principalmente o "tempo" que "perdeu" para realizar um belo trabalho.
    Que gracinha esse kit de pintar, muito delicado!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo