quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Tartarugas voadoras e mimo que ganhei.

Oi Girls and boys, Vi, escrevendo..

Queridas e queridos, vocês devem estar pensando: a Vi esta de brincadeira, a semana passada foi depilação em jacaré, essa semana tartarugas voadoras??


Não estou de brincadeira, só me lembrei de um fato que aconteceu aqui em casa.

Para quem é um observador da natureza, sabe muito bem, que não é preciso ter asas para voar..

Existem outros bichos que mesmo sem asas, voam, acreditem..

Todos os pré-conceitos que para voar, é preciso ter asas, devem cair por terra.. kkkkkk

Mas vamos ao que interessa, eu já vi pequenos animais como lagarta, aranha, e até pequenas lesma, voando.. como?

Através de um fio quase invisível (fio de seda), eles se deslocam pelo ar.



Mas, e as tartarugas?

Essa é outra historia.

Nos tínhamos três jabutis em casa..
Para quem não sabe jabuti é parente da tartaruga, o jabuti fica no solo, a tartaruga fica na água.

Eram animais adultos e grandes, e gostavam de andar e por onde passavam causavam estragos, se tivessem vasos no caminho, derrubavam; 
Se tivessem pequenas plantas, quebravam..

Por isso fizemos um "habitat" para elas.. (cercadinho com um pequeno muro de quase um metro de altura).



Mas isso não impedia a fuga delas, sempre encontrávamos duas do lado de fora do 'habitat'..

Como era possível elas escaparem de lá?

Um dia, um sobrinho de minha mãe, de uns seis anos veio passar ferias em casa.

E minha mãe comentando que não se conformava, como os jabutis fugiam do 'habitat'.

Quando o menino (o sobrinho de 6 anos) afirma: elas saem voando!

No inicio, minha mãe achou se tratar da imaginação dele, mas como insistia, minha mãe resolveu perguntar mais sobre o fato.

E descobriu, que ele tinha visto os jabutis voando para fora do 'habitat', passando por cima do pequeno muro.

Explicando a façanha: Uma entrava de baixo da outra, fazia uma especie de alavanca e arremessava a outra para fora.. por isso que sempre tinha duas que fugiam e uma que ficava no 'habitat'.

Por isso que o menino, tinha impressão delas estarem voando.

Minha mãe precisou ficar de "tocaia" vários dias para testemunhar o fato.

Obs: hoje não temos mais jabutis, eles estavam em nossa casa enquanto um amigo reformava seu sitio, o que levou muito tempo, mas quando acabou a reforma, elas ganharam um habitat bem amplo e mais adequado.

São fatos corriqueiros da nossa vida, que fazem a gente ter grandes lições da vida..

- Não acreditar em tudo que vemos, ouvimos ou sentimos, pois podemos ser enganados pelos nossos sentidos e emoções.
- Investigar toda informação, pois pode ser verdadeira, como pode ser falsa, mas só teremos certeza se verificarmos.
- Investigar uma informação, vai impedir que pratiquemos injustiças.

Observe que se minha mãe não fosse investigar, o sobrinho teria passado por mentiroso, maluquinho e etc, o que seria injusto, pois ele estava relatando o que viu: tartarugas voando.

Mudando de assunto, quero mostrar para vocês o mimo que ganhei da Ana Kroetz no meu aniversário.


Ana Kroetz mora no meu coração, admiro como pessoa e pela artista que ela é.
Ela é talentosíssima, mestra na arte da costura, faz trabalhos maravilhosos.

Obrigada Ana, amei.


Vou me despedindo de vocês
Obrigada pelo carinho e atenção..
 muitos beijos..
Meu carinho para vocês:
janepackerdelivered.com
Tchau,Vi

35 comentários:

  1. Incrivel essa história! Assistir a cena das tartarugas" aprontando" deve ter sido sensacional! Vou apelidar meu filho de jabuti,pois ele tb gosta de andar e por onde passa causa estrago...rs...se tiver vaso no caminho ele derruba e se for planta ele quebra....hahaha

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Amei o post de hoje, eu nunca ouvi falar de tartarugas ajudando outras a fugir rsrsrsrs gostei da união delas!!!
    bjssss Vi!

    ResponderExcluir
  3. Uma história pra refletir né?! Adorei!
    O mimo é lindo!
    Beijos!!!!
    Cantinho da Galega

    ResponderExcluir
  4. Muito boa a história da tartaruga voadora, rsrs...Também já tive um jabuti, que fugiu ( provavelmente por baixo das grades do jardim, já que não tinha companheira alavanca, rsrs) e nunca mais voltou...
    Você merece todo o carinho do mundo, minha amiga !
    Beijinhos, Ana

    ResponderExcluir
  5. Adorei a historia aprendo sempre com seus posts , bjs .

    ResponderExcluir
  6. Vi,
    Adorei sua história e sua analise de que não podemos logo escutar e acreditar no que escutamos. Gosto de averiguar se aquilo é verdade ou mesmo não julgar. Imagina se sua mãe não tivesse acreditado no garoto! E na inocencia dele a tartaruga voava mesmo! Sempre bom escutarmos e parar para pensar e nos certificar. Assim não tiramos conclusões precipitadas.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  7. Vi,que bichinhos espertos né?Essa foi muito boa,a natureza é muito sábia e podemos sempre aprender com ela. Fico surpresa com as artes do meu coelho também! Adoro ficar observando eles. Sabe,eu sei a diferença dos dois,mas eu chamo tudo de tartaruga mesmo rsrsrs... Bjsss.

    ResponderExcluir
  8. Que bacana, pensei que jabutis espertos só mesmo em mundos de Sítio do Pica Pau Amarelo! Vivendo e aprendendo, aí está um exemplo, subestimamos a inteligência de outros bichos ditos não racionais...Sua mãe era sábia, Vi, aprendemos muito observando e tentando compreender.
    Muito mimosa sua bolsinha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Tô bege com a história... muito interessante, pois temos um casal de jabutis. Acho que eles não 'avoam' pq a parede tem muito mais que 1 metro de altura (deve ter uns 2,5m).
    Amei o post, como sempre!
    Ahhhh, e olha que tu tá fazendo "bulim' com a "moça total flex" lá no meu 'bróg', hein! kkkkkkk...
    Bjns
    :)

    ResponderExcluir
  10. Olá Vi. Menina , que história, hein? De início , pensei que fosse uma pegadinha..rss....
    Parabéns pelo post!
    E parabéns pelo lindo mimo!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Gentem!!!
    E o ser humano pensando que ele é o esperto. Olha o jabuti passando a perna na gente aí...
    Adorei querida!
    Bjnhs no coração

    ResponderExcluir
  12. Oi queridas

    Vi, que histórinha mais interessante essa do jabuti voador, eu adorei.

    E a sua bolsa é linda demais.

    beijo carinhoso

    Regina Célia

    ResponderExcluir
  13. Oi Vi,
    Se tem uma coisa que adoro é ouvir histórias, relembrar momentos , rir das vezes que caímos achando que estávamos certas, nossas experiências de vida estão no que vivemos errando ou acertando, é assim que nos tornamos o que somos hoje, não é mesmo? Quanto a ouvir o que as crianças dizem e nos certificarmos se estão falando a verdade é muito importante! Sua mãe fez agiu certinho!
    A Ana Kroetz só faz coisas lindas, sua bolsa não podia ser diferente: Fofa demais!
    Beijo grande!
    Lu

    ResponderExcluir
  14. Oi Vi,
    Se tem uma coisa que adoro é ouvir histórias, relembrar momentos , rir das vezes que caímos achando que estávamos certas, nossas experiências de vida estão no que vivemos errando ou acertando, é assim que nos tornamos o que somos hoje, não é mesmo? Quanto a ouvir o que as crianças dizem e nos certificarmos se estão falando a verdade é muito importante! Sua mãe fez agiu certinho!
    A Ana Kroetz só faz coisas lindas, sua bolsa não podia ser diferente: Fofa demais!
    Beijo grande!
    Lu

    ResponderExcluir
  15. Que doideira....kkkkkk. Mas isso só faz a gente acreditar no que as crianças dizem. Elas não mentem, podem é não entender o que está acontecendo, mas mentir não. Quando a servir de alavanca para a outra fugir, isso não existe no mundo dos humanos...todos querem ser a que sobe em cima da outra, nunca a que vai ficar presa...
    Coisas para se pensar.
    Bjs linda.

    ResponderExcluir
  16. Menina, que demais!!Eu tinha uma cachorrinha que escalava uma cerca alta aqui de casa e ninguém acreditava em mim, diziam que eu é que soltava ela.Ela colocava as patas e ia escalando,tão engraçado.Um dia todos viram e acreditaram em mim!Bjs.

    ResponderExcluir
  17. Olá Vi!
    Gosto dessa forma que você escreve divertida e sempre com uma linda mensagem!
    Mas você é sortuda d+, ainda ganhando lindos presentes de aniversário :-), tá muito chique rss!!
    Bjss

    ResponderExcluir
  18. Oi Vi,
    Que historinha linda! Amei seus conselhos também que nunca são demais para nós, simples mortais, né? Lindo presente!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  19. Querida Vi,
    Sua história tocou o meu coração,lembrando as verdades esquecidas.É sempre bom contar,os casos
    do passado,refletem coisas boas e grande lição de vida.Vi obrigada pelo carinho de suas palavras.
    Fique com Deus. Beijo grande

    ResponderExcluir
  20. Na minha infância tínhamos um jabuti em casa e um dia ele sumiu, ninguém soube por onde, talvez por buraco no quintal dos fundos, que era enorme e cheio de árvores. Imagina se eu visse jabuti "voando"? Ia adorar rsrsr
    Menina, que bolsa liiiinda e delicada!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Bom dia Vi!
    Adorei o texto de hoje... sabe que eu sou dessa opinião... mesmo que pareça absurdo temos que dar crédito a quem está falando... pois coisas inimagináveis acontecem...
    Sua mãe foi muita sábia em investigar, pois só assim não foi cometido injustiça... pois criança tem imaginação muito fértil...
    Dessa história tiramos a lição que a união faz a diferença... quem sabe cada dia pulava uma... não duvidemos dos seres vivos... eles nos dão cada lição...
    Que bolsa linda... você merece Vi... uma pessoa muito amável que eu adoro!
    Fica com Deus!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. para complementar as histórias venho falar da minha...na casa dos meus pais, onde vivi até os 21 aninhos tinhamos um jábota, era um jabuti macho, mas depois começou a botar. meu pai trouxe para casa um jabuti que era para curar minha irmã idelma que sofria com bronquite, tosse de cachorro, tinha dificuldade de respirar, segundo ele se colocasse o jabuti para dormir debaixo da cama a pessoa ficava curada, então o jabuti veio com esta função. Por incrivel que parece ele ía sozinho parar debaixo da cama dela , nos acreditavamos nisto- somos 5 irmãos- pai contava histórias todos escutavamos e tinhamos que crer naquilo, senão era bronca na certa! Com isto ele ficou por lá por quase 30 anos, depois eles doaram o bicho para outra pessoa que tinha um macho solitário à procura de uma companheira. O remedio da minha irmão era o jabuti dormir debaixo da cama e durante o dia ela tinha que usar um colar de sabugo de milho queimado no pescoço, até nossa cachorra , na época a Paloma usava o benedito colar...o pior de tudo era quando o bicho resolvia fazer suas necessidade ali mesmo, era uma lambreca só. Para completar a empolgação , mais uma informação; meu pai é mineiro e nós todos goianos, é povo que gosta de contar uns causos, "nós não inventa, só aumenta um tiquim". abraços.

    ResponderExcluir
  23. Oi Vi! Pior que eles voam mesmo! Eu tive tartarugas, comecei com duas, que foram compradas por um avô para o neto. Elas eram minúsculas, viviam num aquário mais minúsculo ainda. Foram crescendo, crescendo... acabei adotando as duas, o Chico e a Chica. Eu tinha um big aquário, que era da minha irmã. Fiz uma big casa para elas,com água e local seco para secarem o casco de vez em quando e ainda fiz um cercadinho no pátio, na graminha, para elas tomarem sol. Depois de pegar a Chica fora do cercado algumas vezes, descobri que ela escalava a tela e quando chegava lá em cima, se jogava! "Voava" para a liberdade! Bom final de semana! Bjinho!

    ResponderExcluir
  24. Oiii Vi, tenho uma amiga que tem dois Jabutis em casa segundo ela afasta mau olhados rsr preciso de uma criação rsrs bjinhosss amei as curiosidades!

    ResponderExcluir
  25. Oi Vi que história interessante, depois dizem que esses. Bichinhos são lerdos hein, são mais espertos que muitos outros. Que presente lindo!!
    Beijos e fique com Deus,
    Marlene

    ResponderExcluir
  26. Amo essas histórias, Vi!!! E também a sua sabedoria!!!! E que bolsa lindaaaaaaa!!!!! Vc merece!!!! Bjs!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  27. Ai Vi não posso deixar de falar: depois que vi piranha tendo facebook ja nao duvido mais nada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk (desculpa a brincadeira)

    Beijo Beijo pra tu e Lia.... mu@@@@@@

    ResponderExcluir
  28. Eita que essas tartarugas são muito espertas! Nunca mais vou dizer que se deixar duas tartarugas pra eu tomar conta, as duas fogem. Só foge uma mesmo, a outra fica pra fugir depois que a primeira voltar. E eu? Eu vou estar tentando lembrar o que eu estava fazendo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Vi, não resisti e chamei meu marido para ver seu post. A história da tartaruga/jabuti é muito interessante!:))
    Parabéns a talentosa Ana. A bolsinha é muito fofa!!!Bjs!!!

    ResponderExcluir
  30. Nossa Vi, você está tão enigmática!
    Adorei a historia dos jabutis , a sabedoria da sua mãe e a inteligência do sobrinho.
    Aprendemos tanto com as mães e com as crianças não é mesmo?
    Reflexões!
    Agora, Vi, como é que lesma voa? me conta? (ó não estou duvidando não!)
    bjo
    Zizi

    ResponderExcluir
  31. Olá Vi!
    Primeiramente quero agradecer sua simpática visita em meu blog. Fiquei muito feliz!
    Amei a história dos jabutis e os conselhos.
    Essa bolsa é um charme só, gostei muito!
    Tenha um ótimo domingo Vi!
    Carinhosamente

    Blog: Femme Digital- Mãe, Esposa, Mulher!

    ResponderExcluir
  32. Bom dia Vi!!!
    Bom dia Pepa!!!
    Super legal...voar até não voam mas são inteligentes por demais esses jabutis...
    Adorei...
    Vi, a bolsa que ganhou é muito linda!!!
    Feliz e Abençoada Semana!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  33. Que história mais interessante, Vi!... e que danados esses jabutis! Imaginei direitinho a cena... devia mesmo parecer que voavam!... rs.
    Suas reflexões a partir da história também foram ótimas e pertinentes... amei!
    Quanto ao trabalho da Ana... impecável, primoroso. Delícia ganhar um mimo assim!
    Abração!

    ResponderExcluir
  34. OLha aí a lição....adorei o post.
    Investigar e checar não custa...Hoje nesse mundo virtual sempre explico pro meu filho não acredite em td. que lê, confirme a fonte e se não achar...desconfie...hehehe.Vale para um mundão de coisas...
    E outra não sabia a diferença entre eles, sério..., pois tive contato com tartaruga só qdo. pequena e eu tinha medo...rs.
    Parabéns pelo presente, fofa a bolsa ^^.

    ResponderExcluir
  35. Vi, muitíssimo obrigada por compartilhar informações tão importantes de forma tão completa, inclusive com imagens dos resultados. Também detesto lixar e saber que existe estes dois produtos como solução me causa alívio. Beijos, Paula

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo