22 de outubro de 2020

Juca e Boldrin.

                              Oi Girls and boys, Vi, escrevendo..


Queridas e queridos hoje dia 22 de outubro fazem aniversário dois artistas que eu admiro muito por seu trabalho.

Juca Chaves me vem a lembrança com suas músicas críticas ao regime militar, a corrupção e mordomias dos políticos, para quem pensa que corrupção e mordomia é algo novo, é só ouvir as músicas dos anos 60, 70, 80 do Juca Chaves.


Música: Brasil já vai a guerra - Juca Chaves:

Brasil já vai a guerra, comprou um porta-aviões
um viva pra Inglaterra de oitenta e dois bilhões
ahhhh! mas que ladrões

comenta o zé povinho,
governo varonil,
coitado coitadinho,
do banco do brasil
há há, quase faliu.

a classe proletária
na certa comeria
com a verba gasta diária
em tal quinquilharia
sem serventia.

alguns bons idiotas,
aplaudem a medida,
e o povo sem comida,
escuta as tais lorotas
dos patriotas.

porém há uma peninha
de quem é o porta avião
é meu diz a marinha,
é meu diz a aviação
ahhhh! revolução!

Brasil, terra adorada
comprou um porta aviões
oitenta e dois bilhões
Brasil, oh pátria amada,
que palhaçada.


Rolando Boldrin é sem dúvida o maior divulgador da música sertaneja com os programas Som Brasil, Empório Brasil, Estação Brasil, Sr. Brasil, mas além de compositor, cantor é ator, já trabalhou em diversas novelas.


Música: Vide vida marvada - Rolando Boldrin

Corre um boato aqui donde eu moro
Que as mágoas que eu choro
São mal ponteadas
Que no capim mascado do meu boi
A baba sempre foi
Santa e purificada
Diz que eu rumino desde menininho
Fraco e mirradinho
A ração da estrada
Vou mastigando o mundo e ruminando
E assim vou tocando
Essa vida marvada
Refrão
É que a viola fala alto no meu peito humano
E toda moda é um remédio pro meu desengano
É que a viola fala alto no meu peito humano
E toda magoa é um mistério fora desses planos
Pra todo aquele que só fala que eu não sei viver
Chega lá em casa pro uma visitinha
Que num verso ou num reverso da vida inteirinha
Há de encontrar-me num cateretê
Há de encontrar-me num cateretê
Tem um ditado dito como certo
Que cavalo esperto
"Num" espanta boiada
E quem refuga o mundo resmungando…
Passará berrando essa vida marvada
Cumpade meu que envelheceu cantando
Diz que ruminando da pra ser feliz
Por isso eu vagueio ponteando e assim procurando
A minha flor de liz.
Refrão.


Vou me despedindo de vocês
Obrigada pelo carinho e Atenção ..
muitos beijos ..
Meu carinho para vocês:
Tchau,Vi

5 comentários:

  1. Que linda lembrança! Juca e sua irreverência sempre inteligente e Boldrin encantador! Gosto dos dois! beijos, tudo de bom,lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito do Boldrin, o sertanejo raiz é tão profundo em tudo que ele produz!
    A arte é História, desde sempre, tem razão. Não é a toa que querem desmoralizar nossa arte.
    Vi, eu fiz as folhas de batata doce, amei, obrigada pela dica! Rende muito pouco mas é uma delícia, já plantei mais!
    Abração, bom final de semana!

    ResponderExcluir
  3. Grandes artistas, ótimas lembranças!
    Beijo!

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Subir