quinta-feira, 19 de março de 2015

Sexo.

Oi Girls and boys, Vi, escrevendo..
Queridas e queridos todo mundo fala sobre sexo, então resolvi falar também.
Mas vou falar daquela parte que algumas pessoas não gostam de ouvir e ler..
Porque a parte do prazer, a maioria gosta, mas a parte da responsabilidade alguns não gostam..
Por isso que o índice de doenças sexualmente transmissíveis  e gravidez indesejada tem aumentado.
Vamos esclarecer, a geração 60, hippie, lançou uma ideia irreal que sexo e amor, são a mesma coisa.
Foto: Pinterest1
Então houve uma  promoção do tal do amor livre, que estava mais para sexo irresponsável.
Precisou que Rita Lee, com aquela musica, Amor e sexo, esclarecesse que uma coisa é bem diferente da outra.
Foto: Pinterest2
Não faz muito tempo vivíamos sob uma cultura tão machista que certos pais tinham orgulho de dizer: prendam suas cabras, porque o meu bode esta solto..
Para estes pais seu filho era o bode, que não ia deixar escapar uma cabra (as filhas dos outros).
Mas com o avanço da ciência, surgiu o exame de DNA, e a lei atual, garante o teste de paternidade e pagamento de pensão, e se o pai for menor ou desempregado, os avós pagam.
Acabou a festa de deixar o bode solto.

Mas vamos ao que interessa, quero abordar duas informações relevantes da questão sexo responsável.
- Estive fazendo exames de rotina pelo SUS, e enquanto esperava minha vez, observei que ao lado do bebedouro tinha uma caixa cheia de preservativos a disposição.
Nenhuma pessoa que quisesse pegar preservativos, sofreria qualquer constrangimento, questionamento, alias por ser um ponto estratégico, ninguém nem iria notar quem estava pegando ou não.
Atualmente, existe uma ampla distribuição gratuita de preservativos no SUS e até em escolas publicas, o que falta é incentivar e conscientizar as pessoas a usarem.
Existem pessoas que acreditam que a AIDS tem cura, porque tem um remédio.
O remédio para Aids não cura, a pessoa tem o vírus e quando parar de tomar o remédio volta a manifestar a doença.
O custo de um coquetel de remédios para AIDS sai por volta de R$ 1600.00 por mês,(dados de 2010).
Supondo que tal remédio não fosse fornecido pelo governo, quantas pessoas poderiam pagar pelo tratamento?
A pessoa pensa, o governo paga, ele tem dinheiro..
Esse é um pensamento falso, quem paga tudo nesse país são todos cidadãos que pagam impostos.
Você já viu quanto de imposto você paga, quando compra um quilo de arroz?
O dinheiro não esta sobrando, é só observarmos como esta a saúde publica, a educação e etc, os recursos estão cada vez mais escassos.
Se houvesse uma conscientização sobre a necessidade do uso do preservativo, não haveria tantas pessoas infectadas, e talvez sobrasse recursos financeiros para financiar o tratamento de outras doenças.
Usar preservativo não é só uma questão de amor próprio, é de amor ao próximo.

- A segunda questão que vou abordar é sobre o direito a determinados métodos de contracepção: a laqueadura (mulheres) ou vasectomia (homens).
Existe uma informação enganosa sobre esse direito que circula por ai, que não se pode fazer laqueadura se tiver menos de 35 anos e não tiver mais que 3 filhos, eu mesma já conversei com mulheres que me disseram que receberam essa informação ao procurarem os sistema publico de saúde.
A laqueadura e vasectomia, pode ser feita a partir dos 25 anos, mesmo que a pessoa não tenha filhos e se tiver menos que 25 anos, tem que ter no minimo 2 filhos.
Você deve perguntar, porque é dado uma informação errada?
Porque tal cirurgia envolve custo ,exemplo: leito de hospital, anestesia, e médicos cirurgiões, e o governo não tem verba para implementação desta lei, e essa lei existe desde 1997.
Então eu pergunto porque sera que essas ONGs e outras entidades que dizem defender os interesses da mulher se calam diante de tal fato, pois ninguém fala sobre isso, nunca vi uma passeata, uma manifestação?

Diante de um Brasil movido a corrupção, fico imaginando quanto essas pessoas recebem de propina para apoiar ou não apoiar uma causa.

Esse texto envolveu uma pesquisa, visitei vários sites e blogs, e recomendo dois, uma entrevista do Dr Drauzio sobre Laqueadura e o Blog Diário de um Jovem Soropositivo, li vários posts do diário e gostei demais.
Vou me despedindo de vocês
Obrigada pelo carinho e atenção..
 muitos beijos..
Meu carinho para vocês:
Foto:Pinterest
Tchau, Vi

16 comentários:

  1. Vi,
    Maravilha seu post... poucas pessoas tem informações concretas e verdadeiras sobre este tipo de coisa a respeito das doenças. Acho que o preservativo é o mínimo do que as pessoas podem usar para se precaver das doenças. É tanto jovem com várias doenças e a AIDS está ai pra mostar que não ninguém é grupo de risco, pode acontecer com qualquer pessoa.
    Excelente post, amei!!
    Boa quinta .
    Bjos,
    http://blogdmulheres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o post mesmo, Vi! Povo acha q é só fazer sexo e tomar a pílula do dia seguinte ou lutar a favor do aborto ou tomar remédios pra AIDS... Tá tudo ficando muito irresponsável!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Ótimo post! Super esclarecedor!
    Infelizmente o que falta para esse Mundo é Atitude!
    Por que informação e acesso a elas, tem!
    E como vc disse a distribuição de preservativos e até pílulas são feitas de formas sutil...
    Tudo parece que virou motivo de Festa...acho q. anda tão fácil a coisa q. em vez de ajudar, deixou o povo Safado e mal acostumado, kkkkkk
    Sobre as cirurgias, realmente pelo SUS é complicado, vc tem q. insistir muito para que seja feito...
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente a irresponsabilidade é um fator que pesa muito.
    Meninas tendo filhos antes dos 17 anos .......... e não é só a gravidez, são doenças transmissíveis que se instalam.
    Meninos não estão nem aí. Pensam que o problema é das meninas. Ledo engano. O DNA descobre!
    Muito boa sua ponderação.
    É tudo muito complicado!
    joturquezzamundial
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Adorei a abordagem do assunto. É isso! Nossos jovens estão alienados a tudo, principalmente no que se refere a sexo, ou seja, aos perigos que o rodeia quando não se tem conhecimento e discernimento. Bjs

    ResponderExcluir
  6. muito boa sua postagem.... esse assunto e muito extenso.... e alem das doenças, me preocupa a gravidez indesejada de nossas meninas, e tudo que acarreta com isso... vi um video (acredite, minha filha que me mostrou) sobre gravidez em meninas de comunidade.... triste demais, perceber que o unico jeito delas se sentirem importante no "seu mundo" é tendo filho.
    Parabens Vi.... voce sempre muito esclarecedora nas suas postagens.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Excelente, Vi! Como sempre, antenada nos assuntos relevantes, você opina com ética e informação...Parabéns pela abordagem do tema, parece que esqueceram o quanto a Aids é perigosa, e que para ter filhos também é necessário estar preparado...
    Beijinhos, minha querida!
    Ana

    ResponderExcluir
  8. Oi Vi
    Temos caso de soro positivo na família e te digo que o maior choque foi saber que a pessoa sabia do risco, o parceiro avisou, mas não usou o preservativo.Hoje ele sofre muito mais por ter deixado de lado a responsabilidade do que propriamente da doença. E tenho certeza que nem passa pela cabeça dele que ele foi egoísta, afinal além de não ter amor próprio, ficou bem longe de sequer pensar no próximo, na conta final...
    Ninguém pensa dessa forma a conta é nossa, sempre foi....
    Só nascendo de novo pra zerar tanta injustiça, falta de amor...aff
    Quanto a informação errada que circula, é simples...a maioria das coisas são manipuladas...e vc. já deu a principal resposta, propina...rola solta...uma tristeza.
    Me lembro qdo. minha mãe fez a laqueadura , era assunto sério na época, hoje é manipulado, ninguém se importa. O que eles fazem muito bem são as contas....isso sim, subtração é a especialidade deles.

    Adorei o texto! Vi no fb e brinquei, mas sei que é assunto sério, sempre fã das suas postagens.

    bjss e ótima noite

    ResponderExcluir
  9. Infelizmente as pessoas eu penso assim pelo menos tá, são muito positivistas, porque sempre pensam que com elas nada vaia acontecer é sempre o telhado do vizinho que é de vidro, SQN, pra isso se tem os números alarmantes para constatar de mulheres grávidas sem planejamento algum, aidéticos, e apor aí se vai, não é ser pessimista não é ser realista ter noção que o perigo existe sim, que devemos nos cuidar, tomara tal pílula, digo a tal pílula porque inacreditável que em pleno séc XXI ainda tem gente que acha que a pílula é coisa de outro planeta, bom tem aqueles que ainda não acreditam que o homem foi na lua, rsrsrs, que tem até de no posto de saúde se for o caso, a camisinha que também tem lá é só pegar e usar! Conscientizar-se seria o ideal, mas continuemos a nadar!

    ResponderExcluir
  10. Oi Vi
    Quanto tempo! Muito bom o post! Esses dias assisti uma palestra de uma ginecologista do Hospital das Clínicas na qual ela falava que oficialmente o jovem começa a vida sexual aos 15 anos no Brasil! Ela como médica afirmou que o jovem não tem maturidade nessa idade para isso! O que acontece? Não se previne, e vem filhos indesejados por aí, infelizmente. É preciso mais conscientização e menos banalização!
    Bjos.

    ResponderExcluir
  11. Oi Vi, infelizmente controle da natalidade e aborto nunca esteve nos assuntos de palanque....Nas classes mais baixas ainda é muito alto o número de gravidezes indesejáveis e a conta é cara para todos...Seu post demonstra muito bem como tudo está interligado em uma sociedade.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Vi querida,
    Excelente post!!!Tudo desordenado,principalmente pelos pais irresponsáveis e é só
    Deus para ajudar i povo.
    Grande beijo

    ResponderExcluir
  13. Seus artigos sempre são bem fundamentados, Vi, e revelam uma cidadã consciente e antenada.
    Penso muitas vezes que a distribuição de preservativos deveria ser melhor estruturada. Parece-me muitas vezes que ela serve mais de incentivo ao sexo na adolescência do que qualquer outra coisa. Sem falar nas novelas que se transformaram em porta-vozes do sexo sejacomofor. Não é |à toa que há muitos anos já não assisto.
    Linda semana nova pra vc!

    ResponderExcluir
  14. Vi seus textos e subtis como sempre muito bons.

    Assim que eu tive a Julia fui ao SUS pq Vanderlei meu convênio para o meu marido poder fazer a vasectomia, a informação que tive era que ele precisava ter duas filhas, aleguei que ele já era pai de coração da Rafa e conseguimos passar pelo processo, só não concluímos por conta dele mesmo, acabou desistindo. Já para o meu convênio na época que ganhei a Julia era impossível fazer!!! foi esta informação que me deram.
    Acho que devemos pesquisar mais sobre todo e qualquer assunto de nosso interesse, um povo munido de informação é um povo mais inteligente e esperto.

    Beijocas

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo