domingo, 14 de abril de 2013

Preconceito ?? Eu não tenho !!!

Hã, hã... então puxa a cadeira prá mais pertinho e vamos conversar...

-pausa-
Semana passada fui doar sangue, o que me rendeu um roxo no braço por conta da falta de prática, ou vontade enorme da enfermeira voltar para o Facebook (é , ela parecia estar com uma pressa prá fazer algo importante... pegar a porcaria do celular e ficar teclando... aff)
-despausa-

Então como eu ia dizendo fui doar sangue e tem a parte da entrevista... tranquilo por que respondo essa entrevista há mais de quinze anos...

No que de repente a moçoila olha prá mim e pergunta :

-Isso, na sua boca é o que ? 

"Isso" em questão, é uma cicatriz que tenho de quando era pequena e enfiei uma tomada na boca .
Que foi ? Eu era doida desde pequenota, srrsrs  (leia a história aqui...)... e que deixou uma cicatriz, que eu nem me lembrava que existia... 

Mas o "isso" dela foi tão pejorativo que foi quase dizer :

- É herpes ??

Bom , quando tudo aconteceu a cicatriz era medonha, e me lembro das pessoas sendo grosseiras e perguntando prá minha mãe :

-Noooossa , o que aconteceu com a boca dessa menina...

Mas o tempo é uma beleza né minha gente ? Fiquei com uma cicatriz (e com uma boca elétrica. Tá ,essa foi infame, srsr) que hoje é quase imperceptível , digo quase porque quando sorrio bem aberto minha boca fica meio torta, srsrs

Se isso abalou minha vida ? Inacreditavelmente não... sério, nunca liguei... tá, na época do colégio, onde tudo é mais difícil foi meio barra, mas depois segui minha vida normalmente...

Mas quando a moça olhou prá mim com aquela cara, e depois fez a pergunta eu fiquei pensando :

Como nossas atitudes podem  influenciar a vida de outras.

Confesso que saí de lá...e depois passei o restante da semana de "molho"... nem tanto por ter feito um esforço físico forte depois da doação (o que é proibido) mas acho que aquele olhar, aquele jeito de perguntar mexeram comigo...

Como se eu fosse uma pessoa "diferente"... você já sentiu isso ? 

É a mesma coisa quando a gordinha (eu ??) entra numa loja e a mocinha lépida e nem tanto lampeira diz :

-Não tem número grande !!!

Ou quando a gordinha (eu ???rssr) está num restaurante e as pessoas lançam aquele olhar de reprovação quando ela se aproxima do balcão de sobremesa, quase dizendo :

-Escolhe uma fruta hein ??

Esses olhares, essas frases... demonstram o claro preconceito que todos (eu disse todos) nós carregamos.

(Estou falando genericamente das gordinhas porque me encaixo no grupo, rsrs )

Eu vejo muita gente bater no peito e dizer que apoia o movimento homossexual . Eu não apoio e nem "disapóio"... até porque não vejo o homossexual diferente de mim. 
Porque ele precisa de um apoio ??

Ele tem direito de lutar pelo que acredita. Sabe o que está fazendo. Tem suas capacidades mentais e fisicas.

Quanto a homofobia, essa como a todas as fobias devem ser combatidas, porque só geram guerras.

Quando alguém tenta impor a sua "verdade", algo está errado. Quando alguém quer enfiar qualquer coisa "goela abaixo" da outra, é bom analisar. Será que são as pessoas que estão lutando por seus ideais, ou outras pessoas, com interesses escusos querem se aproveitar de uma situação ??

Mas esses mesmos que defendem com unhas e dentes certos movimentos, são as mesmas que  expõe descaradamente seu preconceito contra  as religiões, times de futebol... tudo porque não pensam exatamente como eles .

Quando veio a PEC das domésticas e eu vi um monte de gente dizendo :

-Que absurdo, uma empregadinha querer ganhar mais que médico !


Porque será que as pessoas acham que uma empregada doméstica tem menos valor que um médico ?

Porque ela tão somente cuida da sua casa, de tudo que te pertence e até do seu filho ?

Por causa do preconceito. Preconceito não é só racial e sexual.

Se as pessoas fossem ao menos coerentes, não julgariam as pessoas que pensam diferente.
(olha até rimou, rsrs)


E porque eu estou falando tudo isso ?? Uai, porque eu quero !!

E porque acho que com a idade a gente tem que ganhar sabedoria, e não somente rugas. 

Que foi ?? Tá pensando que fui abduzida ? Que essa  não é a louca da Pepa ? Quem já me conheceu pode comprovar,  sou eu mesma...srrss

Bjus 1000 !!!!

E só para avisar, como quem não quer nada, estou preparando sorteio "fófis" tá ?? srrs

42 comentários:

  1. vc tem toda a razão..... Acho que preconceitos todos têm...... mas temos que controlar isso e tentar, pelo menos, não tratar ninguém diferente por causa do que pensamos.
    E vc é uma fofa..... no melhor sentido da palavra e ai de quem tratar vc mal....... vai se ver comigo.
    bjs
    Sônia

    ResponderExcluir
  2. Oi Pepa! Concordo com vc em tudo que declarou! Temos que andar com a boca bem fechada mesmo pois estão, como vc disse, tentado nos enfiar de tudo garganta abaixo. Tanto o "sim" quanto o "não". Fico só olhando rsrsrs Beijocas!
    Cantinho da Galega

    ResponderExcluir
  3. Aplaudindo daqui! Abomono os preconceitos. Cada um pode fazer o que quiser da sua vida DESDER QUE NÂO ATRAPALHE A DOS OUTROS>

    É um princípio de direito esse. Minha liberdade acaba onde inicia a do outro. Falaste bem e tudo! beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Oi Pepinha linda,gostei,esse tal de preconceito gera uma ditadura danada.
    Direitos iguais não é criar leis para beneficiar mais alguns,como fazem,se não dar condições educacionais para que exista respeito,e criar conciência que não é por benefícios extras que se conseguem as coisas,se não por mérito.
    Beijinhos queridas,para as duas.

    ResponderExcluir
  5. PARABÉNS, COLEGA PEPA!
    PRECONCEITOS SÃO ATITUDES RIDÍCULAS QUE NÃO ESTÃO COM NADA! PALMAS PRA VOCÊ! :)
    Ô, COLEGA!
    VENHA VER NO MEU BLOG A RIFA ESPECIAL DE DIA DAS MÃES QUE EU LANCEI!
    SÃO 4 BONECAS+2 LINDOS BRINDES+FRETE GRÁTIS (PRO BRASIL). TUDO ISSO, POR APENAS R$ 5,00 (CADA NÚMERO). PARTICIPE!
    AGUARDO TUA VISITINHA, OK?
    GRANDE ABRAÇO E UM LINDO FINAL DE SEMANA PRA VOCÊ! :)

    ResponderExcluir
  6. CONCORDO COM VC!ABAIXO O PRECONCEITO, COISA FEIA DE SE VER E DE SE SENTIR!BJS.

    ResponderExcluir
  7. É Pepa...o preconceito fala mesmo de boca fechada, ele tem olhares e gestos que não o negam. E o que mais choca é que na maioria das vezes ele não aparece assim meio que sem querer, sem pensar, é com a intensão de ferir mesmo, diminuir, parece até provovar prazer.
    Criança é mesmo um "bicho" levado, também fui dasartes rsrs

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Ai amiga, adorei tudo que você disse. Eu também tenho um "probleminha" desde que nasci. As pessoas nunca falaram nada, mas só o olhar diferente ............
    Detesto tudo isso, todas as pessoas são iguais, SIM IGUAIS, nascem e morrem igualmente.
    E vamos viver nossas vidas, como queremos, sem prejudicar ninguém ..... e sermos felizes!
    Bom domingo para vocês fofas.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá Pepa!

    Passando para uma visita...e gostei muito do que disse,concordo com vc,que por sinal é muito divertida também.
    Adoro suas receitas estou curiosa pra fazer seu bolo de chocolate,só fiquei numa dúvida vc cita 2 bolos de chocolate como o melhor,um deles com abobrinha,afinal qual dos dois é o melhor mesmo?Ou os dois são?
    Obrigada pelas maravilhosas receitas que partilha aqui conosco.
    Boa noite e um ótimo domingo!

    Ana.

    ResponderExcluir
  10. Oi Pepa, não poderia deixar de concordar com você. Preconceito é ruim e todo mundo tem, nem que seja só um. Agora, o que temos de fazer é nos policiar e tentar vencer esses pré conceitos que temos dentro de nós, e que na maioria das vezes só traz o mal a nós mesmos.


    bjos pra vc!

    ResponderExcluir
  11. Tem situações que nem precisam falar nada mesmo, só o olhar já detona a gente. Uó mesmo!
    Infelizmente o preconceito existe, mesmo mascarado.
    Rio muito com a sua forma de escrever (consigo "escutar" vc falando)... hehehe!
    Bjns
    :)

    ResponderExcluir
  12. Sempre coerente, deliciosamente verdadeira nas opiniões... Amei o post, minha querida!
    Muitos beijinhos e uma linda semana pela frente...
    Sua fã, Ana

    ResponderExcluir
  13. Concordo contigo da ponta do pé até os cabelos. É uma falta de educação abusaaaada, falta de tato, falta de olhar para o próprio umbigo, falta de cuidar da vida.
    Tem gente até os cabelos atolada de problemas pessoais para resolver mas sempre arruma um tempinho para ser desagradável com alguém...
    Gente preconceituosa e indelicada é o ó do borogodó.

    Beijocas e ótimo domingo pra ti e Vi ;))

    ResponderExcluir
  14. Preconceito é coisa que tentam disfarçar,mas nunca conseguem.
    Dizem que antigamente era pior,não concordo,pois o preconceito velado de hoje é pior do que o declarado de antigamente.
    Presencio inúmeras situações preconceituosas,mas como pretinha a gordinha que sou,também tenho respostas na ponta da língua para qualquer situação desse tipo!

    Beijo,minha linda e bom final de semana!



    ResponderExcluir
  15. Oi queridas

    Pepa, Parabéns pelo ato de doar sangue, acho louvável.

    Agora essa história de preconceito é
    muito delicada.Concordo com tudo que voce disse.

    Existe pessoas que tem preconceito,
    com tem pouco dinheiro, dão desprezo. E tratam super bem quem tem muito. Que horror.

    beijo carinhoso

    Regina Célia

    ResponderExcluir
  16. Oi Pepa!
    Olha, fui lá ler...
    Caramba...
    Ainda bem que sua mãe, teve 'tranquilidade' para agir.

    E lamentável a moça do Facebook...
    Preconceito acho que existirá sempre, infelizmente.
    Tem gente que fala muito,só para 'ficar bem na fita', mas no fundo não mudam nada.
    Preconceito para mim, as vezes é demonstrado em um nariz torcido.
    Algo que me irrita mesmo!

    Não se esqueça, fazendo as plaquinhas...me contem mesmo!
    bjs
    Ótimo final de sábado e domingo para vocês.

    ResponderExcluir
  17. Oi Pepa!
    Menina , tu catucou onça com vara curta ..rsrss!
    tambem odeio quando vou comprar alguma coisa e a pessoa ja vem te falando que nao tem tamamnho grande , ou que nao tem meu numero , putz! que raiva ! da vontade de falar poucas e boas , mas mantenho a calma respiro fundo e saio da loja ..
    Tem gente que e totalmente sem noçao ...
    Bjus!

    ResponderExcluir
  18. Muito bom! Super concordo e assino embaixo:
    Jussara
    Abração, ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  19. Não quero fazer discurso,já fiz vários essa semana :D
    Além do mais,prefiro o seu.É bem por aí!!!
    Precisamos nos livrar de qualquer tipo de preconceito e orgulho,sim, porque eles andam juntos.Invariavelmente quando somos preconceituosos nos julgamos superiores(mais isso,mais aquilo) as nossas vítimas...
    Ok,já parei,kkkkkkkkk
    Beijão minha querida e tenha um domingo abençoado.

    ResponderExcluir
  20. Penso que tem gente que NUNCA deveria pensar em trabalhar com SAÚDE. Faltam-lhes educação, delicadeza e vontade de ajudar o outro e muito em sensibilidade. Lá pelos meus 20 anos, fui fazer um exame ''gine''. Na posição desagradável o ser do outro mundo, sai de trás do campo cirúrgico e GRITA para todo mundo ouvir (haviam vários biombos e os exames eram feitos em linha de produção e viva o hospital São Camilo! afff) - Nossa, que ferida horrível e enorme você tem aqui! (Só faltou ela completar, dizendo o que eu tinha feito para causar o que ela estava vendo...) Saí dali em pânico, destruída emocionalmente, humilhada e lembro-me de ter parado numa praça e chorado por uma hora compulsivamente. Naquele tempo, não me dei conta que ela não tinha o direito de atacar-me daquela maneira. Não muito tempo depois, ao realizar uma biopsia, fui atendida de forma deplorável por um médico da mesma rede. E este eu liguei para reclamar. Tem gente que tem a habilidade de um tatu ou menor que ela para lidar com gente e jamais deveria trabalhar em hospitais ou na área da saúde.

    ResponderExcluir
  21. Parabéns, Pepa!!! Como sempre , vc tá ótima!!! Bs e uma semana maravilhosa pra vcs!!!

    ResponderExcluir
  22. Gentem!!!!!!!!!!!!!!1
    Eta mulher sabichona sô!!!!
    Concordo com você amiga...a intolerância só provoca guerras e essa maneira de julgar/perguntar/não ligar/ofender as pessoas também!
    Bjs no coração e uma linda semana!!

    ResponderExcluir

  23. ninguem pintou azunhas no findi?

    ResponderExcluir
  24. Convivo dia-a-dia com tantas formas de preconceito, seja comigo seja com outro a meu lado. Seja em comentários inocentes em frente à televisão...
    Pior mesmo é o discurso do "não sou preconceituoso"
    Segue a baixo a resposta para a Vi, que deixei lá no blog, mas que sei que ninguém vai atras de respostas em blog... rsrsrs
    Beijos
    ***
    Oi, Vi. Sumimos mesmo, são os ciclos da vida...
    Estava fazendo VP, sim.
    Acho uma forma maravilhosa, só que não estava conseguindo manter o controle. Iniciava, e duas semanas depois já para de contar os pontos e me entregava aos doces - praticamente dominada.
    Depois de tantas tentativas, resolvi apostar em algo mais radical, para me fazer retomar novamente o controle. Por enquanto, indo tudo ok, vamos seguindo.
    Beijo grande para vocês!

    ResponderExcluir
  25. Oi Pepa vc falou tudo. Eu tb acho ridículo essa onda de preconceito, acho que cada deve seguir aquilo que acha certo pra sua vida, o resto é resto. Ninguém tem que impor nada na vida alheia.
    bjos e fique com Deus,
    Marlene

    ResponderExcluir
  26. Pepa, é complicado falar que não temos preconceito. Pq a palavra quer dizer pré-conceito, né? Um conceito que fazemos de algo antes de conhecer alguma coisa ou alguém. O preconceito existe... não tem como evitar. O que tem que ser evitado é a forma como esse preconceito é levado. Vc pode ter os seus conceitos e pensar diferente, sim. Mas o importante é você saber RESPEITAR o outro e a partir disso rever seus conceitos. Ou não. Se não achar válido pra vc, respeite o outro e saia de fininho. Não tem necessidade de agredir o outro pq sua opinião é diferente, né?
    Beijo grande pra vc!

    ResponderExcluir
  27. Oi Pepa querida, com certeza tudo que escrevestes tem coerência e prá la de
    verdade!!!

    Hum......sorteio.....

    bjks e boa semana

    Sonia

    ResponderExcluir
  28. Oi lindona ,falou e disse!kkk essa foi bem antiga ne?Mas falando sério abomino qualquer tipo de preconceito ,queria que as pessoas vissem a cara de algumas alunas da minha sala quando eu disse que tinha sido diarista até conseguir fazer o curso de cabeleireira e que era só por isso que agora eu cursava estética,foi muito engraçado,parecia que estavam vendo um et.Mas já sei lidar com isso ´só não consegui engoli quando foi com meu filho,é isso mesmo tem que falar , tenha uma linda semana , bjs e bençãos Déia.

    ResponderExcluir
  29. Cada dia mais e mais me torno fã não só do Blog, mas da sua pessoa, acredito muito nisso que com a idade não só as rugas que vem e sim a sabedoria, pelo menos eu tento ser assim, ou pelo menos estou buscando informações e aprendendo com as pessoas no dia a dia.
    As pessoas estão cada dia mais sem noção e algumas não fazem por maldade, mas tem umas meu DEUS que só fazem cara feia e os serviços médicos estão um caos Salv excessões! uma pessoa da qual eu gosto muito num momento de estress disse a seguinte frase, Tomara que as domésticas morram tudo de fome! fiquei chocada, mas levei em consideração que ela não esta normal, visto que ela trata as pessoas, muito bem, mas ai agente para para analisar e percebe que ela não falou dos médicos como vc disse, não disse os políticos ela disse as empregadas, pq ela tem coragem de pagar mil reais numa bolda, mas quer pagar somente R$ 700,00 por mê para uma empregada,limpar,lavar, passar a semana toda na casa dela!! olha eu nem sei o que as pessoas acham, mas a classe média tem que entender que todo mundo tem as mesmas necessidade, comer, vestir, remédio etc e tal se não pode pagar não tenha e fique quieto, faça vc mesmo seu serviço (eu faço isso) só chamo uma diarista quando eu posso pagar se ela fala que é R$ 120,00 o dia dela e eu acho caro, chamo outra que cobre mais barato (em média de 90,00 à R$ 100,00) e vejo se compensa ou não, ficar uma semana de folga de limpar, ármarios, fogão, banheiro!! eu estudei Pepa sou formada e tenho cursos técnicos em algumas áreas, não ganho bem pq resolvi trabalhar perto de casa, mas não fico reclamando com meu chefe, foi eu quem aceitei, prefiro o custo beneficio de sair de casa somente 10 minutos antes do horário, ter mais tempo com meus filhos e nem por isso fico me comparando com uma empregada doméstica que tem um serviço, bem mais pesado que o meu.. chega ne falei demais rsrs

    beijos

    ResponderExcluir
  30. Adorei o texto. E é assim mesmo, uma simples palavra serve pra nos machucar, relembrar não tão boas de serem lembradas. Eu tenho psoríase, até que é leve, só na região da nuca e atrás das orelhas. Moro em cidade litorânea (Guarapari-ES) e logo quando vim morar aqui era praia todo santo dia. Eu sempre gosto de prender o cabelo, principalmente porque meu filho era pequenininho e uma mulher veio e perguntou com aquele ar de nojo: - Nossa voê está com cobreiro!!!! Falando alto e todo mundo ficou me olhando. Eu quase morri, falei com ela no mesmo tom que ela estava sendo desagradável e fez um comentário idiota, pois o que eu tenho é psoríase. Dai ela nem se desculpou, saiu de perto. Mas sabe que isso ficou marcado? Sempre penso nisso e fico pensando no que as pessoas ficaram pensando também. Aff. Desde que me casei eu engordei um pouquinho, foram dois abortos espontâneos sofridos e minha barriga ficou meio grandinha (pra quem tinha barriga negativa hoje ela é uma pança rsrsrsr) e sempre as pessoas me perguntam de quantos meses eu estou. Seja em qualquer lugar, tem sempre alguém perguntando. Que coisa desagradável, mas eu já até me acostumei e acabo rindo, mas depois fico ressentida.
    Eu me senti "diferente" como você disse na postagem. Mas sabe que eu ainda acho que isso é culpa dos pais, que não orientam os filhos a serem mais discretos, que as pessoas não devem falar o que pensam, e que tudo tem sua hora certa. Respeito vem de berço, e hoje ele está em falta, nós mães devemos educar nossos filhos para que não julguem às pessoas pela aparência. Temos que tornar o mundo mais agradável não é?
    Bjs Ju

    ResponderExcluir
  31. É Pepa, preconceito é uma coisa muito chata.
    Muitas pessoas confundem sinceridade, com falta de educação.
    Não podemos nos esquecer que no final das contas "somos todos iguais"
    Beijos!
    P.S:Já to ficando com coceira, só d eimaginar as fofurices que vc está preparando,rsrs
    Silvana

    ResponderExcluir
  32. ahhh nega (Pepa) eu sou preconceituosa, e tenho dia a dia trabalhado eles na busca de viver melhor..........te confesso que me pego com PENSAMENTOS E OPINIÕES que combato mais sei que no fundão do meu ser está lá impregnada e arraizada.
    Agora essa atendente tem no mínimo que ter discrição né, nessas horas é que dá vontade de se perder o rebolado , ninguém mmerece os tipos de profissionais que nos apresentam.............aaf
    quantoa as secretárias acho que a demanda para nós pobres mortais e assalariados pesa muito, é impossível conseguir ter uma auxiliar com tantas regras e exigências,até ´pq nem sempre nossos salários não acompanham toda essa modernidade né.....FAZER O QUE NÉ, deixar de lado as regalias e se acabar no serviço fora de casa e qdo chegar fim de semana e a noite se matar fazendo de nosso lar um lugar mais aconchegante.............

    bj e boa semana

    ResponderExcluir
  33. Oi Pepa
    preconceitos existem infelizmente e cada um devia engolir o seu, não sair falando bobeira para a gente não.
    Mas o mundo é perverso mesmo, imagino como tem pessoas sofrendo com o preconceito de tantos.
    Pepa tem recadinho in box do face
    beijo
    Zizi

    ResponderExcluir
  34. Oi Pepa!

    Uau! Botou pra quebrar mesmo! E você não tá doidinha não. Acho que você deu voz ao que muita gente (eu!) sente! Também acho que muita gente bota banca por aí e acaba sendo mais preconceituoso ( e enrustido).
    Ah, e o lance da loja, rsrs, já passei por isso. Uma vez entrei numa loja para comprar um presente para uma amiga, uma blusa. Assim que entrei a vendedora disse: Não tem seu número fofa!(tá eu tava gordinha) Fiquei tão sem graça que nem falei nada, dei meia volta e saí. Ao chegar em casa, encontrei minha amiga e vizinha na porta e contei o ocorrido. No dia seguinte ela me fez ir até a tal loja com ela. Chegando lá ela fez a vendedora "baixar" a loja toda. Aí depois de muito tempo ela falou. Ah...que pena, eu queria comprar um presente para ela (eu), mas aqui só tem coisa feia! Tchau. Morri de vergonha, mas me senti vingada! rsrs

    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  35. Oi Pepa
    Adorei seu post. Muito legal vc. ter citado os tipos de preconceito, pq. essa e a outra semana só falaram na homofobia. O preconceito existe em tudo, vc. bem citou sua experiência. Eu já passei por isso uma vez. Quando eu namorava tive uma alergia rara chamada líquen plano, é uma doença que geralmente aparece na boca, mas em mim, apareceu no corpo todo e bem evidente nos braços. Chamava a atenção pq. parecia queimadura. Era horrível e nos piores dias quentes eu andava de manga comprida e justamente o dia que eu resolvi deixar os braços a mostra, aconteceu.... Uma professora de inglês me perguntou se meu namorado aceitava aquilo e se era contagioso...Bom, respirei fundo e quase meu namorado, hoje meu marido foi falar com ela tamanha a depressão que 'quase' eu entrei. Mas enfim, as pessoas não sabem o que falam e hj. talvez eu trataria essa situação bem diferente.
    Mas como vc. falou o tempo nos trás sabedoria e não só rugas né?
    Adorei o post de verdade !
    bjs
    Paty

    ResponderExcluir
  36. Oi, Pepa. Espero que seu desconforto quanto à falta de tato da "enfermeira" já tenha passado.
    Adorei o post inteiro e levei um pedacinho dele para o Fb.
    Você é maravilhosa. Imagina se uma coisa assim afeta a uma pessoa inteligente como você, o que pode fazer no coraçãozinho de uma criança que seja discriminada por que motivo for? Por isso os elogios são importantes, pela vida afora.
    Somos mais do que homo, hetero, gordo, anoréxico, preto, marrom, amarelo, alto, baixo...Somos gente, antes de tudo.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  37. Oii Pepa, acho que todos nós sofremos algum dia algum tipo de preconceito por minimo que seja, e já experimentamos essa sensação de não ser desse mundo, uma vez saí do trabalho e entrei em uma loja de marca seduzida por uma blusa que tinha visto, mas eu não estava bem vestida, tipo desengonçada mesmo, a moça da loja me olhou de cima abaixo e disse que a blusa era exclusiva e não foi pegar, hã?? como assim, pensei, tipo, não posso olhar? perguntei, ela me disse que só tinha uma peça na loja e que só p olhar não compensava que ela fosse pegar affffffffffff, acredita nisso??? não vou nem contar o resto da história mas fui vitima de preconceito por não estar bem vestida! Adorei seu relato sincero! Bjoooos

    ResponderExcluir
  38. Oi Pepa adorei esse seu texto.....Eu volto a dizer a quem interessa essa discussão sobre homofobia???!!! .....enquanto estamos com a inflação de volta,os mensaleiros soltos,a corrupção correndo desenfreadamente!!!
    Quanto ao preconceito ele sempre existiu e sempre estará aí ,pela mentalidade tacanha e pobre de certos seres humanos que não amam assim mesma.....Não te conheço mas tenho certeza que seu mal estar por causa de uma atendente grosseira e ignorante já passou...
    bjjss
    www.meucachixo.com.br

    ResponderExcluir
  39. Menina eu tenho uma cicatriz no canto da boca e quando eu uso batom vermelho e uso muito de longe se nota, um dia no meu trabalho uma médica, entrou e de longe já foi falando:
    -Adelaide seu batom está borrado.
    - Não doutora. Não está!
    - Está sim.
    quando ela chegou bem perto eu olhei nos olhos e falei:
    - É uma cicatriz, falta uma parte do lábio.

    Ela queria sumir, e eu continuei ali na boa, pois nunca deixarei de usar meu amado batom vermelho. Eu opto por me achar linda, mesmo com os outros conseguindo ver apenas a "falha".


    Perdão pelo postcomentário mas me identifiquei tanto....rsrs Sem contar no quesito "gordinha" quando você pede o modelo nr. 40 e a "mocinha" da loja diz com cara de horror:
    - É para você!

    Tenho vontade de espancar até ela entender que Gordo também dá presente.

    Abraços

    ResponderExcluir
  40. Oi querida, que postagem maravilhosa., concordo plenamente com vc.
    E sei bem como e ser gordinha , ouro dia entrei numa loja e a vendedora logo veio dizendo que o model que escolhi não tinha meu numero.
    Mas será que não posso comprar pra dar de presente.
    Que chata!!!!
    Mas vamos vencendo e superando esses mo momentos amiga.
    Bjus

    ResponderExcluir
  41. Sábias e divertidas palavras! Adorei teu momento filosófico! Concordo com tudo e declaro, sem vergonha nenhuma, que sou preconceituosa sim. Eu sou daquelas pessoas que sempre afirmou não ter preconceito mas de uns tempos para cá, percebi que algumas coisas que eu falava, demonstravam preconceito sim e também percebi, que a grande maioria das pessoas são, sem perceber. Uma das coisas que fez eu me reconhecer como preconceituosa, é que nunca tive nada, mas absolutamente nada contra gays, inclusive tenho vários amigos e amigas gays, e apesar disso, nunca me senti a vontade presenciando troca de carinho entre eles. Pô! Isso é preconceito! Se eu ver uma agressão contra um gay, eu rodo a baiana, não aceito "esse preconceito" de jeito nenhum, mas e esse meu desconforto com o carinho deles, como fica? Então eu sou preconceituosa sim! Outras coisas também fizeram eu perceber essa minha falha, que não são aquelas atitudes gritantes de preconceito contra o negro, contra o judeu ou contra um gay, mas pequenas coisinhas, pequenos pensamentos, que acabaram me entregando. Adorei tua postagem! Bom começo de semana!E obrigada pela visita lá no meu blog com crise existencial!rsrsr Bjinho!

    ResponderExcluir
  42. Pepinha amada...
    Só tenho uma única"zinha" coisa para te dizer...
    AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO VOCÊ...
    Bjs

    ResponderExcluir

Se você soubesse o quanto nos deixa feliz com suas palavras ,falaria mooooito mais !!!

Se você deixou um comentário e nós ainda não respondemos, não fique chateado, ás vezes demora, mas a gente chega lá !!!
Bjus 1000.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo