terça-feira, 5 de novembro de 2013

Sobre Natais e o que ando aprontando...

Tá, você está pensando que vou começar com aquele papo chaaaaaaato de gente que reclama de tudo, inclusive do Natal ... ou daquela outra metade da população que ama "num grau" que chega a ser chato também . (porque nas paixões ninguém é sensato né ??)

Pois não vou falar de nenhuma das duas situações. Vou falar de uma frase que li no post da Marly ,que posta sobre Natais, Reveillons, Aniversários e tudo mais que você imaginar... mas pense em festas de "catiguria", pois é, são as da Marly, srrsrs

"É verdade, o Natal pode parecer um monte de trabalho, especialmente para as mães. Mas quando você olha para trás, para todos os Natais de sua vida, você vai descobrir que criou tradições familiares e memórias duradouras. Essas lembranças, boas e ruins, são realmente o que ajuda a manter a família unida, a longo prazo."   (Caroline Kennedy)

Eu não tenho muitas lembranças... quando meu pai se foi bem depois do Natal, a data ficou meio que marcada... sabe aquela coisa de tristeza ? eu tinha cinco anos, não lembro de quase nada, a não ser flashes... Sim continuamos tendo Natal, mas como era meu pai que adorava a data, a coisa ficou meio sem graça.

Mas vivo pelas lembranças de meus irmãos, engraçado que parece que eu vivi aquelas histórias,  as situações... até hoje Vi se lembra de uma ponteira de árvore importada reluzente...

Isso sem contar nos banquetes que minha mãe realizava... os panetones que minha avó fazia, assando nas latas de leite em pó...isso tudo é lembrança... memórias que nunca vão se acabar... 

Eu me lembro, vividamente de um pão recheado de coco que minha mãe fazia... era só nessa época (apesar de fazer coisas muito mais trabalhosas o ano todo, esse pão simples ela guardava para essa época...

E atrás da porta da cozinha, tínhamos um saco, desses de sacaria... e ela guardava os pães nesse saco... e quando chegava o Natal, aquilo era a melhor coisa do mundo... e o sabor ??

Sabe que já fiz dezenas de vezes a mesma receita e nunca  ficou igual ??? (Já até coloquei um saco atrás da porta e o pão dentro e nada... #xatiada, rsrsr)


E eu tenho prá mim, que o melhor de toda a vida são as lembranças de dias bons, de coisas que fizemos que valeram a pena, que marcaram pessoas... em todas as datas... tem gente que espera o Natal, uma data especial... eu já acho que comemoração tem que ser no dia em que estamos felizes, geralmente datas acabam ficando marcadas pelas coisas tristes... 

Eu não tenho lembranças de Natais, mas tenho as melhores lembranças de nossos cafés da tarde... em que minha mãe contava suas histórias de vida, contava as histórias de como ela e meu pai se conheceram, as artes de meus irmãos, enfim tesouros que são meus e que nada nem ninguém pode tirar...

Isso sim vale a pena !!!

Bom, passado o momento nostalgia, deixa eu te mostrar umas coisinhas que fiz num tempinho livre :


Uma plaquinha (nem tão "inha" assim) tá vendo aquele bulinho ?? É um timer, foi Rosana Cumpri que me deu... e daí eu pergunto : como eu pude viver tanto tempo sem essa tecnologia ??? rsrsrsr

Gente, é sério, timer é vida !!! 


Uma plaquinha prá lavanderia... ( e eu sei que tem gente que tem urticária com pessoas que escrevem em inglês, mas eu goxxxxxxxxxxxto, srrsrs)


Apesar de quase nunca beber coca... fiz uma bandejinha fofa com o tema...

Paguei R$ 4,50 na bandeja e R$ 3,50 no adesivo... sai na vantagem né não ??



Foca nos quadrinhos vermelhinhos : o fundo fiz de tela de galinheiro, pendurei minhas colherzinhas de cobre e o tachinho que a Regina Pretto me mandou... fofice na cozinha, custo bem baixinho !!!



E se eu penso em vocês ???

Sempre, o tempo todo... sério mesmo, tem gente que se morasse do meu lado eu não pensaria tanto...

E estou preparando um sorteio , espia as coisinhas que vão "agregar" valor, rsrsrsrs (ah, me deixa que já sei que é pegadinha...)



Sachês ....


Incentivo , srrsrsr

Mas prá você não ficar esperando o nosso sem fazer nada, espia o da Cici... já tá no ar... correee...


#midáaaaaaaa, srrsrssr


Então é isso, e você tem boas lembranças ??

Me conta ?? Adoro histórias de família (mas ó, conta só as alegres tá ??? rsrsrs)


Bjus 1000 e aguarde o sorteio !!
Vem recheado !!!

47 comentários:

  1. Pepa querida do meu coração,eu gosto muito do natal,quando criança gostava mais ainda =)))
    Hoje em dia comemoro a ceia na sogra e almoço na mamis com direito ao amigo secreto pois a familia é pra lá de grande!!
    Suas coisinhas de cozinha ficaram um mimo,tudo muito fofo,olha o tachinho ali penduradinho,só em saber que você olha pra ele e lembra da amiguinha aqui ja fico muiiito feliz!!
    Sorteio é ...vou ver ...será???? claaaaaaaaro que vou participar!!!
    beijokas =))

    ResponderExcluir
  2. Ohnn... Lia! Post emocionante, viu!
    Tenho lembranças boas de qdo era criança e acreditava mesmo em Papai Noel (as crianças de hj não acreditam mais... vejo pelos meus sobrinhos! rs), das reuniões em família e tals. Hj em dia somos meus pais, minha irmã que vem de Curitiba com meus sobrinhos, minha outra irmã e eu. E espero ansiosamente pq é a única época do ano que vejo meus sobrinhos (tia pobre e desnaturada).
    Sobre suas artes... sou suspeita a comentar, né! Amo suas plaquinhas, e essa janela eu cobiço horrores... kkkkkkkkkkk! Amo.
    E obrigada por divulgar o sorteio... nossa, coisas simples, mas de coração! rs
    Bjns
    :)

    ResponderExcluir
  3. Só me lembro de brinquedos sem pilhas e de pavê de pêssego no natal, meus país não gostavam de festas, raramente faziam ou iam a alguma, estou aos poucos tentando implantar um natal aqui em casa, no ano passado foi dia 15 de novembro e teve o chutney que ganhei de vcs, ficou na lembrança o sabor, todos gostaram, esse ano vou fazer.
    Beijão pra vcs!

    ResponderExcluir
  4. Gurias, eu gostava muito mais do Natais de antes onde não tinha toda essa coisa de comércio.Era tudo simples, bolachinhas caseiras, rrfris, frutas ,doces caseiros e pronto! Nada mais, Depois passamos a introduzir todas as coisas hoje comuns e de repente, era um tal de presentes e presentes.Agora, só amigo secretos. Basta e tentamos sempre fazer com que o real dono da festa seja o principal! beijos,adorei teus trabalhos e coisinhas lindas! E o sorteio, legal vais ser e vou ganhar,rs Tri otimista!!! rs beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Lia, amor da minha vida....

    Lembranças eu tenho muitas...nos natais na casa da minha vó, eram tantas pessoas (filhos e seus respectivos conjuges) e mais vizinhos que se juntavam e tb nós, as crianças. Comíamos numa mesa separada...eu não via a hora de crescer pra ir na mesa dos adultos...

    O natal demorava tanto.... mas era tão bom.....minha avó se foi mas continuamos a tradição na casa dos meus pais.
    Tudo muito simples mas só o fato de juntar tudo e misturar ahhhhhhhhhhhh já dá a maior festa!

    E agora falando de suas plaquinhas....vc é a maior fazedora de plaquinhas que conheço e linnnnnnnnndas....e eu tenho tanta madeira kkkkkkkk pronto acabou.

    Obrigada por lembrar de mim e ainda mais por um miminho tão simples....

    beijos e beijos...amo-te (chique é?) pra sempre!!!!! Rô

    ResponderExcluir
  6. Oiê. Olha, Natal está como pra mim, ou seja: ainda não me decidi se gosto ou não. Quando era criança, mais nova, gostava, agora não sei. Fica uns sentimentos assim "tipo" cobranças, cobranças e mais cobranças. Tem que ficar na casa dos pais, na casa da sogra, quando na verdade queria passar era quietinha em casa. Curtindo o sentimento do momento. É complicado impor aos nossos sentimentos que no dia 25 de dezembro de todo ano teremos que estar alegres, sorridentes e tudo de bom. Tem anos que até a gente tá, mas tem anos que não, e aí é um pé....Mas vamos que vamos. Que venha o Natal, Ano Novo, Carnaval, Páscoa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maristela concordo muito com vc e assim que me sinto tb.
      bjus

      Excluir
  7. O Natal está como Tilda para mim......(faltou o Tilda no comentário acima)...kkkk

    ResponderExcluir
  8. Amigas lindas , quanta coisa linda!!!
    Adoro, mas o povo aqui em casa não deixa eu encher minha cozinha de lindesas assim.
    Povo chato, acham que entulham.

    ResponderExcluir
  9. Oi amigas adorei as placas e as histórias de Natal eu particularmente adoro histórias beijos e boa semana Eliane Lima.

    ResponderExcluir
  10. Lindas do meu coração!!! Amei as arteirices e as histórias e estou in love com a bandeja da coca, amo coca-cola, rs. Eu gosto muito de festas de fim de ano, mas não preciso de datas comerciais para comemorar. Comemoro sempre que tenho vontade.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. AdoreIiiiiiiiii!!!!!!!!! O quadro com a frigideira ficou demais!!!!!!!!!!!!!!!!!! Os outros estão maravilhosos!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá, queridas

    Penso igual a Maristela. Nessa data são muitas as cobranças.E depois que passa, fica tudo igual.

    Agora as plaquinhas e os quadrinhos, ficaram um charme, adorei tudo.

    beijo carinhoso

    Regina Célia

    ResponderExcluir
  13. Nossa !! meu Natal em família era tão diferente, sem consumismos, sem presentes comprados, sem panetone..mas cheinho de amor, de carinho, no sítio meu pai matava porco , galinha, minha mãe fazia bolachinhas, e a sobremesa era manjar e salada de frutas servida dentro da melancia,os presentes , bonecas de pano e carrinhos feitos de latas para os irmãos....era muito bom, com oração e coração!
    sdssssssssssssssss

    as artes estão lindas e perfeitas amigas! amei tudinho! bjss

    ResponderExcluir
  14. Tudo lindo, ideias maravilhosas, os quadrinhos com tela de arame um show. Mas, Natal pra mim lembra muita coisa boa, mas lembra uma muito ruim: papai se foi num dia 24 de dezembro, pouco antes da meia noite. Me marcou para a eternidade.
    Falando de coisas boas: saudades das compotas de figo, laranja e sidra que minha avó fazia!!! Hummm!!!
    Bjks. Iaiá Arteira

    ResponderExcluir
  15. Olá Pepa, quando penso em Natal tenho saudades da minha infância, apesar de que passávamos o natal na igreja. Quanto às plaquinhas eu admiro todas que você faz, as frases tocantes, o capricho e o carinho. Aguardo o próximo sorteio, curiosa. Rola um pap de como perfumar sachês? Bjs, queridas do meu coração.

    ResponderExcluir
  16. Lia, querida,

    Achei este post tão legal! Acho que em parte foi porque me reconheci nele, já que os Natais de minha infância também "não existiram", apesar de os meus pais sempre terem estado presentes, rsrs. Eu cresci numa cidade que ainda estava sendo construída (Brasília) e o ritmo da vida era estranho (só havia poeira e muito trabalho; os turnos dos operários nas construções eram ininterruptos, e a população vivia no mesmo compasso). Naquela época também tudo era mais difícil, a comida e os bens muito mais caros (olha aí os benefícios encobertos dos tempos atuais, rsrs). então os Natais lá em casa quase que passavam batidos, exceto pelo fato de minha mãe sempre fazer uma comida mais caprichada: um bacalhau ou um bom pernil, (senão o porquinho inteiro, rsrs) e também alguma sobremesa. Além disso, havia a missa do galo de Natal. E era só. Nada árvore e nada de presentes para as crianças, rsrs.
    Mas, quer saber? Acho que era assim em 80% ou mais dos lares brasileiros, rsrs. Com o tempo a coisa foi se sofisticando e há bem uns 30 anos que os Natais na casa de minha mãe são fartos e bem elaborados, rsrs. Mas eu não tenho dúvidas de que a celebração do Natal propicia boas lembranças, desde que a festa tenha cunho familiar.
    As suas artes ficaram lindas, todas as peças ficaram mimosas, mas eu babei mesmo foi na plaquinha de cozinha, que combina demais com a minha cozinha, rsrs. Olha, muito obrigada pela menção ao blog e pelas palavras gentis.

    Boa noite e beijos para você e a Vi.

    ResponderExcluir
  17. E anda aprontando muitooo! Artes fofíssimas! Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Oi Pepas, que saudades! Não sou natalínica, então não vou falar sobre. Massssssss, adoro curtir a curtição dozotros. Tudo o quê envolve a expectativa da data. Os sentimentos que a data desperta, a mobilização para presentear as pessoas queridas, a decoração quente em vermelho e dourado. Ah! Claro, os católicos renovam sua fé e comemoram o nascimento de Cristo. É uma festa que envolve a todos inegavelmente. Psiu,caiu um lenço aqui ! Tá tudo lindinho, as plaquinhas yankees, a outrora janela e agora painel com penduricos são show! Bjim Gurias !

    ResponderExcluir
  19. Meninas que post lindo e cheio de sentimento. Adorei a sensibilidade que foi transmitida nas palavras sempre impecáveis.
    Eu pelo contrário trago boas lembranças do natal. Me lembro de tentar pegá-lo no flagra todas as noites. Uma vez vi sua silhueta e pra uma mente infantil e meio no escuro eu jurei que fosse ele mesmo. Meu pai pareceu gordo nesse dia aos meus olhinhos infantis e não o reconheci colocando uma linda boneca embaixo da minha cama. Sim, nossa casa era muito pequena e eu dormia com minha irmã na mesma cama em valete e não tinha árvore. Então quando eu acordava ia direto olhar em baixo da cama. Outra história gostosa de meus natais, era um senhor que passava na rua da minha tia todos os anos vestido de papai noel e tocando um sininho. Esse sino toca nas minhas memórias até hoje e se fechar os olhos volto naquela época gostosa onde todos os meus tios ainda estavam aqui.

    Agora vamos a sua cozinha...sua bandida como pode a cada dia deixá-la mais linda. Amei de paixão os detalhes. Esses quadrinhos com telinha de galinheiro foi um show. A placa com o timer <3 I love!!

    Sorteio!!!! Obaaa! Eu quero! O da Cici já é meu, pois tem paçoca e papai noel lindo. Tira os olhos!!

    Bjs

    Kaku

    ResponderExcluir
  20. Bom dia Pepa!
    Lembro muito do meu pai no Natal.. uma vez quis dar um presente para ele... com meu dinheiro comprei um vidrinho de azeitona... infelizmente foi um dos últimos Natal que passamos juntos...(faleceu)... lembro da minha mãe fazendo macarronada... e eu preocupada que horas ia ficar pronto o almoço... minha unica preocupação naquela época...por isso que tem ano que preferia ficar quieta no meu canto... mas as cobranças de hoje não nos deixa...
    Sua criatividade está aguçada Pepa... que placas lindas... eu amei os quadros... amei tudo... arteira nota 10...
    Fica com Deus!
    Beijos para vocês...

    ResponderExcluir
  21. Oi Lia querida, quer saber uma novidade??? to com saudades de vo6 duas....
    Então, meu sonho de criança era ter lareira com aquelas botinhas cheinhas de gostosuras.... coisa de criança que não sabia que Natal por aqui é quente pra dedel... em 2010 inaugurei minha casa nova em Itupeva e la estava a lareira, com as botinhas, kkkkkkkk
    Gosto muito de Natal e na maioria das vezes passamos Eu, Gabi, Mateus e Tiberio.... a Nininha tbem ta sempre por perto....
    As boas lembranças realmente são eternas e as suas me levaram pra um lugar que eu nunca fui.
    Um beijão minha querida e inte.

    Blog da Gullo

    ResponderExcluir
  22. Bom dia minhas lindas, engraçado sempre gostei muito de natal, mas vivi uma hipocrisia.
    Não tenho mais gosto para preparar a casa, hoje adoro ver a felicidade dos outros, que parece real.
    Amo muito vocês e as placas são maravilhosas, parabéns. Abraços carinhosos Maria Teresa

    ResponderExcluir
  23. Oi Pepa, oi Vi,
    Então meninas, eu amo o Natal, apesar de não ter lembranças de infância. Quando era criança, meus pais não faziam nadica de nada, só colocavam o presente na janela, engambelavam a gente e tcharam, o Papai Noel chegava, mas era só, a gente abria, brincava e ia dormir. Nunca teve Ceia, receitas especiais, nada!
    Tenho isso dentro de mim, quando casei já no primeiro ano juntei todo mundo e fiz uma Ceia, e assim seguimos todos os anos fazendo a Ceia na minha casa e eu me entrego total, faço mil receitas, cupcakes decorados para as crianças, biscoitos, é muito bom.
    Esse ano vai ser meio assim assim né, vcs sabem...mas a vida tem que seguir e o que vc disse é a mais pura verdade, temos que guardar as boas lembranças e quem nos ama jamais quer nos ver tristes, por isso, vou continuar fazendo o Natal, faltando um pedaço de nós, mas espero que possamos recordar os natais passados, as comemorações alegres e é isso!!!
    Beijos meninas.

    ResponderExcluir
  24. Ai que amo num grau assimmmmmmmmmm vir aqui nesse Tacho... pois então não tenho muitas lembranças dos natais lá de casa, pois minha mãe não gosta muito da datas comemorativas, meus natais são sempre na casa da família do meu marido, lá sim o natal chega em outubro e a festa é boa demais. Hoje tento criar um clima com os meninos, o ap já começa ganhar cor e meu coração fica cheio de alegria. Eita que tu é porreta sempre faz um mimo mais lindo que outro....amei as plaquinhas...olha que tô assídua no meu blog e tem até sorteio por lá..te espero..e a Vi tb..beijus

    ResponderExcluir
  25. Puxa, Pepa, me emocionei! Tenho muitas e muitas lembranças boas de meus Natais ou outras datas em família. Já vi essa frase e adorei, realmente o que fica são as lembranças. Minha mãe adorava fazer árvores de Natal e como morávamos em sitio, ela usava uma lata de cera (lembra, aquela de pasta? rsrrsr usei de montão pra encerar chão de vermelhão e depois usava escovão. Sim, pq enceradeira só dp que tinha 12 anos, pois não havia energia elétrica por lá), um cabo de vassoura, encapava com papel laminado, fazia as franjas e colava. Dp punha uns enfeites, algodão e o presépio. Eu amava e até hoje não consigo deixar de armar a árvore, por mais simples que seja. Teve um Natal que um teiú entrou pela varanda e se escondeu atrás da árvore. Os cães entraram e foi uma correria, rsrrsrsr Não sobrou bolas pra contar história! Lembro que minha mãe até chorou de tristeza, mas fez tudo de novo. Até hoje minha irmã caçula e eu choramos de tanto rir ao se lembrar da confusão. Foi meu Natal mais engraçado até hoje. Adorei suas fofurices, tudo lindo! Bjs e tenha um lindo dia!

    ResponderExcluir
  26. Oi Lia,
    Que post bonito!
    Lembranças que esquentam o coração.
    Eu tenho lembranças de todos os tipos , a triste (tá você disse que não quer saber rs) foi passar um Natal 24/25 com a vovó internada e muito mal.
    A noite de Natal no hospital eu não esqueço...
    Ela veio para casa as vésperas do ano novo, voltou para o hospital no dia 01 e faleceu dia 02.
    Isso fica marcada para todos...
    Mas por outro lado, a vovó adorava anjinhos, tinha uma coleção, e sempre comprava ou fazia um para ela no Natal.
    Tem 11 anos que ela faleceu e até hoje a coleção ganha um anjinho no Natal (minha mãe ficou com ela ) e isso me deixa feliz como se estivesse fazendo para ela.
    Tento guardar essa lembrança boa...
    Ela fazia de tudo na cozinha, tomava conta da ceia...
    Essa parte eu não captei rs
    E uma parte engraçada foi quando descobri que o Papai Noel tinha a mesma letra do Coelhinho da Páscoa rs
    Minha mãe fazia um letra linda, toda trabalhada e eu sempre recebi cartinha dos dois porque era muito bagunceira...
    Imagino hoje, quem diria rs com meu 'leve TOC'.
    Até que um dia perguntei 'mãe, porque a letra do Coelhinho é igual ao do Papai Noel'? rs
    Tenho as cartinhas até hoje é essa é uma lembrança bem legal.
    Nosso família é bem pequena, e tenho mais lembranças recentes do que antigas!
    Seu post me fez trazer muita lembrança bonita por aqui...
    Ai ai...
    Passou rs
    Cozinha!
    Linda demais, adorei a placa com a frigideira vermelha com poás porque será?
    Os quadros com a telinha, a janela!
    E o timer bule! Eu tenho igual ao seu \o/
    Não vivo sem timer, rs
    Para quem é uma negação culinária, como eu, é muito importante rs
    Sua casinha inspira!
    E já que estou vendo mimos do sorteio, já começo a pensar positivo!

    Hum,
    Acho que falei muito.
    bjs para vocês!
    E obrigada pelo post :)

    ResponderExcluir
  27. Pepa, sabe que é engraçado que na minha família não há muita tradição quanto aos pratos ao menos n~]ao tinha pq eu sempre invento as mesmas receitas doces rsrs mais eu sou novinha nesta área né rsrs.

    Menina adorei as plaquinhas, tb penso nas frases em inglês rsrs

    o quadrinho com tela de galinheiro ficou muito fofo,

    aguardando seu sorteio da Cici eu ja estou participando


    Oi Iara lindo mesmo viu, sabe que na primeira foto olhando o céu eu achei que teria chovido neste dia, mas foi um dia maravilhoso e mesmo que tivesse chovido não teria acabado com esta harmonia e alegria.
    Bjs

    Gélia

    ResponderExcluir
  28. Oi Pepa!

    Nossa, hoje o meu dia está super sentimental . Que lindo o post, que lindas suas palavras, suas lembranças...
    Eu sempre gostei de natal, desde pequena e não só por causa dos presentes, mas porque eu adorava ver a família (tios, tias, avó, primas) reunida. Era uma senhora bagunça! Só muito tempo depois da morte da minha mãe, quando eu já estava lá para os lados de BH é que as coisas foram esfriando, mas ainda assim eu reunia os amigos avulsos (longe da família) lá em casa, ou ia mesmo para casa dos amigos para curtir. Todo mundo estranhava, achavam que eu não tinha família, mas ainda tinha meu pai e minha irmã (por um tempo)...Ao voltar para Santos peguei a família do namorado emprestada, também era uma turma grande e boa de festa. Aí a mãe dele faleceu...e as reuniões perderam a estrela principal...hoje não curto natal. às vezes somos só eu e ele e às vezes só eu e minha pequena...mas ainda gosto do brilho do natal, amo aquelas luzinhas, são as estrelas brilhando em mim.
    Ih...me empolguei...

    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  29. Ai, que post bem cheio de coisas que amo - o Natal, as tuas lindas placas, tua janela que eu amo de paixão, pq é maravilhosa, os penduricos de tecido.... E esse sorteio da Cici? Vou lá correndo... Bj

    ResponderExcluir
  30. Lembranças e natal adoro!!!!!!, tenho boas e ruins mais boas que ruins mais gosto de lembrar de todas con alegria e peço a Deus para vivir muitos outros que a gente tendo saúde e familia onde for sou feliz. Bjs

    ResponderExcluir
  31. Você falou tudo, essas datas marcadas ficam marcadas só com tristezas. E eu não gosto mesmo de Natal. Nunca foi uma data feliz para mim. Se eu pudesse dormiria dia 23/12 e acordava dia 02/01! Essas festas de final de ano não são para mim.
    Eu amei mesmo foram as plaquinhas fofas que vcs fizeram. Essa da cozinha é linda!!! Adoro também dizeres em inglês, mesmo as vezes nem sabendo o significado...rsrs....
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  32. Pepa amei o post, eu tenho muitas lembranças sim, umas boas outras não tão boas, mas eu procuro fazer o máximo para que esta data seja festiva e muito alegre. Na infância fomos bem pobrinhos, então ficava triste pq não ganhava o presente desejado, nem tinha noção do verdadeiro sentido do natal. Hoje que a gente já é grande...rsrsrs...nem tão grande assim né, faz de conta, reunimos a família e as vezes alguns amigos e passamos o natal muito feliz com a graça de Deus. Ano passado não tivemos um natal muito bom, mas como sempre confiamos em Deus. O meu irmão mais velho estava hospitalizado e na hora da nossa ceia ele teve várias paradas e precisou de muitos médicos para reanimá-lo, meus pais ligaram pra nós e chorando pediam orações, foi triste mas deu tudo certo. Hoje ele está conosco, não do jeito que a gente desejava, pois não anda, não fala, vive quase que uma vida vegetativa, depende de uma pessoa 24 horas por dia. Nós os irmãos nos revesamos para passar a noite com ele, pq durante o dia minha mãe e uma ajudante cuidam dele. Enfim agradecemos a Deus pela vida dele e com certeza ele estará presente em nossa ceia este ano.
    Pepa amei suas invencionices, lindas!!!
    bjos e fique com Deus,
    Marlene

    ResponderExcluir
  33. Oi meninas queridas do meu coração, saudade "dimaisdocês", coisa de mineiro rs. Esse ano foi tão corrido pra mim que fiquei nas idas e vindas aqui da blogosfera, mas morrendo de sdds... quero relaxar até dezembro pq já sei que 2014 promete por aqui. Isso aqui faz tão bem né..relaxa, inspira... Já espero ansiosa pelo sorteio, quero td pra minha casa nova, mudo pra lá no início de dezembro.. #delicinha. Bjs da Trícia, com carinho <3

    ResponderExcluir
  34. Adoro Natal,mas concordo cm você bons momentos a gente tem que comemorar sempre.Você me deu uma ideia ótima!Vou contar sobre essas lembranças de minha infância que eu adoro recordar.Aguarde.Mas tem uma que vou falar agora:as rosquinhas fritas que minha mãe fazia para o café da tarde.Eram divinas.Sinto o gosto até hoje.Adorei suas lembranças.Fazem parte de sua história e da história de sua família.E como você diz,isso ninguém pode tirar de você.Faz parte de você e vai te acompanhar pelo resto da vida.Desejo que venham muitos bons momentos para serem acrescentados a essas lembranças.
    Beijos.
    Lenira Luz Del Sol.

    ResponderExcluir
  35. Pepa querida,Amo sua sinceridade!Você é muito ponderada e por isso é que te amamos.Quanta ao natal,sempre estivemos reunidos no natal,isto é tradição de família tanto materna como paterna,É uma das coisa que não abrimos mão(o caso é longo).Linda as suas artes e amei a tela do galinheiro!
    Seus trabalhos são show!I love!Amei os mimos,eu quero!Fique com Deus. Beijo grande

    ResponderExcluir
  36. Oi, meninas amadas! Sempre adorei o Natal e suas luzinhas! Os melhores passeios, quando criança, eram de carro, à noite, para ver tudo aceso, lindo pela cidade...Depois, com os filhos pequenos, a preparação da festa, para reunir a família, com Papai Noel entregando os presentes...E Natal com o neto, então...alegria suprema, ver o encanto naqueles olhinhos em frente ao pinheirinho iluminado e a surpresa do enorme saco vermelho, dentro da lareira, rsrs...Lembranças doces, que deixaram saudade...
    Tô de olho nesses mimos todos e as novidades da casinha são apaixonantes!
    Beijinhos, Ana

    ResponderExcluir
  37. Ah! Eu não sou tão velha mas tenho várias histórias de família, o interessante é que a minha família vai guardando as histórias engraçadas durante todo o ano para no final do ano fazermos as retrospectivas e cada um conta a sua preferida e damos muita risada juntos.AMO ISSO! O Natal pra mim é a melhor das festas, não porque é uma festa familiar, afinal de contas, geralmente passamos todas as festas juntos, mas porque nessa festa celebramos a vida da pessoa mais importante da terra e enfeitamos a casa e fazemos as comidas preferidas, tudo em nome da família e é isso que Deus quer, quer sejamos unidos em família, coisa que está se tornando cada vez mais incomum...Amo as velas, a arvore, as luzes, a casa fica linda e mágica e o coração cheio de felicidade...TEM COISA MELHOR QUE ISSO?

    UM XERU

    ResponderExcluir
  38. Ai Pepa, fiquei lendo sobre as saudades e vi o saco de pão atrás da porta. Alvinho, feito de sacaria. Eu conheço essas tradições aí de S.P. Das tardes de cafe com pão, do friozinho chegando lá pelas cinco da tarde. Ninguém vai conseguir fazer o pão da tua mãe e nem trazer o gosto pelo Natal que teu pai tinha.Mas vocês trazem as lembranças no coração e são tesouros que lhes pertencem e podem repartir conosco que estamos aqui lendo suas recordações e aprendendo.
    Eu não tenho boas recordações, então abafa!!! rsrs
    Ah e essa cozinha lindinha, Sabia que comprei uma panelinha num brecho depois que eu vi essa suas? Ainda não fiz nada com ela, não tive inspiração. Quem sabe um quadrinho, pendurar com uma fitinha.
    E eu adoro frases em inglês, mesmo sem saber a tradução. Fica chic, fica lindo
    Você tem o dom para essas coisas, transforma tudo em lindezas
    bj
    Zizi

    ResponderExcluir
  39. Eita que saudades daqui.....se sabe né que meu note queimou? Pois é tô aqui na lan house com pessoas que nunca vi na vida e morrendo com esse ar condicionado...kkk
    Mas olha esse Natal será mais que importante pra mim , pois tô esperando um note novo e fui muito boazinha esse ano. Fiz amiguinhas novas e me comportei bem..kkkk
    rsrsrs mas ó, tenho só lembranças boas e maravilhosas dos meus Natais...e não vou contar se não choro, ando sensível , porque estou longe de vcs...rsr
    Mas o melhor é que uma amiga querida ..uma não duas, vem me visistar e estou dando pulos de alegria...:D

    bjsss flor passando rapidinho aqui pra deixar um beijão procês!!!
    Paty

    ResponderExcluir
  40. Tudo muito lindo por aqui! Amo o Natal! Já estou arrumando os enfeites para arrumar a casa. Esse ano me aventurei no artesanato e estou fazendo a maioria dos enfeites. Tenho lembranças lindas do Natal com meus pais e meus irmãos . Sinto muita saudade dessas reuniões . Minha mãe fazia tudo para a ceia. Ela cozinhava muito bem! Mas esse Natal vai ser diferente. Eu e meu marido estamos longe de nossas famílias. Passaremos só nós dois! Moramos fora do Brasil. Mas faremos de tudo para que seja uma data especial. Bjs e uma linda noite pra vc!

    ResponderExcluir
  41. Oi Pepa, muito lindas as suas lembranças de Natal e a frase sobre criar tradições de família. Nossa, eu fiquei com vontade de comer essae pão recheado de coco que a sua mãe fazia. Fiquei aqui imaginando o saco atrás da porta.
    Lindas as artes que você fez nesse período.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  42. Oi Pepa, como sempre vocês aprontando trabalhinhos tão mimosos e sempre pensando nas leitoras, muito carinhoso, a gente se apaixona, né!
    O que mais lembro das noites de natal era que a tal meia noite demorava muiiito para quem era acostumada a dormir com as galinhas. Só comemorávamos o dia de natal, geralmente na casa da minha nona, todo mundo de roupa e calçado novo, almoço farto, mesas no quintal, crianças comendo primeiro.
    Uma lembrança bacana também e que saímos desejando Boas Festas para as pessoas e ganhávamos doces, dinheiro, todo ano a molecada fazia isso e era muito divertido, naquele tempo crianças eram crianças e não eram temidas...
    Falar disso me fez lembrar o livro Meu Pé de Laranja Lima, o natal do Zezé...Esse livro me marcou muito e quando o reli recentemente as memórias voltaram...de quanto ele me influenciou pela vida.
    E o natal parece que chega mesmo cada vez mais cedo, ontem mesmo já vi uma casa em minha rua com árvore e suas lindas luzes.

    Um abração bem apertado, meninas!!!

    ResponderExcluir
  43. Ahh, Pepa, eu sou das que falam "mal" do Natal. Não gosto da data e não tem motivo nenhum. Não me lembro de natais na família, não pq não existiram, mas pq não tenho memória nenhuma do meu passado, no tempo de criança. Depois de adulta passei a ver os natais com outros olhos, aproveitava, mas não era uma coisa de curtir. Com os filhos pequenos foi bom, depois tudo caiu na mesmice. Marido parou de ir em casa de minha mãe, sem motivo, só cansou de comemorar (é acomodado, adora ficar em casa) e aí fiquei mais sem graça ainda, pois saio e o deixo em casa (opção dele, né?). Agora, com os netos, vamos ver. Ano passado montei árvore, coisa que não fazia desde que os filhos cresceram,. Enfeito a porta com uma guirlanda e tenho uns 4 ou 5 enfeitinhos que espalho pela sala. Só. rs Mas amo O aniversariante e só por Ele é que vale mesmo comemorar.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  44. Hehehe....voltei! Esqueci de comentar o que mais me emocionou na postagem, foi a lembrança do saco de pão....Em casa também se guardava pães em saco de farinha alvejado, todo bordado simploriamente, com babados nas laterais, se fechava puxando um cordão...Saudade de minha avó na cozinha...do meu pai trazendo a rosca doce enorme no domingo de manhãzinha...Beijos!

    ResponderExcluir
  45. Lindo...Pepinha.
    As datas são datas no calendário, agora o que nos toca o coração não tem data, hora, situação...
    É aquele momento, em que tinha a casa de madeira da minha avó, simples, o porão, e nós as crianças correndo na terra, em quanto minha mãe, minhas tias e avó ralavam o milho (sim......rss), numa lata de tinta....e fogueira no chão...fazendo pamonha.
    Depois quando estava pronto era se deliciar com pamonha salgada com queijo e doce....
    De natais as recordações são sempre da família unida, aqui ou em Cornélio onde minha avó mora.
    E é lá em CP, que vou nesse natal com certeza guardar no coração o dia, a noite que minha vozinha fará 90 anos...rs
    Um beijo e boas datas pra vc....com muito amor e sentimento seja no natal ou agora.

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo