30 de julho de 2019

O padrão da felicidade

Como Vi contou no post anterior,  estamos podando as árvores do quintal.
Pense em árvores gigantes !

São dessas que temos . Tem uma que não sabemos a especie , o que produz, como se reproduz, mas a bicha cresce a cada dia. Há está com mais de 7 metros e expandindo. Não teve jeito, tivemos que poda-la !

Vi fica morrendo de dó. Dá até explicação pra planta porque estamos cortando :

- Se você não crescesse tanto e se espalhasse para todo o lado a gente não 
precisava te cortar !

E eu falo :

- Tá, mas conversa ali com o tronco, porque os galhos já morreram, rsrsrsrsrsr

Se eu tiro um barato dela ? Maginaaaaaaaa !!!

Bom, mas a árvore é fortona ! Com galhos grossos.  E depois da poda, um galhão lindo apareceu ! Na hora meus olhos brilharam e pensei :

-Balançooooooooooo !!!


Sério ! Eu sempre amei balanço , quando ia no parquinho era o único brinquedo que eu ia. E quanto mais alto ele ia, mais feliz eu me sentia .

Aquele ventinho no rosto, a sensação de estar voando , nossa que delícia .

Só que quando a gente cresce não deixam a gente usar os balanços ! Isso é uma injustiça .

E quem não tem uma árvore em casa ? Como faz ? Hein, hein guardinhas do parque que não deixam a gente grande se balançar ? Hein ?

Bom, os outros eu não sei, eu sei que eu tenho e agora tenho 
um balanço pra chamar de meu . Acho que deveríamos lançar a campanha, " meu balanço, minha vida ! Só acho ! Todo mundo merece um balanço . 

Enquanto me balançava, senti uma onda de alegria. Uma felicidade inesperada em algo tão simples e "pequeno".

Pequeno diante dos altos padrões aos quais nos submetemos todos os dias.

Nós ficamos olhando pra felicidade do vizinho e pensando : Se não for daquele jeito, nunca vou ser feliz.

E a felicidade, a verdadeira felicidade é uma junção de pequenas coisinhas . 
É aquele passeio despretensioso, aquele silêncio onde só se ouvem os pássaros, aquela comida que te traz lembranças boas...

Claro que pode ser também aquela volta ao mundo ! Mas felicidade é todo dia !
E o todo dia é feijão com arroz ! Experimente comer todo dia o prato mais sofisticado do restaurante . Certamente no terceiro dia você vai estar enjoado.
Assim é com os altos padrões de felicidade.

Todo dia querer mais e mais nos torna pessoas ingratas, que não sabem aproveitar um pôr do sol, um arroz fresquinho, um cheirinho de terra molhada...
São estes pequenos prazeres diários que nos fazem felizes. 

Felizes de verdade !!!

Sim, eu pensei neste post enquanto estava me balançando, srrsrsrsrsr


Bjus 1000

4 comentários:

  1. Eu amo balanço! Balancei muito na vizinha, que morava num hotel. Tinha um imenso corredor, com um balanço. Se a gente ia alto? Muito, ao ponto de bater o pé no teto, rsrs Não sei até hoje como deixavam a gente voar naquele balanço. Tem coisas tão simples, como balançar ou tomar água na caneca de alumínio, que ainda me fazem feliz!! Adorei o post e morri de inveja do balanço, kkk
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto!
    Eu tive um balanço. Ando pensando em mandar construir um para mim agora (mesmo tendo 53 anos).

    ResponderExcluir
  3. Lindo post! Temos que descobrir o que nos traz alegria realmente, viver a alegria, como balançar, seja nas lembranças ou na realidade.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Eu sinto a mesma coisa em relação ao balanço, só de imaginar dá uma vontade de ir correndo pra um, pena que não tem para adultos. Era também uma das minhas diversões favoritas, sempre que encontrava um ia logo brincar... Aproveite bastante o seu e se balance por mim também. rsrsrsrs

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Subir