quinta-feira, 3 de setembro de 2015

O jiló da Dinha..

Oi girls and boys, Vi, escrevendo ..

Queridas e queridos uma das coisas que cresci ouvindo foi: pobre não pode ter frescura para comer.

Em decorrência desse fato, aprendi a comer quase tudo que é popular, porque certas iguarias das elites nunca provei, tipo caviar, lagosta..

Mas voltando ao popular, nunca tinha comido jiló, por ser amargo..
Minha mãe comia, e comia com uma boca tão boa, que eu imaginava, não deve ser tão ruim, eu que sou fresca..

Dia desses lá no Blog da Dinha (Piteis da Dinha) eu vi uma receita com jiló e ela garantiu que ficava uma iguaria digna dos deuses e que não ficava amargo.
Quem quiser a receita basta clicar no link do Blog da Dinha.

Foto: piteisdadinha.blogspot.com.br

Quando vi a receita e a foto, fiquei com água na boca..
E todas as vezes que passava perto de uma banca de jiló, ficava com vontade..

Então comprei o jiló e Pepa preparou, mas como eu queria sentir o sabor do jiló, ela preparou sem o pimentão e a azeitona que fazem parte da receita da Dinha .

Pimentão e azeitona tem sabores marcantes e podem mascarar outros sabores.
Foto: Jornal Agrícola

Como Dinha havia informado, realmente o amargo do jiló some 99%, fica 1% que só sera percebido se você fizer a receita sem o pimentão e a azeitona.

Ficou uma delicia, comi tudo e repeti no dia seguinte, e como jiló faz muito bem a saúde, principalmente ao figado, resolvi que vou acrescentar ao meu cardápio pelo menos uma vez por semana.

Outra amiga que provou essa iguaria foi a Flavia  do Blog Mãe e Filha, e também adorou.

A nossa foto do jiló ficou sem glamour, mas o sabor ficou incrível.



Vou me despedindo de vocês
Obrigada pelo carinho e Atenção ..
 muitos beijos ..
Meu carinho para vocês:
Foto: Pinterest

Tchau,Vi

18 comentários:

  1. Nunca comi e nunca tive a curiosidade por causa do amargo.Vcs me dispertama vontade dando água na boca... obrigada por compartilhar lindas!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Vi! Comi muito jiló quando criança e depois de adulta era um item que não ficava fora do cardápio. Aí eu mudei pra cá e não encontro mais pra comprar. Só mato a vontade quando viajo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Hummmmmm....deve ter ficado uma delicia Vi, sou suspeita....adoro jiló!!!

    Bjks

    Sonia

    ResponderExcluir
  4. Tem um excelente aspeto!
    Acho que cá em Portugal não há. Gostava de provar :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Ai Vi, eu queria tanto não ser fresca e comer as coisas que parecem boas, mas que só de ouvir o nome eu "não gosto".
    Eu quando vi essa receita achei linda, e aparentemente gostosa, mas o meu psicológico problemático não me permite.
    Ah! Nunca comi e também "não gosto" de caviar e lagosta...só pra constar, rs
    Sou pobre e chata pra comer...ninguém merece, rs
    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  6. Oi Vi!
    Fiquei até sem palavras com esse carinho de vcs, Vcs são demais meninas!
    Realmente é a melhor e a mais animada (né Pepa?) dupla que eu conheço no virtual. Quem sabe um dia, pessoalmente né?
    Que bom que vc gostou do jiló, eu adoro e faço sempre.
    Bjssss e muito obrigada pelo carinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. só a animação desta dupla e sua receita imbatível para fazer com que eu tente novamente!
      bjs

      Excluir
  7. Dizem que como feito passarinho, então um dia resolvi experimentar aquilo que meu falecido canarinho "Monstrinho" amava de paixão. Ele era um herói para ficar feliz com tanto amargor. Contudo, aprendi a comer em tirinhas finas e grelhadas. Não é o que sonho diariamente no meu cardápio, mas foi um avanço gastronomico! Obrigada pela receita compartilhada. Piu-piu.

    ResponderExcluir
  8. Oi Vi !

    Ah, eu faço parte das "frescas"...sou meio enjoadinha para comida, viu? Nunca comi jiló e não me interesso por tentar...rsrs. Mas tive um amigo que comia jiló com sal e vinagre como "tira gosto" de cerveja. Ele adorava! Já eu...não gosto nem do vinagre, aí já viu, né?
    Quando criança eu era pior ainda, mas na área do mar eu já provei muita coisa. Afinal em família de caiçara, de pescador, tinha que ser! Lagosta é muito gostosa e caviar, blah, não gostei (provei em uma festa de bacana uma vez).

    ResponderExcluir
  9. Oi Vi, minha mãe adorava jiló. Eu não comia, até que uns 8 anos atrás eu descobri
    um tira-gosto de jiló. Trabalhoso, mas perfeito! Não deixava nenhum amargo e era sucesso
    nas festinhas aqui em casa.
    Qualquer dia desses vou colocar a receita no meu blog.
    Quanto a lagosta, adoro! Mas caviar provei e não gostei rsrs
    Essa receita da Dinha deve ser ótima, com pimentão e azeitona hummmm
    joturquezzamundial
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  10. Nunca comi jiló, acredita?
    Nem experimentei...isso é um absurdo.
    Mas vou ver a receita no blog.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Hum parece deliciosos. Nunca comi e acho que não tem por aqui. Vocês me despertaram o desejo de comer essa delicia.
    Bjos tenha um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  12. Experimentei uma vez, mas era amargo, então desisti, rsrs...Mas a sua foto deu vontade, rsrs...
    Beijinhos e bom feriado!

    ResponderExcluir
  13. Vi querida,
    Aqui fizemos sempre,o sabor é de dar água na boca hummm!!!Vc descreveu tão bem e com
    certeza muita gente vai fazer kkkkk!Um maravilhoso final de semana.
    Grande beijo meu e de mamys

    ResponderExcluir
  14. Oi Vi, faz tempo que a Loba não passa por aqui, voltar a Alcatéia foi um processo lento e difícil, pois havia alí muita coisa que eu tinha passado e não queria relembrar e uma delas era o falecimento do Benzuco, mas o tempo passou, refiz minha vida e resolvi com uma certa injeção de ânimo dada pelas amigas, retomar o blogue, estou aos poucos visitando os velhos amigos, amei a receita, amo Jiló, mas faço ele a milanesa para acompanhar uma cervejinha, fica ótimo tb, mas aqui em Portugal, onde moro agora, quase não se acha. Jiló é ótimo e faz muito bem a saúde. Bjuivos no coração, feliz fim de semana.

    ResponderExcluir
  15. Oi Vi, tem tanta coisa que a gente fala que não gosta sem experimentar em relação a alimentos. fui experimentar jiló já adulta e descobri que não é lá dos deuses, mas comível, apesar de não fazer parte do cardápio aqui, ainda. Agora, bem fininho e frito como aperitivo é muito bom, mas fritura já viu...
    Quando lembro das cebolas que deixei de comer por frescura...aff...hoje amo desde que não seja crua, arroz fresquinho e cebola refogada, pra mim é prato completo.
    Beijos, ótimo final de semana prolongado proceis!!

    ResponderExcluir
  16. Olá, querida
    Gosto demais de jiló e minha vizinha faz pra mim pois não está mais neste mundo a tia que o preparava com tanto carinho pra mim...
    Aliás, tanto ele com berinjela assim do jeito que vc mostra com pãozinho são deliciosos...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo