quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Vou ter que fazer essa redação.

Oi girls and boys, Vi, escrevendo ..

Queridas e queridos a redação do Enem desde ano gerou 'polêmicas'..

No Brasil 'polêmica' é algo manipulado, ficam repetindo nas redes sociais que aquilo é polêmica e em cinco minutos viraliza, e ninguém fala de outra coisa, inclusive eu, estou falando..kkkk

O tema, A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira.

Você sabia:

Para os homens existem inúmeros  remédios
 para impotência, para mulheres não existe nenhum.



Quase tudo que é "criado" para mulher visa agradar ao homem e não satisfazer a mulher como individuo.

Não sei especificamente qual era a abordagem desejada por quem criou o tema da redação.

Mas vou abordar a violência contra as mulheres silenciosa, mascarada,  que muitas vezes passa desapercebida e até é camuflada com o rótulo de conquistas das mulheres.

Dia desses observava uma foto de um lutador, ele ostentava seus "bens", correntes de ouro no pescoço, no braço e deitado em uma cama de uma suíte de luxo, ostentava diversas mulheres..




Até quando vamos ser tratadas como objeto e isso ser divulgado na mídia sem causar indignação?

Vocês já observaram atentamente musicas como funk, rap, e outros estilos, a letra da musica?

Mulher é tratada como objeto descartável.

Agora faz a experiência, tira o som do clip musical e fica observando a dança que a mulheres fazem nesses clips..

Vocês vão notar mulheres simulando inúmeras posições sexuais..

É só para isso que servimos, é para isso que existimos, para orgias sexuais?




É isso que chamam de conquistas, o direito de ficar de quatro, balançando freneticamente o quadris?

Isso foi um exemplo, mas observe bem, novelas, filmes, comerciais e etc, que usam a mulher como objeto para vender um produto.

Expõem o corpo da mulher para vender um lixo e convencem todo mundo que aquela nudez é a manifestação da conquista dos direitos da mulher.

Outro dia as nádegas maravilhosas de uma atriz gerou 'polêmica', esta foi a solução para a novela que estava ruim de audiência, mostrar o traseiro da fulana..




Outra violência silenciosa é aquele que impuseram a nós com a revolução industrial, quando desejavam uma mão de obra mais barata (quase escrava).

Conquistamos muitas coisas de lá para cá?

Se nos EUA as atrizes Patricia Arquete e Jennifer Lawrence reclamaram
de receberem salários menores que os homens, imaginem aqui no Brasil e em outras profissões?



Para a mulher não basta ser boa profissional, ela tem que ser a melhor e ainda assim vai enfrentar uma série de dificuldades, além do salário inferior.

Mas a pior violência é que muitas mulheres estão sendo impedidas de ter filhos, pois no período que seu corpo esta preparado para ter filhos  (primeira gestação dos 20 aos 30 anos é o ideal, segundo os médicos), ela tem que estar se dedicando a sua carreira e quando consegue uma estabilidade profissional, seu corpo tem uma serie de dificuldades para engravidar.

Algumas mulheres carregam essa frustração (não podem ter filhos), sem contar a frustração daquelas que não podem conviver com os filhos por causa do trabalho.

Claro que tudo isso, vem disfarçado com o nome de direitos das mulheres.

Existem grupos de mulheres que ficam indignadas quando encontra uma mulher que diz que é dona de casa..



Perguntam, como pode alguém não conquistar seu espaço, se sujeitar a ser dona de casa..

São incapazes de ver que a mulher que escolheu ser dona de casa, escolheu ser mãe, porque acreditou que isso a satisfazia .

Por muito tempo ouvi que uma mulher que não conquistasse sua realização profissional, nunca poderia ser feliz sendo dona de casa, mãe e etc, que sempre seria frustrada, neurótica e etc..

Fizeram muitas mulheres acreditarem que sendo uma profissional de sucesso, seria realizada..

Nem uma coisa, nem outra, frustração, felicidade e outros sentimentos não são receita de bolo.

Tem gente que é feliz subindo no pé de jaca, outros só serão felizes se pularem de paraquedas.



Mas voltando a violência..

Obviamente que uma sociedade que camufla parte da violência com o rótulo de direitos das mulheres vai ter outros tipos de violência que não podem ser camufladas.

Porque a violência física contra as mulheres aumenta e persiste mesmo havendo leis mais rígidas?

Certamente, a grande responsável é mensagem subliminar inserida na mídia, de que somos objetos, e que existimos para satisfazer, servir e dar lucro aos homens (ou quem estiver no poder). 

Os meus textos não são verdades absolutas, sei perfeitamente que para todas questões humanas existem várias vertentes e que sempre existirá um ponto de vista diferente sobre o mesmo assunto.



Vou me despedindo de vocês

Obrigada pelo carinho e Atenção ..
 muitos beijos ..
Meu carinho para vocês:
Tchau,Vi

Obs: Todas imagens que não tem o link do autor, é porque a imagem já esta tão difundida na internet que é impossível determinar seguramente quem é o autor, para saber onde encontrar a imagem, click com botão direito do mouse na imagem, ao abrir a janela, click em 'pesquisar essa imagem no Google' e aparecera o histórico de todos blogs, sites, e etc onde tem a mesma imagem.

29 comentários:

  1. Bom dia Vi!
    Você disse tudo...tudo mesmo!
    Me incomoda bastante o propaganda que a mídia principalmente ainda (porque sempre foi) faz das mulheres. Por mais que a mulher em 30 anos tenha conquistado e quebrado barreiras, e hoje em dia não é mais só a dona de casa e mãe, como anos atrás, mas sustenta sozinha um lar realizada profissionalmente, ainda vemos esta exposição da mídia com músicas, filmes, novelas, etc...onde somos objetos de desejo apenas, uma meta masculina. Concordo com você...uma pena.
    Beijos!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  2. "Nem uma coisa, nem outra, frustração, felicidade e outros sentimentos não são receita de bolo."
    Eu te daria nota máxima nessa redação!!!!
    Acho que a mulher tornou-se escrava de suas próprias vontades e escolhas,que por sua vez vem sendo manipuladas por "outros interesses".
    Parabéns pela redação ;)
    Beijão Vi

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Vi adorei seu texto fala muitas verdades tenham um ótimo findi beijos Eliane Lima

    ResponderExcluir
  4. Isso tudo me enoja. Já viu a abordagem da mulher no âmbito do futebol? Revistas, sites, programas de TV, concursos de musa...AFFF
    Ótimo texto, Vi. Parabéns!
    Nota: Dediquei minha vida à família, marido e filhos, à casa...não tenho nenhum arrependimento ou trauma por isso, pelo contrário...sou honrada por eles e muitas pessoas nos elogiam pela família que somos, pela educação e caráter dos filhos e eu SOU FELIZ sim. Bjo pra você e Lia.

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que a idéia do 'minha mulher, minha escrava, meu objeto' vem, de maneira torta e distorcida, da bíblia........'e Deus criou a mulher para Adão'.........Num mundo em que não há cultura e educação, essa frase pode dar a entender que fomos feitas apenas para satisfazer aos homens........ então, se terminamos uma relação ou discordamos deles, eles se acham no direito de nos bater ou matar. Enfim, esse é um problema que levará gerações e mais gerações para acabar, pois depende de cultura, educação escolar e educação familiar......... cabe a nós, mulheres, educarmos os homens e mulheres do futuro.

    ResponderExcluir
  6. Adorei sua redação!
    Fico indignada quando vejo mulheres serem objeto PORQUE QUEREM!
    Por que não se juntam para exigir seus direitos, sem precisar SE VENDER.
    Se tem corpo bonito, perfeito e é linda vão na onda dos homens: que precisam ser mostradas como eles querem. E elas obedecem! Falta o que? Autoestima? Dinheiro aos montes?
    Tem horas que tenho vergonha de certas atitudes. E NÂO SOU PURITANA, nunca fui, nem quero ser.
    O que será daqui a uns 10, 20 anos? Quem viver verá.
    joturquezzamundial
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  7. Olha Vi, seu texto ficou tão bom, que você passaria no Enem com louvor.

    Abs Mari

    ResponderExcluir
  8. Perfeito, Vi, meu docinho!!!
    Nada a acrescentar e, sim, muito a agradecer: obrigada, obrigada, obrigada!!! Por colocar para nós esse texto tão lúcido e justo! Maravilha!!!
    Bjsssssssssssss, quérida!
    Deus a abençoa!!!

    ResponderExcluir
  9. Vi, já passou no Enem.. 10 nota 10!! Maravilha de post, voc~e falou tudo.
    Bjokas,
    http://www.dmulheres.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Vi, lembrei das meninas do volei na década de 80 qdo se rebelaram contra aqueles shorts cavados que a tv vivia dando close...e os homens adoravam e obviamente os patrocinadores também.
    Penso que no geral mais ganhamos do que perdemos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Sempre abrangente em suas exposições Vi...
    Tudo verdade.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi Vi. Essa semana, assistindo o noticiário, fiquei indignada em como as "novinhas" se comportam nessas porcarias de baile funk. Uma lástima. Saber que essas meninas não conseguem ver um futuro melhor do que esse de "agradar sexualmente ". Fico triste e tento passar para as crias, e principalmente para o Mateus uma educação de valor. Quem sabe laaaaaa na frente alguma coisa mude. Tenho esperança . Um beijo.

    ResponderExcluir
  13. Vi,

    E quando recorremos, por exemplo, à Justiça, usando a Lei linda no nome, no significado, mas ineficaz diante de um homem poderoso, a tal Lei Maria da Penha. Descobrimos que somos o C do mundo, somos nada diante de corrupção, dinheiro e poder.

    É duro! Parabens às poucas mulheres que conseguiram vencer.

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Vi, adorei. para mim você tiuraria a maior nota e nem precisaria ver o reszto da prova. Mostrei para minha filha de 15 anos, que este ano não prestou o enem e ela amou a abordagem. Ela é muito critica a respeito das proposições que vc abordou e concordou com tudo. Foi muito bom ter escrito esse tema pois assim leva muitas mulheres a pensar no assunto e ver onde pode melhorar. Parabens, redação nota 1000.

    ResponderExcluir
  15. Em cima do laço! Não por esse mesmo motivo de viralização,mas estávamos nesta semana discutindo a evolução do pensamento humano. A conclusão é a mesma para mim...Evoluímos em tecnologia, ciência, etc , mas falta evoluir humanamente. Há os que se sujeitam, há os que se aproveitam...até quando?
    Beijinhos, Ana

    ResponderExcluir
  16. Olá queridas

    Concordo com tudo que vocês expuseram, é uma pena que seja tudo assim.

    beijos carinhosos

    ResponderExcluir
  17. Mulher que se valoriza , não vive em função do homem.
    E a mídia criou essa banalizaçao do sexo, mas não sei até qdo..acho que só vai piorar!
    Não desmerecendo ninguém , mas a verdade foi escrita muito bem por ti!
    bjsss

    ResponderExcluir
  18. Existe tanta violência camuflada que vou acrescentar mais algumas...Quando dirigimos e algo acontece de errado e soltam o ....tinha que ser mulher, quando somos violentadas por um olhar, por ter os seios fora do padrão e mesmo usando gola alta o volume atrai o olhar do homem que acha que deve se manifestar, quando somos estupradas por uma mulher ao dizer que estamos de frescura quando temos cólicas e ela nunca teve, quando uma mulher ao ver a outra com um filho cujo pai sumiu no mapa a chama de vadia..... são tantas as violências que esse tema também me deixou com muita inveja de quem teve a oportunidade de fazer a prova. Parabéns adorei sua redação.
    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Oi Viiiiiii!!!!!
    Oque falar sobre esse post, primeiro: eu fiz o Enem desse ano, estava tão crente que a redação seria sobre a crise hídrica rs! Mas quando me deparei com esse tema, pensei em que eu acredito e em que tenho observado da vida nesses meus anos, meu pai já cometeu violência física contra minha mãe, (não sei pq me lembrei disso, nem fazendo a redação eu lembrei xá pra lá!) mas mesmo sem lembrar disso durante a redação instintivamente eu dei enfase a violência psicológica, que pra mim é o start de tudo e também falei muito sobre a cultura do estupro que é exatamente isso que você descreveu, mulheres que são apenas objetos sexuais, precisamos abrir os olhos pra essas "conquistas" que mais fazem com que fiquemos submissas.
    Ah! indico você assistir um documentário francês ( se é que já não assistiu) que retrata a inversão de papeis entre o homem e a mulher, adoraria ver um post seu sobre esse documentário Majorité Opprimée - Maioria Oprimida no youtube.
    E queria agradecer o comentário lá no meu bloguito, não sei qual das duas lindas foram lá, mas queria dizer que quem escreveu tem toda a razão em pensar no trabalhão que daria pra limpar aqueles móveis rs!
    Aproveito e convido vocês a verem meu ultimo post que foi algo muito especial pra mim.
    Bjusssss!!!! E um ótimo findi as Duas!!!!

    ResponderExcluir
  20. Oii! nossa é tão triste a nossa realidade!! Quando vi nas redes sociais sobre o tema, e sobre a polêmica que gerou custei a crer! E o que me chateia e muito como mãe, é ver que cada vez isso vem acontecendo mais cedo, sabe, as meninas vão crescendo vendo isso, começam a ver e a fazer e é como se fosse normal....
    temos que mudar isso é desde cedo, com as novas gerações... Espero que tenha conseguido me fazer entender rsrs
    beijinhos e adorei o blog!
    http://adeliadanielablog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Enquanto umas e outras acharem que rebolar a bunda é legal e que assim elas são consideradas lindas, maravilhosas e gostosas nada por aqui vai mudar. Algumas próprias mulheres gostam de ser objeto, então...vamos mal e sinceramente acho que vai levar logos anos para isso mudar, talvez nossas bisnetas vejam um mundo menos machista

    ResponderExcluir
  22. Oi Vi!
    Que triste coincidência, ontem aconteceu uma tragédia na cidade. Cidade pequena a violência tem uma dimensão bem maior, parece que é do lado da nossa casa.
    Um casal separado de pouco tempo, ele não aceitou, a matou de faca e depois se enforcou, um horror!
    Infelizmente, isto ocorre no país em todas as camadas sociais, bem mais do que imaginamos, as leis que dizem "amparar" a mulher, existe mais não são cumpridas e tão pouco fiscalizadas, aqui na região já caberia uma casa de amparo a mulheres que sofrem violência e ameaça de morte.
    Enfim, como o Júlio comentou "uns lutando para viver e outros se matando."

    Meninas luzes, se cuidem... Bjossssss.

    ResponderExcluir
  23. Oi Vi! Gostei demais de seu texto. É um verdadeiro horror a violência com a mulher. Dia desses estava na roça e uma moça me contou a história dela própria, que foi agredida pelo irmão. Este socou o braço dela há alguns anos e hoje o braço está começando a apresentar problemas de locomoção. Um assombro. É triste e revoltante constatar tantas violências por aí afora. Li o comentário da Bia e fiquei chocada. Falta nobreza, falta elevar a mente para o Altíssimo Deus, falta amor. Beijos e parabéns pelo texto! Como disse a Roça Terapia, você passaria no Enem com louvor.

    ResponderExcluir
  24. Hehehehe! :P
    Da série "As lokas dos Brechós"!rsr
    Pois é...eu já curto o brechó como um todo...mas, é preciso ser aquele brechó que venda roupas e trécos diferentes...se não, não rola...rs
    Caneca é vida, néanh? rs

    Brigadão por aparecer aqui no cantinho da menina!!! Volte seeeempre que quiser!!!
    Besitos!!

    ResponderExcluir
  25. Oi Vi!
    Eu sou mulher e sempre trabalhei. Fui promovida a 1ª vez com 8 meses de banco, e a partir daí, passei a ganhar mais que os homens que eram meus funcionários e nunca fui desrespeitada por nenhum deles, não por eu ser chefe, e sim pela minha postura (muitos ainda são meus amigos junto com as suas esposas até hoje).
    No casamento eu acho que é a mesma coisa, você tem que respeitar p/ser respeitada, e no primeiro ato de violência (caso haja), vc já deixar claro que foi o primeiro e o último.
    Isso eu acho que é a valorização da mulher!
    Eu me sinto muito desvalorizada como mulher sim, quando vejo uma "ANITA" da vida subir n/palco com a bunda de fora e simular um ato sexual, e mais desvalorizada ainda, quando vejo os pais estimularem as filhas (bem pequenas mesmo) a imitarem a dita cuja e acharem linda essa PERFORMANCE.
    Me sinto desvalorizada como mulher sim, quando leio que o Brasil é conhecido no exterior como país de turismo sexual, e mais desvalorizada ainda, quando vejo que não posso mudar essa realidade.
    Enfim, que um dia as mulheres entendam que o RESPEITO é a melhor arma de se cobrar algum direito.
    Bjsssss meninasss e um ótimo finalzinho de feriado p/vcs

    AGORA é com a LIA! kkkk
    A abóbora que eu uso é a BAIANA, mas pode usar qualquer uma. A cabotiã (japonesa), não vai deixar com a mesma cor, mas ela é bem gostosinha também.

    ResponderExcluir
  26. Perfeito seu texto, Vi querida !!
    Pois acho que nós mães, temos um papel fundamental nesta mudança de consciência masculina, sabia? precisamos educar nossos filhos a respeitarem, a honrarem suas namoradas, amigas e esposa !!! Quem sabe assim no futuro teremos homens de verdade que valorizam e respeitam suas mulheres, né?

    Um beijo grande procês , suas lindas !!!
    Helena
    www.diaadiacorridinho.com.br

    ResponderExcluir
  27. É colega... As mais puras verdades as q VC coloca aqui...

    ResponderExcluir
  28. É colega... As mais puras verdades as q VC coloca aqui...

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo