segunda-feira, 2 de maio de 2011

Dieta coletiva - Não dá para relaxar ??? mas um suquinho de limão pooode, rsrsrs

Seja sincera: se sua frequência na academia fosse alta, se conseguisse recusar sempre o terceiro bolinho de arroz e tivesse feito as pazes com suas pernas curtas e coxas roliças, sabe que a briga com a balança teria chegado ao fim. Não é?
 Mas a vida não é só regime , dieta ... a vida é todo dia e por isso não dá para relaxar, se o objetivo é alcançar o corpo ideal ...

Aqui 8 dicas prá gente lembrar todo dia... por que cuidar da saúde tem que fazer parte da rotina, tal qual escovar os dentes e pentar os cabelos...

1. Pense sempre do jeito ‘magro’


Cá entre nós, você acha que o cérebro da Gisele Bündchen é gordo ou magro? Pois é. Por mais que a imprensa noticie que a viu entrincheirada por barras de chocolate, esqueça e acredite na realidade nua e crua, ela pensa como a sílfide que é. E você? Se quer controlar o consumo de doces e fura o combinado comendo um bombom, o que você pensa: “Ainda bem que foi só um” ou “Perdido por um, perdido por dez...”? Caso tenha marcado a segunda opção, tsc, tsc, tsc. Essa é a reflexão de quem raciocina “gordo”  culpa leva não só à ansiedade como ao descontrole. “Pensamentos distorcidos geram impulsos distorcidos. Quem é compulsivo tem atitudes semelhantes às do alcoólatra. É preciso ficar atenta para identificar os indícios desses comportamentos automáticos”, diz Marco Antonio De Tommaso, psicoterapeuta, membro da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica.

Claro, não é todo mundo que come por compulsão; pode ser por simples prazer. É aquela velha história de relaxar no fim de semana — sentar no bar com os amigos, pedir uma cervejinha e mandar ver na baixa gastronomia. E, aí, quanto mais fritura e empanados tiver na mesa, melhor.

2. Se tem tendência para engordar, não relaxe nunca

Você já encarou todas as dietas do planeta — da sopa, do abacaxi, da lua, dos pontos... E após anos brigando com a balança chegou ao peso dos sonhos. Ao se olhar no espelho, grita: “Sou magra!” Devagar com o andor... “Quem foi gordo ou tem tendência para engordar irá manter a propensão. É só um gordo emagrecido”, diz De Tommaso.

O endocrinologista Alfredo Halpern, professor da Universidade de São Paulo, faz eco na sentença. “As pessoas nascem com um corpo determinado pela genética. Não entender isso é violar e afrontar o organismo. Pior: o indivíduo pode provocar o reganho de peso.” Segundo ele, quando há essa predisposição, “forças engordativas” — substâncias e mecanismos do organismo, como metabolismo mais lento — entram em ação para engordá-la novamente. “Por isso, o controle de peso terá que ser feito para o resto da vida.”

3. Não dá para pegar leve na malhação


Não basta deixar o sedentarismo de lado. É preciso malhar, e malhar o suficiente, sem fazer corpo mole. O exercício auxilia a perda e contribui para a manutenção do peso, além dos demais benefícios ao organismo. Porém, fique esperta: a recomendação tradicional de 150 minutos semanais — 30 minutos, cinco dias por semana — de intensidade leve a moderada, que é baseada primariamente nos efeitos sobre a doença cardiovascular e outros males crônicos como o diabetes, não é suficiente para programas que priorizem o emagrecimento. Quem pretende afinar deve começar com 150 minutos e depois aumentar para 200 a 300, entre aeróbico e anaeróbico, sempre sob supervisão profissional.

Isso mesmo, 30 minutinhos é refresco para quem quer exibir silhueta delgada. Especialistas da Universidade de Pittsburgh, nos EUA, aconselham às mulheres que desejam perder peso e manter a nova forma que se exercitem pelo menos 55 minutos durante cinco dias por semana e mantenham um cardápio de baixa caloria. Esse é o segredo para perder 10% do peso e não voltar a engordar.

4. Facílimo ganhar, difícil perder

Segundo dados de observação clínica, 95% das pessoas que emagrecem com dieta e exercício engordam novamente em até cinco anos, segundo Marco Antonio de Tommaso. A conta é ingrata: os números mostram que aqueles 3 quilos que você demorou semanas para perder podem voltar a arredondar suas curvas em questão de dias. “A facilidade com que se ganha peso não é a mesma com que se perde”, avisa Cibele Crispim.

Para você ter uma ideia, 1 quilo de gordura corporal representa 7 mil calorias comidas a mais do que a sua cota. E a gente sabe que isso é bem fácil de acontecer num fim de semana de autoindulgência. Agora, imagine que esse quilinho se somou a outros quatro que você já havia adquirido e faça a conta. Para perder isso, será preciso economizar 35 mil calorias.


5. Controle sim, obsessão não

“Perder peso exige não somente querer eliminar gordura mas promover uma mudança no jeito de viver”, diz Cibele Crispim. Às vezes, o melhor caminho para emagrecer é... não pensar em emagrecer! Uma pesquisa da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, concluiu que relaxar pode ser mais eficaz que fazer dieta se a intenção é afinar. O estudo acompanhou por dois anos o progresso de 225 mulheres com o peso acima da média que, divididas em três grupos, participaram de programas diferentes que incluíam meditação e visualização positiva; exercício físico e nutrição; e leitura de folhetos com informações nutricionais.

O primeiro grupo — que fez apenas meditação e visualização positiva — foi o que obteve maior sucesso. Incrível, não? O trabalho também mostrou que a abordagem tradicional de restringir tanto calorias quanto tipos de alimento “traz poucos resultados em longo prazo”, segundo a coautora Caroline Horwath, do departamento de nutrição humana da Universidade de Otago. “Em cinco anos, várias pessoas em regime recuperam o que eliminaram e acabam mais pesadas do que quando começaram. Também tendem a desenvolver atitudes insalubres em relação à comida e perdem a habilidade para reconhecer quando estão com fome ou saciadas.

6. Inútil desejar o corpo da modelo

Se você é do tipo curvilínea, uma Juliana Paes, nunca chegará a Kate Moss, seca e magérrima. É preciso ter metas realistas e ir atrás delas, e não focar em cima de ideais impossíveis. As modelos em geral tem índice de massa corporal inferior a 18,5, o que as classificaria como subnutridas. Esse sistema é utilizado pela Organização Mundial da Saúde para indicar como um adulto está em relação ao que é considerado saudável. Quer dizer, não dá para idealizar esse tipo de corpo para o resto da humanidade — até porque o biótipo de uma top model corresponde a 0,5%! “O mais incrível é isso, o que se considera padrão não tem nada a ver com padrão!”, diz De Tommaso.

Para quem ainda duvida de quanto a autoimagem das mulheres está deturpada, basta conferir os números de uma pesquisa feita pela Unilever em 2005. O estudo, realizado com 3 300 voluntárias de dez países, na faixa de 15 a 64 anos, mostrou que 90% queriam modificar algo em sua aparência, especialmente o peso, sendo que 53% estavam sempre em dieta.


7. Para ficar magra, terá que fazer escolhas todo dia


Quando você está fazendo regime, há rigor na dieta — e por isso é até fácil perder peso. Na manutenção, ocorre a flexibilização das escolhas “e das quantidades. Aí é que o bicho pega. Como não engordar? É preciso optar por itens saudáveis e abrir mão de outros gordurosos e que não acrescentam nada em termos nutritivos. “Quando a pessoa come por ansiedade, faz um sacrifício para enxugar as formas durante o regime. Mas, quando ele acaba, caso o nervosismo não tenha sido tratado, voltará a engordar”, destaca De Tommaso. Se não é nada disso e você come por vontade ou gula, ok, então é mais fácil, basta entender isso e marcar um x nas opções certas...


8. Com a idade, você perde músculo e ganha gordura

É, pode começar a torcer o nariz, não tem jeito: a composição corporal muda e não dá para garantir a mesma proporção de músculos (um monte!) e gordura (quase nada!) a vida toda. E isso mesmo no caso de felizardas que não viram o ponteiro da balança oscilar um milímetro a vida toda. “Depois dos 30 anos, o metabolismo começa a declinar em um ritmo de 2 a 4% por década, e emagrecer pode ficar muito mais difícil”, destaca Cintia Pettinati. Após os 35, a tendência é acrescentar cerca de 5 quilos a cada década, mesmo que você não tenha mudado a alimentação. Segundo Alfredo Halpern, após os 45 anos, a maioria das pessoas perde, em média, 10% da sua massa muscular a cada dez anos.

É claro que fatores como estilo de vida e hábitos à mesa têm relação direta com essas alterações. Indivíduos que levam vida sedentária e comem mais do que gastam sentirão mudanças no corpo e na balança muito mais cedo e fortemente.

Fonte : Revista Womens Health 


A constatação é que devemos ser nossos vigias, 24 horas por dia !!!



Mas e do que era o suco de ontem ???


O suco era de limão com manjericão. Que fica delicioso.
É só bater 2 limões sem casca, sem semente e sem pelicula branca com 6 folhas de manjericão italiano (aquele das folhas largas) com 2 xícaras de água e 7 pedras de gelo...
Bater bem com adoçante ou açúcar e coar.

Refrescante... mas ó, tem que ser feito e servido na hora... o limão tende a ficar muito ácido se guardado na geladeira !!

E quem acertou ??

1. Carine Gimenez
2. Carol
3.Valquiria Cristina
4. Adriana Tavares
5. Tete
6. Jaqueline Sodré
7. Paula
8. Marcia
9. Ana Kroetz

Vou ali no tui, ver quem tá disponível... pera ai , srrrs

E quem estava dispónível paraminzinha ?? A minha querida fofa gentil e sempre atenta Luci Cardinelli, que está republicando suas postagens maravilhosas desde o começo do blog... uma mais linda que  outra...
Ela é "famous", mas se por acaso você não conhece o blog, vale muito a visita ...

E quem ela escolheu ??
Número 3... que é Valquiria Cristina , eba querida !!! me manda seu endereço por email tá ?
liaagio@ig.com.br


Carine, linda essa semana vou sortear outra tá ??rrsrsrss

Bjus 1000
  

19 comentários:

  1. Oi Pepinha!

    Detalhes exatamente corretos no seu post de hoje: no pain, no game!!! hahahahaha
    E também a mistura de suco de abacaxi com manjericão também fica bom demais!

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. É... não foi dessa vez, mas espero que a Valquiria fique muito feliz. Parabéns pra ela.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. O que é que a Luci tem contra o 9?
    Parabéns prá Valquiria, então!rsrs...
    Bjs,Ana.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns para ganhadora...
    Visitei o blog da Luci e adorei...
    A noite volto para terminar de ler o post... rsrsrs... fiquei até desanimada, com tanta coisa que não faço, rsrsrs
    bjkuuu e qjuuuu

    ResponderExcluir
  5. Amiga,

    Estou aqui de prova do que foi colocado no texto, eu queria porque queria mudar meu rosto.. tipo, sou bochechuda.. Só que descobri que minhas bochechas são por causa da sinusite avançada.. fiz tratamento, diminuíram.. agora quero mudar os peitos.. hahhahshsh

    Vai entender? Mulher é bicho danado :/

    Ótimo post!

    Bjkas e ótima semana pra vc!

    ResponderExcluir
  6. não pode ser! :( kkkkk nem de longe pensei nesse suco kkkk.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Lia queridona!!
    Seu post é extremamente útil,inteligente e explicativo. Só me preocupei com a tal substituição músculos por gordura.Gostei não.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá Pepa, passei para dizer que tem selinho para vc no meu blog.
    Bjus
    Lili

    ResponderExcluir
  9. Hummm, vou experimentar esse suco, parece bom.
    Parabéns para a ganhadora!!!

    Ótmas dicas! O difícil é por em prática...
    Beijão!!!
    Helck

    ResponderExcluir
  10. Ameii as dicas,como sempre!!!
    Bem que eu achei que aquela folha não era erva cidreira : ( ... fazer o que ?
    Parabéns para a sortuda.
    Beijão pra você lindinha.

    ResponderExcluir
  11. De novo!! Custava ela falar o 7??? Custava?!?! Não é possível!! Mas minha vez tá chegando...aaaaa tá sim!!!

    Beijosss amoreeee

    ResponderExcluir
  12. Oi Pepa, é tudo verdade, precisamos nos vigiar sempre para alcançarmos nosso peso ideal, mas uma escapadinha de vez em quando não faz mal, desde que seja com moderação neh...bjus e ótima semana.

    ResponderExcluir
  13. Oi Pepinha,


    Ahaha... Manjericão!! Nem de longe passou pela minha cabeça. ;oD

    Adorei as dicas de hoje, e simplesmente concordei com todas. Preciso muitoooo reavaliar alguns quesitos. rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá Pepa, nem esquento mais, nunca acerto nada, nem ganho nada, fazer o que né. Mas tá bom, a esperança é a última que morre. Como esse negócio de emagrecer é ingrato né. Beijos e ótimo post.

    ResponderExcluir
  15. OI, PEPA! PASSEI PRA TE CONTAR QUE POSTEI MINHAS FOFURICES QUE GANHEI NESTE LINDO TACHO!!! FICAREI HONRADA COM SUA VISITEX!!!

    BJS E BJS

    ResponderExcluir
  16. É muito difícil fazer dietas, adorei suas dicas. Um abraço, Marta.

    ResponderExcluir
  17. Olá, eu ando meio sumida rsrs gosto muito de passar por aqui me faz muito bem me inspira a sonhar, tudo de bom, passei pra deixar meu carinho bjs Cris

    ResponderExcluir
  18. Pepa,então é bem assim...a gente emagrece,mas logo engorda, aconteceu comigo...difícil,né?Tem que resistir as coisas boas,tem que malhar...ah, dá uma preguiça!!Vou seguir suas dicas,vai que dá,né??Bjs!!

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo