7 de março de 2021

Anko e minhas preferências estranhas


Outro dia postei nos Stories lá do Instagram essa foto em preto e branco e perguntei se alguém, baseado nos seus conhecimentos em meus gostos estranhos por doces saberia dizer do que era esse doce . 

Acho que nem se ele estivesse na cor original seria fácil de descobrir, srrsrsrs

A maioria chutou doce de batata doce, teve também de abóbora e de banana.

Amo todos esses também, já que aqui em casa na minha infância eram os doces que a gente consumia. Não existia Nutella, chocolate era coisa rara, leite condensado só para dias festivos
( se bem que com o preço que está hoje em dia, também só dá para comer em épocas festivas, que tristeza ... )

Mas quando comecei a conhecer os bairros de São Paulo a Liberdade me cativou.
E quando comecei a experimentar a comida oriental (num todo, japonesa, coreana, indiana) me apaixonei pelos sabores mais intensos.

E amo doce de feijão azuki. 

Outro dia acordei pensando no sabor e a vontade foi só aumentando. Mas desde o começo da pandemia nunca mais fui na 25, Liberdade, nada. Meus "passeios" são supermercado, farmácia, banco  e olhe lá, tudo isso bem raramente, mas não reclamo, estou viva, graças a Deus e se Deus quiser ainda terei chance de passear por ai.

E nos super daqui não achei o Azuki, pense numa vontade crescente... daí passando em frente de uma loja de produtos naturais encontrei o bonitinho . Comprei logo meio quilo, fiz tudo e congelei pequenas porções, afinal não dá pra saber quando vou encontra-lo de novo né ? srrsrsr.

É super fácil e o meu eu gosto de encontrar pedacinhos. Mas tem quem goste beeem lisinho e passa a massa pela peneira.
Eu sou da praticidade, cozinhei o feijão, passei no mixer, adicionei açúcar e levei ao fogo para apurar.
Não coloco essência nenhuma, pois gosto mesmo do sabor do azuki, mas tem quem coloque baunilha.

Enfim, agora matei minha vontade e acho que farei uns mandius pois a saudade da Liberdade é grande, srrsrsr

E você ? Tem um doce de preferência que a maioria torce o nariz ?


Bjus 1000

6 comentários:

  1. Pepa, que delícia.Eu também amo doce de feijão e yaki manju (que é o da massa assada).O da massa branca também gosto, mas menos. Cresci numa cidade muito pequena no interior de Minas, com uma colônia enorme de japoneses.Já viu, né?
    Agora fiquei com a lombriga, vou ter que procurar o feijão por aqui. Besitos e boa semana

    ResponderExcluir
  2. Confesso nunca comim,nunca expermentei. E sou das boas pra doces, não recuso,rs Formiga é pouco! beijos, lindo domingo, feliz nosso dia amanhã! chica

    ResponderExcluir
  3. Tenho muitos doces que gosto. Raramente torço o nariz a nada... é o mal!! :))
    *
    São dias assim no meu estado
    *
    Beijos e um excelente Domingo:)

    ResponderExcluir
  4. Pepa, estou no time de saudade do bairro Liberdade, de comer takoyaki, yaki manju quentinho na feira de domingo...e ainda levava para casa. Essa semana mesmo estávamos falando de lá...
    Nunca pensei na possibilidade de fazer, no mercado perto de casa tem um setor de produtos japoneses, vou ver se acho e tentar fazer.
    Assim que vi a imagem pensei que fosse tutu de feijão batido no liquidificador, que tbm é delícia, bem temperadinho.
    Abração, boa semana!

    ResponderExcluir
  5. Trabalhei e morei no bairro da Liberdade por 2 anos
    Mas nunca experimentei esse doce.
    Me bateu saudades era tão feliz lá... época boa.
    Mas tudo passa, quem sabe um dia irei experimentar.
    Fazer? jamais.
    Abraços com carinho!

    ResponderExcluir
  6. Olá, Pepa.
    Nunca comi... será que é bom?
    Abraços!

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Subir